P. Ignacio Cruz

Colocado em 2021-03-07 In Schoenstatteanos, Vida em Aliança

Obrigado, querido Pe. Ignacio. Prepara o caminho no céu para nós

CHILE, Maria Fischer, Luciana Rosas e Claudia Echenique •

No dia 3 de março, o padre Ignacio Cruz, Padre de Schoenstatt chileno, perdeu sua luta contra a Covid-19, depois de ter sido infectado – como outros padres na residência para sacerdotes idosos em Bellavista – e depois de que, não só no Chile e no Brasil, mas em muitos outros países ter havido muitas orações por ele e pelos padres doentes. Graças aos comunicados do padre Miguel Kast, muitos souberam da situação e muitos se lembraram do padre Ignacio, que em algum momento cruzou seus caminhos de aliança, como pároco, como assessor, como superior, como irmão. —

Con Luciana Rosas, en Bellavista, 2019

Por trás de cada número dos 71.504 mortos da pandemia na Alemanha, o presidente Frank-Walter Steinmeier disse, há um destino e uma pessoa que morreu. “Por trás deles (números), há pessoas que perderam seus entes queridos, pessoas que temeram, tremeram, lutaram, que às vezes nem conseguiram dizer adeus”, disse o presidente alemão. “Por trás disso há um sofrimento infinito e uma dor infinita e sim, às vezes, amargura”. Por trás de cada número dos 115.000.000 de casos de Covid-19 no mundo, há um destino, uma história e uma vocação de vida, uma pessoa.

Quantos schoenstattianos estão neste número? Não sabemos, mas a partir desta semana, entre eles está o padre Ignacio Cruz, da geração fundadora de Schoenstatt no Chile, “um grande e bom padre”, como disse nossa colaboradora brasileira, Luciana Rosas, cuja Aliança de Amor foi recebida por ele há muitos anos.

“Agradeço a Deus pelo dom da vida do Pe. Ignacio na minha vida. Não seria Padre de Schoenstatt sem o apoio, compreensão e testemunho do Pe. Ignacio. Nossa Região Sião de Cristo, no Brasil, deve MUITO a ele, que foi nosso Superior por tantos anos e se dedicou com todo o coração ao nosso Brasil Tabor. Obrigado, querido Pe. Ignacio. Prepara o caminho no céu para nós”, comentou o Pe. Alexandre Awi de Mello de Roma, uma das quase 600 pessoas da Itália, Alemanha, Espanha, Argentina, Brasil, Chile, Venezuela que acompanhou a transmissão ao vivo da missa fúnebre do dia 4 de março. No momento de escrever este artigo, mais de 2.500 pessoas já assistiram ao vídeo no YouTube.

Fundadores

Cavaleiro do Fogo

Quanto carinho, trabalho, oração e acompanhamento se escondem por trás das informações sobre sua vida que se encontram no comunicado dos Padres de Schoenstatt!

Obituário - Pe. Ignacio Cruz
Ignacio Cruz (11/06/1932 – 03/03/2021) pertenceu ao Curso Cavaleiros do Fogo da Geração Unum em Sangue, fundadora de nosso Instituto.

Foi ordenado sacerdote na cidade de Friburgo, Suíça, no dia 16 de julho de 1961, pelo bispo Manuel Larrain. Dentro de sua vasta trajetória sacerdotal, foi pároco da paróquia de Nossa Senhora das Dores em Carrascal de 1966 a 1971. Durante os anos de 1972 e 1980 foi superior regional no Chile e depois foi novamente pároco da paróquia de Nossa Senhora das Dores até 1987.

Foi então designado a São Paulo (Brasil) para ser o reitor da Casa Central da Delegação Brasileira e depois o superior da delegação de 1987 a 2009.

Ao retornar, serviu à Família de Schoenstatt em Viña del Mar até 2013, quando se mudou para a Casa dos Padres idosos até hoje, dia de sua partida.

O Pe. Ignacio se caracterizava por sua simplicidade, sua proximidade e por ser um sacerdote profundamente comprometido com todos aqueles que lhe foram confiados com carinho e alegria. 

Ignacio Cruz

Foto: Octavio Galarce

Muita emoção na despedida

Houve muita emoção na missa fúnebre, cujo celebrante principal foi o padre Fernando Baeza, quem destacou a simplicidade, humildade e carinho do Pe. Ignacio Cruz em todas as tarefas que assumiu, na paróquia, no Brasil, no Chile, na comunidade. “Ele pôde ajudar muitos irmãos”, disse ele na homilia, “acompanhando-os, acolhendo-os, fortalecendo-os na fé”.

Mencionou que o Pe. Miguel, responsável pela casa de saúde, visitou-o no hospital durante os últimos dias e pôde ter uma breve conversa com ele. Naquele momento, o Pe. Ignacio lembrou uma frase do padre Kentenich, que afirmava que, diante das dificuldades, o bom Deus sempre prepara os melhores cuidados para nós, dando a seus filhos o que precisam para suas vidas. Repetiu a frase e depois disse: “Estes são os cuidados que Deus tinha em mente para mim”. Esta é a Quaresma que eu tenho que viver”.

Melissa Rossatti, de Caieras, escreve: “Um grande padre e pai! Foi meu orientador espiritual na juventude. Que o bom Deus o receba no Schoenstatt eterno”!

Pe. Pablo Mullin, atual mestre noviços em Tupãrenda escreveu: “Obrigado, Pe. Ignacio, por sua doação e modelo sacerdotal, filho e aliado de Maria. Sacerdote à imagem do Bom Pastor”.

“Um grande homem, um santo sacerdote e um fiel amigo. Cumpriu sua missão com rara dignidade”, comentou Helio Sanches Silveira, do Brasil, e Joaquín Leiva Amestica: “Obrigado, padre Ignacio, por seu testemunho e proximidade paterna”.

Sim, obrigado.

 

 

Original: Espanhol (6/2/2021). Tradução: Luciana Rosas, Curitiba, Brasil

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *