Postulantes Brasil

Colocado em 2020-12-30 In Schoenstatteanos, Vida em Aliança

“Deus me deu a túnica, o Espírito Santo as palavras e Jesus a coragem”

BRASIL, Matheus Silva de Lima

Matheus Lima, da Juventude Masculina de Jaraguá em São Paulo, compartilha conosco seu caminho até a decisão vocacional que o levou a dar o SIM a Deus na comunidade do Instituto dos Padres de Schoenstatt junto com mais dois jovens brasileiros, Davi Vilarinho da Juventude Masculina de Jaraguá e Fernando Henrique Rodrigues Santos da Juventude Masculina de Ibiporã no Paraná. Rezamos pelas vocações destes jovens e agradecemos o sim generoso à missão. —

Inícios

Desde minha infância, nunca fui um menino que as pessoas diziam: esse tem cara de padre. Mas, quando eu era pequeno, ao ver aquelas pessoas com túnicas servindo ao padre, brotou uma vontade em meu coração em servir ao altar. Então, com meus 11 anos, entrei ao grupo de acólitos e coroinhas.

Acho bonito como Deus agiu em minha vida. Minha família nunca foi de frequentar a igreja, somente minha mãe costumava ir às missas dominicais. Mesmo assim, essa vontade de servir brotava em meu coração, apesar de nunca ter sentido que alguém a colocou ou a forçou em mim. Deus me fez andar com as próprias pernas e, assim, entrei nos pioneiros, para o Jumas e caminhei até minha aliança de amor.

JUMAS

“Deus não te dá um espírito de covardia e sim de coragem!”

Missão Bolívia, 10 de julho de 2019

São 8 anos de história vivida dentro do santuário, foram muitos retiros, vivências, conversas, missas e missões! E uma delas me tocou de forma especial: a missão fronteira (conhecida como missão Bolívia). Foram muitos acontecimentos até esse momento, mas o dia 10 de julho de 2019, foi o dia mais feliz da minha vida.

Nesse dia, com a autorização do meu assessor, celebrei a liturgia da palavra. No inicio, eu estava muito nervoso e inquieto, mas quando vesti a túnica, senti a Trindade Santa em mim! Deus me deu a túnica, o Espírito Santo as palavras e Jesus a coragem.

Ao relembrar esse momento, sinto-me tocado por uma frase que eu disse: “Deus não te dá um espírito de covardia e sim de coragem!” E foi assim na minha vida: meus passos foram passos de coragem, pois Deus me deu esse espírito.

Depois disso, passei o fazer meu discernimento de forma mais profunda, e foram meses de confronto comigo mesmo. Então, Deus me deu mais coragem e dei meu sim a Jesus e a Maria: foi quando eu encontrei minha felicidade. E quando soube que teria dois futuros irmãos de curso brasileiros, meu coração se alegrou, terei dois amigos para sonharmos, juntos, o caminho até o sacerdócio!

 

Davi Vilarinho, Jumas Jaraguá (SP) | Matheus Silva de Lima, Jumas Jaraguá (SP) | Fernando Henrique Rodrigues Santos, Jumas Ibiporã (PR)

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *