Pazos de Toledo

Posted On 2022-02-23 In CIEES

Porquê a Mãe

PARAGUAI, Natalia Regúnega •

Uma grande e agradável surpresa foi o que Juan Vicente Ramírez comunicou há alguns dias atrás. Um casal, membros da CIEES (Comunidade Internacional de Empresários e Executivos) instalaram um retábulo com a imagem da Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt na entrada principal do seu armazém Pazos de Toledo, um armazém de carga e descarga de mercadorias em Ciudad del Este. — 

Porquê? Natalia e Saúl dizem-nos:

Após uma agradável experiência de trabalho em Ciudad del Este em 2019, decidimos , de comum acordo com a nossa família, deixar Asunción e estabelecer residência nesta cidade, trabalhando nos nossos Armazéns, localizados no centro comercial.

Ciudad del Este é uma pequena cidade mundo, uma cidade de trabalho, uma cidade que concentra, reúne e promove oportunidades.

Paraguaios, brasileiros, argentinos, árabes, orientais… Todos eles vêm e vão. Uma cidade de todos!

Não se pode perder tempo

Por outro lado, apesar de estarmos no nosso país, sentimos esta “falta de identidade”, gerada pela diversidade de culturas. O desprendimento revela um Homem pragmático, limitado à materialização da acção, prova do mundano: o Homem como máquina do fazer.

Aqui, o tempo urge: é preciso ganhar, e para o fazer, é preciso aproveitar, para chegar primeiro, para ser rápido, para ser astuto. Não se pode “perder” tempo.

Nesta azáfama, tendemos a abandonar o nosso “ser”, consumido pela inércia e por impulsos mecanizados. Esquecemos que o devemos a nós próprios, à nossa sociedade, que nos acolhe, nos contém e nos integra.

Isto acontece, sobretudo, quando não paramos para observar, quando não contemplamos, quando não valorizamos… quando não amamos.

Isto é o que nos chama!

Uma cultura da diversidade

A vida de coexistência na diversidade, onde muitas culturas coexistem, deve ter uma razão muito valiosa para a sua existência: o respeito, a experiência diária e manifesta o verdadeiro amor, apesar das diferenças.

A diversidade é muito boa! Nutre, ensina, desafia, fortalece, amplia.

Perguntamo-nos: E a nossa passagem por ela? Viemos para ser ou não ser? Deixamos traços? Deus quer que sejamos invisíveis? É aí, na procura destas respostas, que a CIEES (Comunidade Internacional de Empresários e Executivos) aparece nas nossas vidas.

Ansiamos por uma diversidade dedicada ao mundo do trabalho, baseada no empenho e na fraternidade. Assim, decidimos parar a roda – as nossas vidas -, observar e centralizar Maria – Mãe e fonte infinita de amor e inspiração – nas nossas vidas, fazendo dela o centro e eixo das nossas acções e consagrando-Lhe assim também as nossas vidas no mundo do trabalho.

A mensagem do retábulo

Os raios da roda simbolizam as acções empenhadas que devemos tomar como Seus filhos: “Do mundo do trabalho ao coração; do mundo das acções à nossa Mãe”.

Só assim, se as nossas acções (os raios) forem dirigidas a Maria e a Jesus (centro e eixo), a nossa vida (a roda) virará na direcção certa, com o melhor da marcha e sob o manto, força e luz do Seu amor.

Abrir o espiritual ao mundo do trabalho e oferecer as nossas acções… essa é a nossa grande missão, com Maria, a nossa Mãe, como centro das nossas vidas.

Pazos de Toledo

Original: espanhol (21/2/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Tags : , , , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published.