Colocado em 2020-01-20 In Vida em Aliança

Em Bangalore, Índia, foram Ordenados doze Diáconos dos Padres de Schoenstatt

ÍNDIA, Pe. Pablo Pol/Maria Fischer

São os primeiros novos Diáconos dos Padres de Schoenstatt em 2020: No dia 16 de Janeiro de 2020, Mons. Udumala Bala Showreddy, Bispo de Warangal, Índia, ordenou Diáconos, 12 seminaristas do Instituto Secular dos Padres de Schoenstatt.—

Estiveram presentes o Pe. Juan Pablo Catoggio, Superior Geral, e o Pe. Pablo Pol, Ecónomo Geral do Instituto e Reitor do Santuário Original em Schoenstatt.

Dos 12 novos diáconos a caminho do sacerdócio, oito vêm do estado de Kerala, e quatro são tâmiles do estado de Tamil Nadu, na região sul da Índia.

Esta ordenação é motivo de muita alegria, gratidão e esperança para o futuro de Schoenstatt na Índia.

 

Os Padres de Schoenstatt na Índia

A missão e o espírito de Schoenstatt Internacional inflamaram a Índia através da iniciativa do Pe. José Akkarakaran, sacerdote da Diocese de Irinjalakuda, Kerala.  Em 1969, o Pe. Joseph Akkarakaran e o seu irmão sacerdote, Pe. António, construíram um modelo do Santuário em Aloor, dentro das instalações do Colégio Bíblico, onde os seminaristas diocesanos menores formaram e, mais tarde, converteram um anexo diocesano no BLM (Better Life Movement).

A partir de 1980, os estudantes foram admitidos no Colégio Bíblico para a Comunidade dos Padres de Schoenstatt na Índia. Este processo gradual de crescimento e desenvolvimento de Schoenstatt na Índia é agora fecundo com a presença de 60 padres de Kerala e Tamil Nadu. O progresso posterior desencadeou uma nova era na história dos Padres de Schoenstatt na Índia com a criação de duas regiões: a Região Providência, em Kerala, e a Região MTA, em Tamil Nadu.

Os Padres trabalham com o Movimento de Schoenstatt, com a juventude, em escolas e na “Sunrise Village”, criada em 2005 pelos Padres de Schoenstatt em Tirunelveli (Tamil Nadu, Índia), com o objectivo de promover a qualidade de vida das crianças abandonadas e negligenciadas, para que possam enfrentar o mundo com uma educação adequada, num ambiente familiar saudável. Todas as crianças devem ter a possibilidade de experimentar o amor e o afecto. As crianças, aqui, vivem em pequenas casas, como uma família, sob o amor e os cuidados de uma mãe.

 

Original: espanhol (17/1/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *