Colocado em 30. Abril 2019 In Vida em Aliança

“Tempo de apóstolos” como anúncio e impulso na Jornada para Homens em Oberkirch

ALEMANHA, Mons. Dr. Peter Wolf •

150 homens reuniram-se no quinto domingo da Quaresma, para celebrar a 42ª Jornada para Homens, no centro de Schoenstatt de Oberkirch, Arquidiocese de Friburgo.

O presidente da Comunidade de Homens de Schoenstatt da arquidiocese, Manfred Sche­mel, saudou os assistentes durante uma estação, acompanhada com cantos por Edgar Beck, frente ao santuário. Na sala grande do Centro Espiritual, depois da saudação de Johannes Hauger, da junta diretiva da Obra de Homens Católicos da arquidiocese, e de Sarah Huber, em nome da direção da casa, deu-se início à anunciada conferência “Tempo de apóstolos” do Dr. Peter Wolf, diretor espiritual da casa.

Continuar a escrever os Atos dos Apóstolos

Falou sobre o lema anual atual do Movimento de Schoenstatt, que se refere (50 anos depois da morte do seu fundador), a este momento depois da morte e ressurreição de Jesus e inspira a situação atual de irrupção da Igreja. Com referência a uma iniciativa da arquidiocese de Viena, comentou que ali se seguiu, já há anos, um caminho de renovação que se baseia em grande medida no Livro dos Atos de S. Lucas e tenta continuar a escrever os «Atos dos Apóstolos». Destacou sobre a espiritualidade do Movimento de Schoenstatt que o seu fundador, o Pe. José Kentenich, via a ideia central da missão fundamental no tempo dos apóstolos e atribuiu um papel importante para a Igreja no seu caminho para o futuro. Para Kentenich, “a fé na missão até ao fervor pela missão é a essência do cristianismo”.

 

Apóstolos unidos na oração com Maria, a Mãe de Jesus

Depois de uma pausa para partilha, o Dr. Wolf convidou os presentes para uma meditação com imagens, entre as quais um vitral da catedral de Le Mans, França, do ano 1120. Representa a Ascensão de Jesus, que marca de forma original o começo do tempo dos apóstolos.

Depois do almoço e do café no grande refeitório do Centro de Schoenstatt, oito sacerdotes tornaram possível para muitos homens a confissão pascal. Em seguida, houve um convite para ver o novo filme sobre o fundador, Pe. José Kentenich, obra de uma Irmã de Maria jovem e com talento.

O ponto culminante que encerrou a Jornada para Homens foi a celebração da Eucaristia, com uma homilia do bispo auxiliar, Dr. Peter Birkhofer, sobre as leituras do domingo de Quaresma em relação ao tema do dia: tempo de apóstolos.

Com o agradecimento a todos os presentes na grande Jornada para Homens, o Pe. Michael Dafferner despediu-se de todos os presentes, chefe dos Hombres de Schoenstatt na arquidiocese de Friburgo.

 

Fotos:  Schemel

Original alemão, 22.04.2019. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *