Arica

Colocado em 2022-08-21 In Dilexit ecclesiam, Vida em Aliança

Um Santuário verdadeiramente integrado na Igreja local

CHILE, Departamento de Comunicações San Marcos de Arica

Na Solenidade da Assunção de Maria ao Céu, D. Moisés Atisha convocou a Diocese a retomar a peregrinação anual da cidade até ao Santuário de Schoenstatt. —

Este 15 de Agosto, membros da Diocese de San Marcos de Arica reuniram-se, após dois anos, para peregrinarem unidos até ao Santuário de Schoenstatt. Durante a manhã, reuniram-se na periferia da cidade para encabeçarem a peregrinação a pé com a imagem da Mãe Peregrina de Schoenstatt. À medida que caminhavam, vários peregrinos vindos de diferentes comunidades, paróquias, capelas, Movimentos e escolas levavam a Imagem Peregrina de Schoenstatt à vez durante algum tempo.

Acompanhados pelo Padre Jesús Apiolaza, Assessor do Movimento de Schoenstatt em Arica, rezaram o Santo Rosário, pedindo a intercessão da Mãe do Céu para: a família, os consagrados, os doentes, os falecidos, e para a vida eclesial em Arica. Terminaram com as ladainhas à Mãe de Deus quando chegaram ao Santuário, onde o Bispo Moisés Atisha, juntamente com sacerdotes e diáconos, os esperavam.

Arica

Todos juntos como Igreja diocesana

Enquanto um grande número de fiéis vinha em peregrinação, outro grupo estava no próprio Santuário em oração, à espera, da chegada da Mãe Peregrina. O Bispo, com os paramentos prontos para a festa, recebeu os peregrinos e o quadro na esplanada do Santuário para celebrar, juntamente com vários sacerdotes, a Santa Missa da Assunção de Maria.

O Bispo Atisha colocou no altar as intenções de toda a Igreja de Arica, que está em peregrinação nas terras do norte do Chile. Assim, unidos como uma só igreja com um só pastor, consagrados e leigos rezaram juntos.

Na sua Homilia, o Bispo disse aos presentes: “Porque é que o coração de Maria treme de alegria? Porque Ela viu de perto como o Seu Filho alimentava as multidões que se aproximavam dele, que eram como ovelhas sem pastor… Ele não deixa ninguém sem lhe oferecer comida para a alma”. E com tudo o que estamos a viver nos nossos dias, exortou “que o Senhor possa ajudar o nosso país, a nossa família, a nossa história que estamos a viver, para que nunca nos desviemos da Sua misericórdia; que para nós, neste momento em que estamos a discernir como Igreja e como país o caminho, o futuro, os projectos… que seja o Senhor a fazer-se presente no nosso meio”.

No final da Missa, os fiéis voltaram a partilhar com o resto das suas comunidades a experiência da celebração diocesana. Com expressões de devoção e profunda proximidade à Mãe Celestial, os peregrinos saudaram a Mãe Santíssima antes de regressarem à cidade.

Arica

Original: castelhano (19/8/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.