Santa Cruz do Sul

Colocado em 2021-10-16 In Vida em Aliança

Onde Deus está?

BRASIL, Dr. Antônio Manoel de Borda, Neurologista •

Dizem que Ele está em todos os lugares. Sendo assim, não pode ser retirado de nenhum lugar. —

Santa Cruz do SulAssisto com muita tristeza, os eventos relacionados, a ação de retirar o Santuário de Schoenstatt do lugar em que a Mãe Peregrina se abrigou nessas terras há mais de 40 anos. Na minha infância, vivi sua instalação e assisti com prazer a euforia das pessoas que participaram da sua construção e estabelecimento. Ouvi muitos discursos sobre o futuro promissor do local. Hoje assisto a amargura da referência ao “Santuário sem Altar”, especialmente voltada para a ordem religiosa responsável, que comunicou seu desejo de não apenas subtrair o Santuário de sua arte sacra mas, de chegar às vias de demoli-lo.

Quem visita o Santuário hoje, vê um lugar despido e açoitado em uma coroa de espinhos. Segue em via crucis para um futuro incerto. Restou para Schoenstatt a simplicidade. A luz entra pela porta e reflete sua intensidade na parede branca, antes era absorvida pelo pesado e escuro altar. A luz libertada agora aquece e conforta os visitantes. No coração da construção com humildade pulsa a imagem de Maria, a mãe de Cristo. Ele humilde, viveu sem altares e foi flagelado da mesma maneira que o Santuário.

A união que mobilizou a comunidade e o poder público para seu salvamento é o exemplo vivo do que realmente significa o Santuário. Seus salvadores aproximam-se de Deus bem mais do que antes quando visitavam o Santuário Completo.

Em 1977 a irmã Jacoba Baum se referiu ao lugar como algo que “caiu dos céus”.

Imagino o que ela falaria hoje… Quem sabe enxergaria a luz em sua plenitude sem adornos.

Santa Cruz do SulQuando contemplo o “Santuário sem Altar” vejo a grandeza imaterial da união em torno dele. Da busca por preservar os sonhos que foram embalados por nossos antepassados.

As irmãs de Maria ao descer da sua Cruz em direção ao pragmatismo, nunca foram tão eficientes em abrir os corações das pessoas para Deus. Desejo que Deus ilumine suas decisões na construção de um novo Santuário com a segurança e conforto que necessitam. Mas não importa quantas peças, certificados de propriedade e até tijolos resolvam tirar de lá, Deus vai ficar no mesmo local que há anos a irmã Jacoba e outros tantos, pediram para ele morar. Deus vive na união dos homens e em torno de coisas, especialmente das “que caem do céu”. Não pode ser removido por decisões administrativas.

Que o Santuário Schoenstatt tenha um longo e belo caminho materializando altares no coração de todos!

 

 

Fonte: GAZ, com permisso.

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *