Natal solidario

Colocado em 2021-01-06 In obras de misericórdia, Projetos, Schoenstatt em saída

15º Natal Solidário – “Cristo Tabor, esperança para novos tempos”

BRASIL, Leonardo Leite •

O Natal Solidário chegou neste ano de 2020 a sua décima quinta edição. Mesmo diante de um cenário díspar, ainda assim a comissão organizadora tinha um objetivo em comum: mais uma vez o projeto não poderia deixar de estar presente nas ruas. No final disso tudo, foi essa mesma comissão que carregou tão a fundo a realização dessa missão. —

Após momentos de conversa e planejamento, foi definido que neste ano haveria mudanças por conta da pandemia da COVID-19. A principal delas seria no número reduzido de voluntários e no horário, já que não mais estaríamos cumprindo um mapa de comunidade nas ruas, mas sim separados em duas praças do centro de São Paulo. O lema do ano que conduziria os trabalhos foi: “Cristo Tabor, esperança para novos tempos”.

Desafios e criatividade nos novos tempos

Os desafios foram diversos, um maior que o outro, mas o desejo de fazer acontecer essa edição tão especial e ajudar o próximo, foi maior que tudo. Foi preciso deixar muitos eventos típicos de lado e trabalhar a criatividade. Sendo assim, além da arrecadação presencial, também aconteceram arrecadações online, através da contribuição monetária em que os responsáveis pelo projeto assumiram a tarefa de comprar os itens do kit que é levado aos irmãos em situação de rua.

Nosso concerto de música sacra anual também precisou de modificações, sendo realizado de forma online através de uma ‘live’ na página do YouTube do Santuário Sião do Jaraguá. Apenas o ‘Jogo Solidário’ (também realizado de forma anual) foi mantido de forma presencial, podendo ser realizado apenas um jogo, diferente dos outros anos que os jogos eram uma das nossas mais numerosas formas de arrecadação.

Natal solidaria

Mudança no meio do trajeto

Até este ponto estava tudo certo. Mas, veio então o decreto do Governo estabelecendo o dia 25 de dezembro como fase vermelha* do plano de contenção do coronavírus. Diante desta notícia, a comissão central se reuniu às pressas e, juntos ao assessor, optaram por retirar os voluntários das ruas, assumindo a reponsabilidade de ir apenas à comissão central, para diminuir os riscos e ainda assim não deixar que o Natal dos nossos irmãos passasse em branco.

“Quem tem uma missão há de ser fiel e cumpri-la”

E assim aconteceu a 15ª edição do Natal Solidário, em que os membros da comissão central, com a ajuda de alguns voluntários conduzindo os carros de apoio, levaram mais uma vez uma pequena contribuição material e principalmente a esperança de novos tempos às ruas da capital de São Paulo. Os voluntários por sua vez não ficaram de fora da missão apesar de não irem para as ruas, receberam depois um kit contendo sua camiseta, cruz, um panetone e um refrigerante, com a missão de entregar essas doações para um irmão em situação de rua, próximo de suas casas, ou para alguma família carente.

* Fase vermelha – referência a fase 1 do Plano São Paulo de contenção a COVID-19 e de retomada econômica durante a pandemia. Considerada a fase de maior restrição, com proibição para prestação de serviços, fechamento de comércios, sendo liberado apenas serviços essenciais.

 Fonte: www.jumasbrasil.com.br

Etiquetas: , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *