Colocado em 2. Novembro 2014 In Jubileo 2014

Assim se celebrou o Jubileu do 18 de Outubro em San José de Costa Rica

COSTA RICA, Vanesa Sotela de González. Ao chegar na sexta-feira 17, à noite, ao Santuário-Lar da sede do Movimento para participar na Vigília do Jubileu, tive a sensação de entrar no Santuário Original. Ao contemplar esse olhar único da Mater, surgiu em mim um sentimento de gratidão, de vida, de alegria, de agradecimento filial… de compromisso por me saber schoenstatteana, aliada à MTA e impactada pela vinculação com a Família em todo o mundo ao receber o mesmo olhar amoroso que Ela presenteia a todos os Seus filhos, o mesmo acolhimento e as graças que necessitamos.

A semente que, iluminado pelo Espírito Santo, semeou o Pai-Fundador José Kentenich naquele 18 de Outubro de 2014 , em Schoenstatt, ao selar a Aliança de Amor com a Mater, acompanhado por um grupo de jovens, espalhou-se por toda a dimensão do planeta, germinou, deu fruto e penetrou também no meu coração.

O compromisso em construir o início do segundo século de Schoenstatt

Cada Avé Maria da recitação do Santo Terço durante a Vigília, era um batimento em uníssono com o Coração da Mater, ansioso por ser testemunha dos cem anos da Aliança de Amor , ao amanhecer, e mais ansioso ainda, por assumir o compromisso de, entre todos, construirmos o início do segundo século de Schoenstatt com a missão de transformar o mundo, o mundo novo querido Deus, tal como, o nosso Pai.Fundador o ansiou.

Na Santa Missa de Renovação da Aliança da Campanha da Mãe Peregrina, dei graças a Deus por ter tocado tantos corações missionários dispostos a cuidar da Mãe e do Seu Divino Filho e a levá-l’Os a muitos irmãos que tanto têm necessidade d’Ela. Quando o Pe. Douglas Aragón disse, na Homilia, que celebraríamos os duzentos anos no Céu com o Pe. Kentenich e os filhos dos nossos filhos, a emoção arrancou-me lágrimas de alegria e esperança.

Rainha da Família

A Eucaristia solene de Renovação da Aliança na Casa Sede, a 18 de Outubro às sete horas da noite, reuniu a Família da Costa Rica em peso. Todos os Ramos ofereceram à Mater os seus presentes e generosas contribuições ao Capital de Graças, num desfile movido pelo amor e o desejo de corresponder, com obras , ao muito que Ela nos dá. Os nossos corações uniram-se em cânticos de veneração e louvor. Coroámos a Mater como Rainha da Família, com um espírito disposto e dócil a deixarmo-nos governar por Ela para estabelecer o Reino dos Céus, aqui na Terra, em cada coração.

Somos uma Família aliada, com um mesmo espírito que vibra de alegria. Cada um dos seus membros anseia ser um instrumento vivo que a Mater”defenda e utilize” para encher o mundo de amor, justiça, verdade e para caminharmos firmes e victoriosos pela Sua mão.

Santa Missa na Catedral

No Domingo 19, o Arcebispo de San José, Mons. José Rafael Quirós, presidiu a Eucaristia na Catedral, na qual participou a Família, como encerramento do Ano Jubilar. O Templo inundou-se com uma onda humana gigantesca que brilhava radiante e elevava a sua oração ao Céu. Cumpriu-se o desejo do Pe. Kentenich de ver a sua Família em comunhão com a Igreja Católica tão amada por ele, disposta a servi-la a partir da Aliança de Amor. Nosso Senhor abençoou-a por obedecer, abrigados pela Mater, os desejos e o querer de Deus Pai.É imensa a gratidão ao Todo Poderoso pelo presente maravilhoso de nos ter chamado para Schoenstatt.



Original: espanhol – Tradução, Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal