SantuárioCapela de Schoenstatt

Posted On 2022-11-19 In Santa Cruz do Sul, Vida em Aliança

A partir do Santuário de Santa Cruz do Sul, construindo uma Igreja sinodal, samaritana e missionária

BRASIL, Ruy Kaercher •

Continuam as atividades do Movimento Apostólico, ligado à “Capela Mãe de Deus”. No último dia 08/11/2022 tivemos a oração do Terço do “quilo”, cada participante traz alimentos não perecíveis que posteriormente são distribuídos a pessoas em condições de fragilidade social. —

No chão se pode observar o Terço desenhado, e sobre o qual se colocam os alimentos que cada participante trás. Após o Terço, entregamos parte do que foi arrecadado à creche Mãe de Deus, que atende 95 crianças, e que funciona ao lado do Santuário, perdão, ao lado da Capela de Mãe de Deus.

E a outra parte entregamos à Região Pastoral (área de muitas famílias carentes e em condições de fragilidade social), cujo pároco, padre Leão Gomes da Silva, é nosso assistente eclesiástico, designado por nosso Bispo Diocesano Dom Aloísio Alberto Dilli.

Schoenstatt em saída! Construindo uma Igreja sinodal, samaritana e missionária.

Entrega

Capela, santuário ou quê?

Continua, no entanto, a haver um assunto que parece ter sido retirado de uma má telenovela. Uma carta do Município, obviamente motivada por uma preocupação das Irmãs de Maria, afirma que deve haver apenas um (1) Santuário de Schoenstatt numa cidade. E qual é ele? O novo das Irmãs de Maria de Schoenstatt que ainda nem sequer foi construído? Não. Aquele que foi construído com toda a comunidade há mais de 40 anos e que foi despojado da Imagem de Graças, do tabernáculo, do seu mobiliário interior e até dos arbustos e das plantas à sua frente, das janelas e das portas e da torre do sino, e que no entanto reúne centenas de peregrinos com o seu Capital de Graças? Também não. O único Santuário “verdadeiro e autorizado” é um quarto na casa das Irmãs de Maria onde depositaram os elementos roubados, ah, desculpem-me, “guardados”. Telenovela, na verdade. Péssima telenovela.

Estão afirmando que estamos induzindo as pessoas em erro, não pode haver dois Santuários em Santa Cruz do Sul. Mas onde está dito isso? O Fundador “proibiu” a existência de mais de um Santuário na mesma localidade? Aí em Vallendar, quantos há? E mundo afora quantas cidades possuem mais de um Santuário.

Elas que mostrem de modo inequívoco onde está expressa esta “norma”, essa “lei” schoensatteana, de que não pode haver mais de um Santuário na mesma localidade?

Que a presidência internacional fale sobre isso?

Onde há uma imagem da Mãe de Deus, onde há pessoas que procuram o local no espírito da Aliança de Amor, onde se esforçam em viver as seis promessas contidas nesta Aliança, ali no Santuário. Todos os grupos e as mais de 600 pessoas que lá estiveram nestes três meses que o Santuário reabriu de forma regular, comprovam que é Santuario. Agora, que não queiram que seja denominado de Santuário de Schoenstatt, vamos denominar de outro modo. Mas a espiritualidade e o espírito é schoenstatteano.

Tags : , , , , , , , ,

1 Responses

  1. Luis Ventorini says:

    A Mãe atrai seus filhos. O que constrói e mantém um Santuário de Schoenstatt? Respondo: corações em Aliança com a Mãe. Essa é a matéria prima de um Santuário de Schoenstatt, abundante na hoje Capela, ou melhor, no sempre Santuário.

Leave a Reply

Your email address will not be published.