Colocado em 1. Novembro 2019 In Vida em Aliança

Equador: como responder a partir de Schoenstatt aos “dias de caos que o país viveu?”

EQUADOR, Dory e Carlos Manrique •

No passado sábado, dia 19, no Santuário Nacional do Equador “Família do Pai, casa para o mundo”, 150 dirigentes de Guayaquil reuniram-se sob o lema “Unidos na Patena, amemos a Igreja”.  —

Todas as comunidades se reuniram para analisar como responder ao tempo presente a partir do carisma do nosso Pai-Fundador.

Os elementos centrais de sua reflexão foram:

  • IDENTIDADE: O Equador foi consagrado pelo Padre José Kentenich numa Patena que recebeu como presente de um grupo de meninas, e ali consagrou toda a Família do Equador.
  • SENSIBILIDADE: responder a partir da análise da realidade nacional, prejudicada pelos dias de caos que o país viveu semanas atrás, mas em busca da sintonia com a vontade de Deus.
  • DOCILIDADE: a partir  do Santuário, educar, formar e oferecermo-nos como instrumentos para que a Mãe de Deus nos ajude a estabelecer o reino mariano de Deus Pai no Equador e o desafio de assumir a missão, com esperança e decisão de influenciar em todas as áreas possíveis, na força da Aliança de Amor e promovendo vínculos familiares.

Depois de um workshop de revisão e análise do tempo presente, o Padre Felipe Rios, Director Nacional do Movimento e a Irmã Auxiliadora Bohórquez aprofundaram, a partir do carisma do Padre Kentenich, como podemos comprometer-nos de forma mais solidária e concreta com a nossa Igreja: acompanhando, discernindo e integrando.

A atmosfera foi a de uma autêntica família alegre e dinâmica que, com criatividade e responsabilidade, procura assumir a sua missão: Schoenstatt amando e servindo a Igreja como fez o nosso Pai.

 

Original: espanhol (27/10/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *