Colocado em 9. Outubro 2016 In Schoenstatteanos

Misericórdia. O segredo para ser felizes. O novo livro do Padre Cruz Viale

Itália/Argentina, por Pamela Fabiano •

copertina-libro_viale“Misericórdia. O segredo para ser felizes. Dez meditações sobre o Evangelho” é o novo livro do Padre Cruz Viale, sacerdote dos Padres de Schoenstatt, que vive e ensina em Córdoba (Argentina), e por alguns anos viveu em Roma, onde obteve um doutoramento em Teologia Moral na prestigiada Universidade Pontifícia Gregoriana.

O livro, editado pela Editorial Patris Argentina, reúne 10 meditações sobre o significado da misericórdia, assim como é mostrada por Jesus nos Evangelhos. Seguindo a S. Tomás de Aquino, Santo Agostinho, passando por pensadores modernos e contemporâneos como Von Balthasar, Guardini, Kentenich, até aos Papas João Paulo II, Bento XVI e Francisco, o Pe. Viale introduz-nos no tema da misericórdia através do que eles nos deram, no decorrer dos séculos, de tudo o que o próprio Jesus expressou nos Evangelhos.

Neste Ano Santo da Misericórdia, que está quase a terminar, o leitor pode meditar e exercitar os seus “problemas”, que lhe são próximos e se relacionam com o tema da misericórdia divina. Um exemplo, sobretudo, é a meditação da passagem do Evangelho de Mateus na qual os discípulos estando na barca são apanhados por uma tempestade e Jesus, caminhando sobre as águas para eles, convida-os a ter mais fé Nele (cf. Mt 14,22-32).

O Pe. Viale oferece como estímulo de leitura a experiência da filialidade, elaborada pelo Padre Kentenich. A abertura, a entrega, como filhos, à proposta de Jesus. A experiência de uma relação na qual a fé nos torna livres para enfrentar os próprios medos e debilidades, trazendo-nos ainda, benefícios. Pedro e os outros discípulos, com efeito, têm medo de confiar num “fantasma” que os convida a prosseguir na tempestade, mas justamente este medo define-os como filhos que estendem os braços ao Pai e se entregam totalmente a Ele.

O Padre Kentenich expressa este conceito muito claramente no seu livro “Desafios do nosso tempo”, Chile 2008, onde mostra como as debilidades e os medos de cada homem são recursos para ser pessoas íntegras, sãos interiormente, livres diante dos outros.

Muitos outros exemplos podem ser tirados deste lindo volume de meditações. No capítulo dedicado às bodas de Canã (Jn 2,1-11), a Virgem compromete-se com a história da misericórdia de Deus, perante nós, seus filhos. Aqui, a fé torna-se audácia em Maria. Nela, a misericórdia de Deus perante eles, que não têm mais vinho, encontra uma aliada no cumprimento da missão de Jesus. As palavras do teólogo Von Balthasar unem esta experiência mariana da misericórdia ao sorriso da criança para sua mãe, que é um caminho para Deus através de uma relação de olhares e de fé recíproca.

Um livro, do Padre Cruz Viale, que realmente vale a pena ler e meditar, não só porque abre um percurso original sobre o tema da Misericórdia, ajudando o leitor a educar-se na fé, mas também porque ele é um contributo contemporâneo de um estudioso do Pe. Kentenich e de Schoenstatt a toda a Igreja e à literatura cristã.

 

Foto: Padre Cruz Viale, primeiro à direita com os padres de Schoenstatt do seu curso na visita ao Santo Padre

Original: Italiano. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,