matrimonios

Colocado em 2021-09-22 In Vida em Aliança

Renovando o amor

COSTA RICA, Mary Cruz Coto Cordero •

Desde 14 de Fevereiro de 2021, o grupo do Ramo das Famílias de Cartago, Filhos de Maria, Luz da Esperança, constituído por seis casais, iniciou o seu terceiro ano de formação. Na Costa Rica, como em muitos outros países latino-americanos, os casais que se aproximam da Obra Familiar passam por um itinerário determinado de introdução, formação, discernimento e decisão. A caminho desta conquista diária da santidade matrimonial, viveram cada uma das conversas, propósitos e vinculações com grande entusiasmo, na sua maioria de uma forma virtual, sem que isso amortecesse a grande alegria que caracteriza os membros de Schoenstatt. —

A força do amor esponsal é muito grande e pouco a pouco, durante este caminho, cada um dos casais tem continuado a amar, a trabalhar e a preparar-se para um dia muito especial neste ano de formação.

Llega el día tan anhelado: ¡Renovar votos matrimoniales como parte de ese vínculo de amor de los esposos! Los pequeños detalles que mostraban la inmensidad del amor, de la emoción y alegría, estas seis parejas nuevamente decidieron caminar de la mano, junto con la bendición de Dios y el cobijamiento de nuestra Mater.

matrimonios

Preparando-se para a renovação

As minhas filhas estão entusiasmadas por fazerem parte deste dia tão especial“, diz Auxiliadora Meneses, e é uma reflexão que cada um dos membros das famílias esperou ansiosamente pelo dia do rito. “Marianita até nos preparou um bolo“, disse Vanessa Sánchez. E as famílias estavam igualmente unidas, e cada uma delas foi fundamental na preparação dos pormenores.

Como se nos estivéssemos a casar de novo! Foi assim que se organizaram, primeiro com a preparação dos convites, depois com a coordenação da Recepção e os pormenores da Santa Missa.

As mulheres prepararam uma serenata para os cônjuges. Foi um dia emocional, depois de meses sem se verem pessoalmente, e permanecerá para sempre nos seus corações. Desta forma quiseram expressar a sua gratidão e o seu desejo de continuarem a caminhar juntos.

Além disso, fizeram deste rito um dia especial, acrescentando um valor mais sentimental com os ramos de flores, cada um feito de uma forma personalizada. Na noite anterior, juntaram-se para reunir os buquês, com a ajuda da sua amiga Melania Dittel, bem como as boutonnières masculinas. Os buquês foram posteriormente utilizados para decorar as mesas de recepção. Em tudo isto, o seu trabalho, empenho e amor também estavam reflectidos.

Foi assim que durante este percurso de formação, aprenderam, re-encantaram-se, apoiaram-se e voltaram a tomar um ao outro pela mão para continuarem nesta sublime vocação matrimonial. Eles viveram na exortação apostólica Amoris LaetitiaO sacramento do matrimónio não é uma convenção social, um rito vazio ou o mero sinal externo dum compromisso. O sacramento é um dom para a santificação e a salvação dos esposos, porque «a sua pertença recíproca é a representação real, através do sinal sacramental, da mesma relação de Cristo com a Igreja. (numero 72, capítulo 3).

Uma Missa “aberta”

O padre José Luis Correa concelebrou a Santa Missa com o diácono em trânsito Joel e o seminarista Andrés, juntamente com um grupo de catequistas de iniciação cristã da paróquia de San Isidro de Heredia.

A visita de membros do Movimento de Cartago, um grupo do Ramo das Famílias, que renovaram os seus votos de casamento, tornou esta Eucaristia cheia de amor e alegria.

matrimonios


Fonte: www.schoenstattcostarica.org – com autorização dos editores

Original: espanhol (21/9/2021). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *