Costa Rica Federación

Colocado em 2020-11-05 In Vida em Aliança

A União Apostólica de Famílias da Costa Rica reafirma seu caminho: “com o pai, como o pai”

COSTA RICA, Catalina Cabezas •

Durante o último final de semana do mês de outubro a União Apostólica de Famílias da Costa Rica celebrou várias atividades nas quais reafirmou sua fé provada e amadurecida no carisma do fundador. —

No final de semana iniciou-se a Jornada anual da Comunidade Oficial, durante a qual os cinco grupos da Comunidade Oficial receberam palestras valiosas dos seus assessores. O padre José Luis Correra e a irmã María Auxiliadora Bohórquez realizaram workshops e painéis de discussão em torno à realidade que vivemos no mundo e como movimento. Durante as conversas, os unionistas encontraram pontos em comum que lhes permitiram definir o lema e a atitude fundamental para o próximo ano.

A União Apostólica de Famílias da Costa Rica sente-se herdeira do carisma do pai fundador, reconhecendo que a resultante criadora de todos estes anos nos fala de uma fecundidade que vem do céu e encontram neste carisma fundacional o caminho correto para dar resposta às provocações e desafios atuais.

É assim como se propõem a trabalhar sua vinculação com o padre Kentenich, encarnando o espírito íntegro do fundador com firmeza e fidelidade: imprimindo o lema “Com o pai, como o pai” em toda ação e apostolado.

Com firmeza e fidelidade

Para fechar este final de semana de fecundidade, os cursos 3 (Ignis patris) e 4 (Fidelitas) da União celebraram sua segunda consagração no Santuário Família de Esperança.

Com atitude providencialista, sentimo-nos motivados e interpelados, já que justamente estes grupos cujos ideais são: “fogo do pai’ e “fidelidade” se comprometeram a esforçarem-se no aprofundamento na Aliança de Amor com Maria, no espírito da Carta Branca.

É assim que um final de semana de trabalho, reflexão e celebração, confirma-nos que o caminho para estes tempos de desafios e provas é: “COM O PAI, COMO O PAI”.

Costa Rica Federación

Original: Espanhol (03/11/2020). Tradução: Luciana Rosas, Curitiba, Brasil

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *