Colocado em 2019-06-30 In Vida em Aliança

Alegria, convívio e celebração no dia do santuário em Pozuelo

ESPANHA, Laura Toves •

Se há um dia verdadeiramente especial para desfrutar em família, com os amigos, e dar a conhecer Schoenstatt, esse dia é o  dia do santuário. Além disso, este ano a celebração foi dupla pelos 50 anos do santuário de Pozuelo, “Cenáculo do Pai”, um lugar onde a Mater acolhe os seus filhos e, com a graça do Espírito Santo, os transforma em apóstolos. Um lugar de peregrinação onde se respira paz e quietude, onde a presença viva de Cristo nos inunda e engrandece. Também, não o esqueçamos, é um dia de solenidade para festejar Pentecostes. —

Os pequenos são primeiro

Desde bem cedo encontrámo-nos com tudo perfeitamente organizado e disposto com minúcia e carinho: diversos brinquedos e jogos para os mais pequenos… e para os que já não são tanto! A tradicional tômbola ofereceu-nos uma grande variedade de prémios pensados para todas as idades, especialmente para as crianças, que, agradecidos, se divertiram brincando com eles.

Este ano ofereceram-se visitas guiadas para todo aquele que quisesse aprofundar a história e o lugar e, claro, com o adereço especial da fabulosa paella, algo muito nosso, e a estupenda barbacoa, não ficaram nem as migas! Todos nós ali presentes divertimo-nos muito num ambiente festivo: conversámos, rimos com os amigos e com aqueles que não vemos com tanta frequência. Também, as crianças estiveram em grande; não pararam todo o dia com tantas atividades, algumas delas preparadas com muito carinho por Valivan, uma empresa familiar fundada por um casal schoenstattiano, Valeria e Iván (daí o nome), que se dedica a produzir filmes infantis de conteúdo cristão.

 

A Mater sai do santuário para os lugares

Sendo fiéis à mensagem que o Papa Francisco ofereceu ao movimento de Schoenstatt no passado ano de 2014 com motivo dos 100 anos da sua fundação, esteve presente um stand muito especial liderado pelas famílias Carrasco e Moser, muito comprometidos com Schoenstatt em saída. O lema deste projeto apostólico é “Levar a Mater a nossa casa”, como fez São João com Nossa Senhora. Partilharam o stand com a Campanha da Mãe Peregrina.

O tempo acompanhou-nos durante todo o dia com um sol radiante e uma temperatura ideal. Chamaram-me especialmente a atenção os bonitos vasos de plantas e flores que nos conduziam ao santuário, finamente decorados, no nosso caminho para acompanhar o Senhor durante a exposição do Santíssimo.

Uma aliança de amor tangível

Nesta celebração todas as realidades da grande Família de Schoenstatt tiveram lugar. Isto é o mais bonito, vital e singelo. Os vínculos pessoais, os ideais e a fraternidade que nos caracteriza dão testemunho de uma história comum fundamentada na aliança de amor. Que melhor testemunho senão manifestar tudo o que nos une!

 

Original: espanhol. 17.06.2019. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.