Colocado em 2016-03-23 In Schoenstatteanos

A vida dá-nos surpresas, surpresas nos dá a vida

Por Tita Miño, Paraná, Argentina •

image001Todos os acontecimentos foram preparados pelo Pai e através do tempo fez-me compreender, apesar de não entender cada vez que tirava um cartão do telefone do Pai: “A solidão é fecunda”.

Muitas noites acordava e, no meu interior, dizia-lhe “Olha, que não estou preparada, que sou débil e pequena…”. Até que chegou o dia. Estava só quando me disseram que ia perder a visão. O glaucoma tinha destruído 90% do nervo ótico. E não havia marcha atrás. Agradeço a Deus por ter estado sozinha no momento em que o médico falou. Porque tive paz e disse-lhe “Faça o que tem a fazer”.

De caminho para casa chorei muito e, ao chegar, não estava ninguém e pus tudo no Santuário Lar. A partir desse momento aceitei tudo com resignação. Mas no dia 1 de setembro, começámos a novena ao Padre Kentenich, como preparação para a cirurgia; na missa pedi-lhe que intercedesse por mim, para que, pelo menos, conseguisse ver alguma coisa.

Na madrugada piorei e, no consultório, disse a Héctor, meu marido:: “Se estou pior, vão antecipar a cirurgia, e tenho a certeza que o Pai está por trás disto… “

Assim foi! Já nem conseguia ver o rosto da médica. O médico que estava a estudar o meu caso disse: “Não permitirei que a senhora perca a visão. Vamos fazer uma cirurgia.” “Quando? “, perguntei. “Agora!”, respondeu.

Quatro horas depois da cirurgia… eu via novamente! Logicamente, apenas 10%. São as minhas “janelinhas do Pai”! O resto são cataratas; também  me operaram com laser o olhos esquerdo e o direito.

Conseguimos tudo isto com o Pai! Não podia acreditar, nem entender, recuperei entre 80% a 90% de visão em  cada olho. Hoje só uso óculos para a letra pequena.

Original: espanhol. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *