Colocado em 2016-12-23 In 100-casas-de-solidaridade, Aliança solidária, Schoenstatt em saída

“100 casas”: a caminho do Natal, avançamos, guiados por uma estrela de solidariedade

100 CASAS, María Fischer e Ani Souberlich •

Bethlehem, Israel - July 12, 2015: A silver star marks the traditional site of the birth of Jesus in Bethlehem's Church of the Nativity, Bethlehem, Israel

Belém

A caminho do Natal, avançamos…

Nós, povo em busca, povo à espera, povo da esperança…

A caminho do Natal, avançamos…

Guiados por uma estrela, uma estrela de paz e solidariedade…

A caminho do Natal, avançamos…

Somente um desejo guia nossos passos: encontrar um menino, encontrar o sorriso de um menino, encontrar o humano de um menino…

A caminho do Natal, avançamos…

As mãos estendidas ao outro, o diferente, o estrangeiro, o desalojado, o não querido…

A caminho do Natal, avançamos…

E cantamos: “Paz aos homens de Boa Vontade”

 

Com este texto, os Maristas Azuis saúdam desde Alepo, Síria. Natal como aquele em Belém, pobre, simples, em risco, um Natal no qual os que se deixam guiar pela estrela da paz e solidariedade talvez não recebam presentes, mas sim, um presente maior e mais puro do amor misericordioso e solidário de Deus: aquele menino de Belém, seu Filho.

A caminho do Natal, avançamos… todos nós ao darmos uma mão, um presente, um momento, uma oração, um olhar ao pobre.

A caminho do Natal, avançamos – é também o título para o projeto de Natal que surgiu em 6 de dezembro ao dialogar na equipe de schoenstatt.org e compartilhar as fotos das quatro casas solidárias mais novas, totalizando já 180 casas.

“100 casas solidárias” começou em 2013 como expressão concreta e real da Aliança Solidária com o Papa Francisco. É construir uma casa para Jesus buscando teto e lar… é dar um lar à uma família, e outra, e outra… a famílias de extrema pobreza no Paraguai. É fazer algo, algo real, concreto, algo que fique neste Natal, guiado pela estrela da paz e solidariedade.

Se não puder alimentar centenas de pessoas, alimente uma só, disse Madre Teresa. Não podemos construir uma casa para todas as famílias pobres do mundo, nem à todas as famílias pobres do Paraguai. Mas para uma só, sim, podemos. Para 30 famílias que se encontram em condições de puro horror… com solidariedade e criatividade e em rede, sim, podemos… Assim começou tudo na Páscoa de 2013. Poucas semanas depois, ao selar a Aliança Solidária com o Papa Francisco, surgiu a “missão impossível”: 100 casas. 100 casas para 100 anos da Aliança de Amor. Presente ao Papa Francisco, algo que marque o jubileu…. Foram marcas do jubileu 100 famílias com uma casa… E não terminou. Parece ser de Deus. “Que as casas solidárias e a solidariedade continuem” – entre os 10 “sonhos” para o futuro do schoenstatt.org manifestados durante o encontro de planejamento do conselho do Schoenstatt.org no final de janeiro de 2015 em Madri, estava este. E continuou.

1c-ursula-sundarp

E se buscamos chegar às 200 para o Natal?

Continuou com novo fogo naquele intercâmbio do dia 6 de dezembro, intercâmbio ao redor da mesa (virtual) do “dreamteam” de schoenstatt.org na segunda semana do Advento:

Quantas casa faltam para as 200?

20… só 20.

200 casas para o Natal?

Padre José Maria, adiantou a minha ideia.

Deve ser do Espírito Santo então.

Não seria a melhor maneira de percorrer o caminho ao Natal, construindo solidariedade?

Realmente é lindo criar casa para Jesus em seus irmãos mais pobres.

Que alegria realizar algo concreto, real, algo que fica.

Claudia Echenique: Há 20 anos, pouco tempo depois de que os Padres de Schoenstatt se mudaram da casa do Bairro de Belgrano na cidade de Buenos Aires para a Casa de Sião em Florencio Varela, a 12 quadras do Novo Schoenstatt, o Pe. José Pontes me propôs fazer um vídeo para um projeto que queria realizar. Acontece que, ao redor de Sião, nos terrenos que eram como lixão, em vinte dias se instalaram umas 300 famílias muito pobres, que não tinham nada. Fizeram seus “puxadinhos” com papelão, placas, lonas, plásticos… o Pe. José Pontes buscou padrinhos para essas famílias para que pudessem ter os materiais e construir suas casas. Este é praticamente o bairro que hoje rodeia a Casa dos Padres e o Santuário de Sião em F. Varela. Este projeto foi chamado “De Belém a Nazaré”, para que essas famílias que estavam em um “puxadinho” muito parecido ao presépio em Belém pudessem chegar a ter uma “casa” simples, mas sólida, como a Sagrada Família de Nazaré. Depois de 20 anos, esta etapa das casas solidárias poderíamos chamar “De Belém a Nazaré”, o que vocês acham?

Susana Llorente: Com relação às casas solidárias que faltam, proponho que como “Dreamteam” financiemos algumas casas. Na Argentina e Buenos Aires não vai ser tão difícil juntar o dinheiro, teríamos que ver como enviar…

Nesta altura do diálogo, o fogo já ardia…

4a-campanita-bbs-corrientes

Abriu-me o coração

Já há três anos, o envio de dinheiro é bem fácil, temos conta no Paraguai e na Alemanha, usamos PayPal, e – como chave de ouro – estamos quase concretizando um sonho que surgiu há dois anos: um sistema de doações online oferecido na “aliança solidária”, que em breve permitirá fazer doações para casas solidárias com um clique só…

Dentro de poucos dias, teremos doações da Espanha, Portugal e Alemanha para 4 casas. O Pe. Egon Zillekens é o primeiro em usar o novo sistema de doações online para presentear uma casa em nome do Santuário “Kanaan Patris” do Instituto. “O intercâmbio me abriu o coração”, comenta uma colaboradora de schoenstatt.org ao doar.

“Neste Natal Deus sai ao nosso encontro de uma maneira muito especial, está nos dando a oportunidade de fazer algo “concreto” por alguém que está em condições inferiores à nós.

Que seja este nosso Capital de Graças para fazer chegar ao Santuário Original este Natal! ”, comenta Susana Llorente, de Buenos Aires.

“No Paraguai há também iniciativa para novas casas”, diz o Pe. José Maria Garcia. “Me prometeram uma em Assunção e irão entrar em contato com Ani.”

“Aqui em Roma é certeza: na missa do dia 18 vamos pegar a coleta da missa com esta finalidade! Foi minha ideia e todos me apoiaram”, avisa Pamela Fabiano.

Até o dia 18 de dezembro, são 10 casas. Faltam 10… para as 200.

Quase 200 casas. Quase 200 famílias. Um bairro inteiro. Um bairro de solidariedade. Um bairro de esperança, um bairro de presente ao Papa Francisco.

A caminho do Natal, avançamos…

4b-campanita-bbs-corrientes


Offline:

TRANSFERÊNCIA PARA A CONTA DE DOAÇÕES NO PARAGUAI

Ana Esperanza Souberlich Martinez
N° da conta: 7.0175419/0
BIC UBBRPYPX
Banco Itaú Paraguay S.A. Asuncion
Paraguai

TRANSFERÊNCIA PARA A CONTA DE DOAÇÕES (SEPA) – Opção para doações da Europa

Maria Fischer
IBAN DE08400602650062268615
BIC GENODEM1DKM
Uso previsto: 100 casas

Uma casa pode ser feita com 200 €/US$.

paisaje-de-campo-paraguayo

Aqui está Belém.

100 casas solidárias

Original: espanhol. Tradução: Isabel Lombardi, Guarapuava PR, Brasil.

Etiquetas: , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *