Brasilia

Colocado em 2020-11-29 In Vida em Aliança

Novas Alianças de Amor em Brasília

BRASIL, www.jumasbrasil.org.br/Melissa Rossatti •

No domingo do dia 15 de novembro de 2020, foi realizada a cerimônia de Aliança de Amor do grupo “Unidos no Amor de Cristo do Santuário Tabor da Esperança”, de Brasília. Esse era um momento muito aguardado e que todos estavam muito ansiosos e felizes por ter chegado. A história desse grupo é longa e cada um já se conhece faz um bom tempo. Na verdade, o grupo “Unidos” é literalmente a junção de um grupo que já estava no santuário – o “Unidos” – com um outro grupo que estava começando a conhecer e aprender diversas coisas relacionadas à Mãe. Então é muito interessante ver como essa união do grupo é, tanto com Maria quanto com os novos integrantes que chegaram e que nos dias de hoje são parte intrínseca dele.—

Aqui abaixo, irei colocar um pouco da história de ambos os grupos até esse dia da Aliança.

O despertar do Jumas em Brasília

“Fizemos parte de uma das duas partes do Jumas, que iniciou nos pioneiros de Schoenstatt. Os Pioneiros de Schoenstatt em Brasília começou, precisamente, em 2015 com a motivação dos dirigentes Thércio Menezes e Marlon Ribeiro.  De início já se percebia, no coração daqueles jovens, o despertar pela vida em Schoenstatt e a caminhada futura no Jumas. Eram eles: André, Heitor, Hugo, João Lucas, Yago e Yan. A caminhada foi longa, com bastantes dificuldades, de muita perseverança e força desses jovens. Foram alcançando de pouco a pouco as conquistas em grupo. Conquistaram primeiramente o nome do grupo “Unidos no Amor de Cristo”. Posteriormente, com vários acampamentos de retiro, foram conquistando a camisa (simbolizando o compromisso), o lenço (o manto de Maria), o anel (uma promessa com a MTA), a estrela (estrela guia dos Pioneiros) e por fim o “Pacto de José Engling”, e assim puderam entrar no Jumas, oficialmente, com a passagem para os aliados.”

“Meu grupo começou graças a iniciativa e a disposição do Marlon de criar um grupo da juventude de Schoenstatt na minha escola. Na época eu pensei: ‘ah, vou dar uma olhada e ver o que é esse tal de “Jumas”, não custa nada’. Isso, atualmente, faz 5 anos e posso dizer que foi uma das melhores decisões que eu já tomei na minha vida, mesmo sem nem imaginar o quanto minha vida iria mudar e o quanto de coisas boas iriam acontecer. As reuniões do Jumas continuaram na minha escola por mais um ano e meio, meu grupo então não era muito grande mas era formado por uma ‘galera’ muito top. Depois desse tempo chegou a oportunidade da gente fazer as reuniões não mais na escola e sim no santuário mesmo e – além disso – tínhamos a oportunidade de juntar nosso grupo com o grupo da juventude de lá do santuário e a gente – obviamente – aceitou essa troca. Outra escolha muito bem acertada. Juntar nosso grupo ao “Unidos” foi muito legal. Juntou uma ‘galera’ boa com uma sensacional, só vantagem. De lá para cá, foram muitos momentos, muitas risadas, muitas zoeiras e muito aprendizado e autoeducação. Eu realmente vejo a Aliança como um fechamento de um ciclo, como o final de uma jornada em que estou junto desses meus amigos. Porém também vejo como o início de uma nova etapa para a gente, não só no sentido espiritual, mas de grupo. É tipo a continuação de um ‘game’ que já foi escolhido como o melhor do ano, não tem como não ficar animado kkkkkkk.”

Aqui abaixo também vou colocar pequenos testemunhos daqueles que selaram aliança e de como ele estão se sentindo.

Os frutos do despertar

“No dia 15/11/2020 selei minha Aliança de Amor. A partir do momento em que acabou a cerimônia senti, imediatamente, um sentimento de maior aproximação com Maria, como se estivesse criado uma verdadeira relação entre Mãe e filho. Tornou-se claro dos benefícios que conquistamos com a Aliança, pois agora podemos contar com Maria com tudo sob qualquer condição e situação. Em contrapartida, revelou-se que, agora teremos mais trabalho do que nunca. Deveremos tomar um caminho de compromisso, dever e até desprendimento com nós mesmos, pois agora deveremos tomar a sério os propósitos de Maria no qual Ela nos confiou e aceitou nossa Aliança, agora iniciamos nossa vida de apostolado.”

“No dia, tão esperado por cada um dos aliados que selaram a Aliança de Amor, chegamos um pouco mais cedo para que fizéssemos uma preparação espiritual presencialmente e criar nossas orações pessoais. Nós já estávamos em um clima surreal e inexplicável, com o coração mais leve e ansioso para aquele momento. Ao chegarmos para a Santa Missa da Aliança de Amor, foi um momento emocionante vendo amigos e familiares lá, nos apoiando em mais um passo de nossa vida, com o intuito de nos tornamos homens novos. Depois tivemos um momento ao redor da pira, onde todos nós da Juventude Masculina, cantamos com muito entusiasmo o hino de Franz Reinisch, finalizando esse momento histórico para cada um de nós do grupo. No decorrer da Santa Missa, o Pe. Afonso (assessor do JUMAS sudeste) foi relacionando as leituras, o salmo, o evangelho e a homilia, a momentos vividos por nós e mostrando ações de Jesus e Maria como exemplo. Ao final tivemos nosso rito da Aliança de Amor como forma de conquista individual e em grupo, recebendo nossa Cruz da Unidade como símbolo de Aliança, fazendo o grito (que é muito importante para nós irmãos e integrantes do JUMAS) e assinando ao “Livro da Aliança de Amor”, com músicas do ramo relacionadas ao momento.”

“Foi tudo muito emocionante e especial. Durante toda a tarde que fiquei no santuário me preparando, aproximei-me mais ainda da MTA e senti a ansiedade e o entusiasmo crescendo. Fazer minha própria devoção à Mãe me fez perceber o quanto a amo e o quanto isso é especial para mim. Sinto-me muito mais seguro para seguir em frente, tanto na vida acadêmica quanto espiritual, pois sei que Ela intercede por mim e ensina a amar Seu Filho amado.”

“Como dirigente, me sinto honrado e orgulhoso de contribuir na formação destes rapazes. E, como o irmão de ramo e de aliança, sei que poderei contar com mais estes apóstolos da Mãe, na certeza de que o JUMAS de Brasília, do Sudeste e do Brasil, tem um grande futuro.”

Vinculados por Maria

Acredito que os relatos da história do grupo e os testemunhos de quem selou a aliança já são o suficiente para demonstrar como se encontram esses jovens que agora estão vinculados em Aliança com Maria. Esse dia, definitivamente, marca o final da caminhada desse grupo, mas também serve para ser o ponto de partida para novos desafios e novas conquistas que esse grupo e que essa bela união, junto da intercessão de Maria e a benção de Deus, irão encontrar com o passar dos anos.

Vinculados por Maria!
Fogo do Cristo Tabor!

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *