Schoenstatt Burundi Congo

Colocado em 2020-10-14 In Vida em Aliança

Um novo país, uma nova tarefa: Primeira filial dos Padres de Schoenstatt no Congo

BURUNDI/REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO, Pe. Christian Banyanga /mf •

Depois de 40 anos em Burundi, os Padres de Schoenstatt sentiram a necessidade de estender suas atividades para outros países da região dos Grandes Lagos. Este ano de 2020, ano da pandemia que até agora praticamente não afetou a África, passará para a história como um ano fecundo da Delegação “Sião Patris Africae”. Na República Democrática do Congo, onde Schoenstatt cresce há anos e de onde saíram vários Padres de Schoenstatt, foi fundada sua primeira filial. —

Uvira

Uvira às margens do lago Tanganica. Foto: Wikipedia

Desde 1974 em Burundi

Em 1974 os Padres da província suíça, que construíram a comunidade em Burundi, foram primeiro à paróquia rural de Mutumba na diocese de Bujumbura. Lembremo-nos que um dos Padres que chegou naquele ano para começar um trabalho missionário, o Pe. Othmar Landolt, está desde então nas terras do Burundi. Isso nos lembra as palavras de Jesus: “se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, permanecerá ele só; mas se morrer produzirá muito fruto.”

Em 1993 os Padres começaram a formar a filial Monte Sião Gikungu em Bujumbura. Eles queriam ampliar o alcance da missão de Schoenstatt a partir dali, da cidade. Assim disse o Pe. Othmar Landolt: “Nosso primeiro objetivo era nos estabelecer na cidade de Bujumbura, para estarmos mais próximos das pessoas. Assim, o Movimento poderia expandir-se melhor em meio a uma população numerosa e dinâmica. Mutumba conserva sua missão, mas nós queremos levar nossa missão à capital e além.” Até agora em 2020, o Monte Sião Gikungu era o único lugar da África Central no qual os Padres estavam estabelecidos de forma fixa. A partir dali viajavam para o campo, para a República Democrática do Congo, Tanzânia e Ruanda.

Schoenstatt Burundi Congo

Peregrinação ao santuário Monte Sião Gikungu

Um novo começo em Uvira, RD Congo

Os Padres de Schoenstatt olham para trás, vêem uma história fecunda e têm a alegria de ampliar sua missão através de sua presença na República Democrática do Congo. O dia 2 de outubro foi o dia do novo começo na diocese de Uvira, no Congo. Uvira é uma cidade às margens do lago Tanganica, no distrito de mesmo nome, da província de Kivu do Sul, na RD Congo. A cidade está localizada na estrada para Bukavu e Bujumbura, a 25km de Bujumbura.

Em 2017 o Pe. Jean-Bernard informou: “Há 20 anos foi fundado o Movimento de Schoenstatt na RD Congo. Foram os estudantes de Burundi, da universidade de Bukavu, que trouxeram Schoenstatt ao Congo. Graças ao forte compromisso dos laicos, produziu-se uma forte expansão na arquidiocese de Bukavu e posteriormente também na de Uvira. O Movimento também tem brotos na diocese de Goma, Kasongo, Butembo, Kindu e Lumbumbashi. Aqui também há muitos encontros de formação para dar vida ao Movimento. Há três anos os Padres de Schoenstatt de Uvira puderam comprar um terreno com o objetivo de construir um santuário. Mas ainda nos faltam os meios financeiros e pessoais para que esse sonho congolês se torne realidade…”. Agora irão viver e trabalhar ali os primeiros Padres de Schoenstatt.

Foram enviados o Pe. Jean-Marie Bisimwa Isaac, o Pe. Alain Amani Mwilarhe e o diácono Emmanuel Kahavu Lusengera para começar esta aventura santa. Depois de muitos anos de paciência, a comunidade colocou-se em marcha para anunciar a missão do nosso pai e fundador no Congo partindo do Congo.

Na manhã do dia 2 de outubro a comunidade do Monte Sião Gikungu se reuniu no santuário para agradecer a Deus, pedir pelos frutos da nova tarefa e também para acompanhar os irmãos de comunidade em seu caminho. O superior da delegação, Pe. Jean-Bernhard Mazuru celebrou a Santa Missa. Finalmente, o delegado acompanhou seus irmãos ao seu novo lugar de trabalho.

Uvira Schoenstatt Congo

Uvira. Foto: Wikipedia

Original: Espanhol (13/10/2020). Tradução: Luciana Rosas, Curitiba, Brasil

 

Site dos Padres de Schoenstatt em Burundi (FR)

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *