Colocado em 2020-09-09 In Vida em Aliança

Novos aliados «peregrinos através do Zoom»

ARGENTINA/ITÁLIA, Pe. Darío Gustavo Gatti •

Na quinta-feira, 3 de Setembro de 2020, sete pessoas da Argentina, por causa da pandemia e graças à tecnologia, selaram a Aliança de Amor desde as suas Ermidas e no Santuário de Belmonte-Roma. O Padre Marcelo Cervi, o seu Reitor, esteve no Santuário juntamente com a Irmã Julia e o jovem Tim da Juventude Masculina. E nesta peregrinação através do Zoom, os novos aliados e, muitas pessoas que os queriam acompanhar desde diferentes lugares, experimentaram uma bela e nova celebração. —

Este mês de Setembro, a Aliança de Amor, as experiências e os vínculos assumem a cor da celebração e da acção de graças em muitos eventos: unidos na memória de um novo aniversário pascal do Pai e Fundador de Schoenstatt; o 70º Aniversário do início da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, nas mãos do diácono e peregrino, João Pozzobon; na Argentina, no caminho para o Ano Mariano Nacional, com a alegria e o fogo missionário que une Belmonte-Roma ao nosso país (Argentina) e a rede dos nossos Santuários filiais, locais, do lar e do coração, tudo é um convite a celebrar.

Novas alianças para celebrar os 25 anos da ermida de Ituzaingó

No âmbito do 25º Aniversário da Ermida de Ituzaingó, Corrientes, na quinta-feira, 3 de Setembro, às 15 h 30, hora da Argentina, 20 h 30, hora de Roma, após calorosas saudações, começámos a comunicação através do Zoom e a celebração, com um  rito de Aliança simples, tendo o Padre Marcelo, do Santuário Romano, conduzido a Liturgia, e recebido as Alianças dos sete novos peregrinos digitais.

Cinco mulheres de Ituzaingó, um homem e mais outra senhora da cidade de Garruchos, disseram: Sim, acredito! Para actualizarem a primeira Aliança de Amor original com a Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt a 18 de Outubro de 1914, unidos ao Pai e Fundador, José Kentenich e aos primeiros Congregados.

Celebraram renovando a sua aliança baptismal, pela qual se sentem filhos de Deus e irmãos à imagem de Jesus Cristo, santuários vivos do Espírito Santo, unidos à Mater, tal como no Pentecostes, como uma família de discípulos e missionários.

Tiveram também a alegria de dizer Sim a Maria, em gratidão pela celebração do 25º Aniversário da Ermida na sua cidade, Ituzaingó, e como fruto das Missões Familiares nas cidades de Garruchos e Villa Olivari, na mesma Diocese de S. Tomé (província de Corrientes, Argentina).

Sentiram-se chamados, e também disseram Sim, nós sabemos e queremos… à escolha que a Mãe de Deus faz de cada um para ser Seu instrumento de evangelização e a forja de um Mundo Novo em Jesus e Maria, sendo filhos fiéis da Igreja, discípulos e missionários.

E, deram o seu Sim para contribuírem para o Capital de Graças através de um sério esforço de santidade na vida quotidiana, e através de um apostolado generoso em favor do seu próximo.

A fotografia de cada aliado sobre el altar

Cada um leu a sua oração de Aliança em silêncio, e depois de rezarem todos juntos “Ó  Senhora minha .Ó minha Mãe”, uma fotografia de cada novo aliado foi colocada no altar do Santuário de Belmonte, enquanto os seus nomes eram inscritos no Livro das Alianças.  Entretanto, muitos outros amigos, familiares e aliados seguiram esta celebração a partir dos seus lugares, das suas casas, através de diferentes plataformas digitais.

Com a Palavra de Deus, recordámos com gratidão Maria: “O poder do Altíssimo Te cobrirá com a sua sombra”. A minha alma proclama a grandeza do Senhor, o meu espírito alegra-se em Deus, meu Salvador; faça-se em mim segundo a Tua palavra! (Lucas cap. 1)

A Região Nuevo Belén peregrina unida a Belmonte-Roma

Para eles, e para nós, desde esta ampla Região de Nuevo Belén, do Instituto dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt, no cone sul da América, viver esta experiência no meio da actual pandemia de Coronavírus, com as suas limitações e os sinais dos tempos, foi reconhecer à luz da fé prática na Divina Providência, uma nova grande oportunidade para conhecer e unir as nossas vidas ao Santuário de Belmonte-Roma.

Como peregrinos espirituais, vinculamo-nos à cidade do Papa, um sinal visível da garantia e actualidade do Concílio Vaticano II, do seu espírito e missão universal, bem como do carisma e desejo do nosso Pai com o seu “Dilexit Ecclesiam”. Uma nova forma, uma porta aberta para ligar os nossos corações missionários a este lugar de graça e a partir daí, para santificar a nossa vida diária, anunciando as alegrias da nossa Maria, nossa aliada. Uma bela iniciativa que leva Belmonte a muitos cantos do mundo, e faz que, cada pessoa, desde o seu lugar, se sinta enraizada, transformada e enviada neste “Belo Santuário de todos nós…”

A ermida de Ituzaingó

Original: Espanhol (6/9/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *