Colocado em 27. Outubro 2016 In Projetos

Lançamento do Fortalecimento Conjugal na Espanha

ESPANHA, Manuel de la Barreda Mingot •

whatsapp-image-2016-10-05-at-12-21-59No fim de semana do dia 30 de setembro ao 2 de outubro de 2016 foi realizado o primeiro Fortalecimento Conjugal (Forta) na Espanha, e eu tive a imensa sorte de poder ter participado com Lourdes, mina esposa.

Devido ao funcionamento interno do Forta, não podemos contar nada do que aconteceu durante o encontro para não revelar seu conteúdo a futuros participantes, e que assim possam aproveitar tudo, para se deixar levar e confiar. É preciso se entregar, sentir-se pequeno e humilde e se abrir para o que vier para poder aproveitar ao máximo.

Obrigado México, Costa Rica, obrigado equipe organizadora…

Não posso falar do interior do Forta mas sim, do exterior e do que significa para mim.

Primeiramente agradeço a equipe organizadora (Natalia e Jörg, Maria e Iván, Inés e Alonso, Belén e Cayetano, Maria José e Huberto, Rosa e Eduardo, Rosa e Narcís, Ana e Rafael, Ana e Miguel, Macarena e Luis, Irmã Mónica-Maria e Pe. José Maria), à família de Schoentstatt de Costa Rica (especialmente a Coca e Felipe que vieram de lá para a Espanha para ajudar e apoiar) e ao México (por ser os pais desta maravilha).

À Costa Rica porque lá participaram os espanhóis da equipe organizadora e, segundo o que nos contaram, foram recebidos com todo o carinho e amor que só em uma família se pode dar.

À equipe organizadora por se entregarna esta tarefa. Porque aprenderam muito bem em Costa Rica o que é acolher e dar amor.

Obrigado a todos.

 E o que significa o Forta para mim?

Vou tentar explicar no âmbito pessoal, conjugal, como equipe organizadora e no âmbito de Schoenstatt.

Âmbito pessoal

O Forta é um exercício de confiança tremendo. Você não sabe o que vai acontecer. Não te contam e logo você vê que isso faz parte do encanto, mas na vida que levamos, não deixamos de planejar algo até o mínimo detalhe. Você se vê obrigado a sair da sua zona de conforto e, graças a isso, é possível produzir mudanças em você. Quem se acomoda na sua zona de conforto, sempre negará qualquer mudança. Como disse, tudo isso faz com que nos entreguemos, que sejamos pequenos, humildes e para que estejamos abertos à surpresa. Resumindo: ser como uma criança. Já nos dizia o Pe. Kentenich (Infância Espiritual) e além disso, Cristo, em Mt 18,4.

Âmbito conjugal

O Forta é algo grandioso já que provoca uma reflexão interna no casal, um recordar dos sonhos iniciais, um despertar de sentimentos que pareciam esquecidos, um polimento de atos e atitudes que, com o passar do tempo, vão ficando esquecidos. Lembro-me de uma palestra sobre a oração do Pe. Lorenzo Luetjens, na qual dizia que a oração é perder tempo com Deus. Grande verdade e como é importante saber disso neste mundo tão corrido que nos rodeia. O casamento também é perder tempo com seu cônjuge. No final, oração e casamento se baseiam no amor e este não tem medida, eficácia, nem tempo. Quem é capaz de perder tempo com uma pessoa é porque a ama muito. E se ao nosso lado temos uma pessoa que contraímos o sacramento do matrimônio, ou seja, somos cada um Cristo para o outro, devemos estar dispostos, em função do amor, a perder todo o tempo do mundo com ele/ela. No Forta se recupera este sonho que tínhamos quando éramos namorados ou recém-casados, de simplesmente estar com o outro. Mas só isso. O Pe. José María García Sepúlveda nos disse no Forta que só o amor que se comunica é o amor que fecunda, que enriquece e que cura. E isso no casamento, só acontece através do diálogo. Não falar, dialogar. Comunicar sua alma pura ao outro.

Equipe organizadora

Âmbito como equipe organizadora

Todo o trabalho que foi desenvolvido, tanto na preparação durante muitos meses como no desenvolvimento do Forta, é um contínuo ato de amor. Amor a Cristo e à Mãe como fonte, e amor aos participantes do Forta como destinatários através de inúmeros detalhes e um contínuo sair de si mesmos ao encontro dos participantes. É puro Capital de Graças. Tive a grande sorte de que, entre os componentes da equipe organizadora, estivessem minha irmã e meu cunhado, e vários casais amigos de nosso grupo de vida e da militância. Depois da vida toda com minha irmã, de 17 anos no grupo de vida, um vai conhecendo as fraquezas e fortalezas do outro. Ver como esquecem estas fraquezas e superam as fortalezas, simplesmente por amor, por entrega e por dar de graça o que de graça receberam em Costa Rica, emociona. É emocionante porque fazem por mim, por minha mulher e por mim, por nosso casamento e por cada um dos participantes de maneira individual e plena. E não só pelos amigos. Entre os componentes da equipe organizadora tinham casais que não conhecíamos ou inclusive que, como disse anteriormente, tinham vindo da Costa Rica para apoiar e que também não nos conhecíamos. Dava na mesma, a entrega generosa era de todos e para todos. Era uma entrega de amor, obrigado de novo!

No âmbito de Schoenstatt

O Forta significa uma resposta firme e clara ao Papa Francisco de que estamos com ele e o escutamos. Pelo fato do jubileu, pediu-nos em Roma que saíssemos de nós mesmos. Daí surgiu Schoenstatt em Saída. E pediu a todos os cristão na exortação Amoris Laetitia, no número 52 perguntando diretamente “Quem se preocupa hoje em fortalecer os cônjuges?” Então, depois de viver este Forta, tenho certeza que Schoenstatt se preocupa em fortalecer os casais cristãos. Desde 1985 se preocupa com isso, quando nasceu na família mexicana. E dali, foi passando para outras famílias: Costa Rica, Equador, Estados Unidos, Argentina, Chile, Paraguai, Itália, Alemanha e agora também na Espanha. E que o Fortalecimento Conjugal é um verdadeiro Schoenstatt em Saída como presente para a Igreja e a sociedade de hoje em dia, defendendo o matrimônio e a família, tão atacados pela ideologia de gênero imperante.

Mensagem clara, sem confusões nem interferências

Uma última questão. Aconteceu algumas vezes na Igreja que, dependendo do tema e a quem perguntasse, cada um dava uma resposta diferente, o que provocava muita confusão entre os fiéis. Eu tenho a sorte de poder estar cursando mestrado em ciências do casamento e família do Pontifício Instituto João Paulo II, instituição criada por este grande santo defensor da família e do casamento e para defesa da família e do casamento. Então, tudo o que vivi no Forta é absolutamente coerente e vai de encontro com o que este mestrado ensina. E não é que um seja mais importante do que o outro ou vice-versa. É que é um alívio para os fiéis quando a mensagem é recebida de forma clara e concisa, sem confusões nem interferências. É uma garantia e uma sorte poder dizer isso. Poder pertencer à Igreja e a Schoenstatt e poder ter participado deste Forta.

O Fortalecimento Conjugal é um presente de Deus a Schoenstatt e, portanto, deve ser um presente de Schoenstatt à Igreja.

FORTALECIMENTO CONJUGAL. SCHOENSTATT EM SAÍDA.

 

Foto acima: equipe organizadora. Faltam dois homens por estar “a serviço”.

Original: espanhol. Tradução: Isabel Lombardi, Guarapuava PR, Brasil.

Etiquetas: , , , , , , , , , ,