Colocado em 2018-11-17 In Vida em Aliança

A alegria de servir o 18 de outubro em Tupãrenda

PARAGUAI, Horacio Chávez •

Às 5:30 da manhã vão chegando os primeiros autocarros de peregrinos ao Santuário Nacional de Tupãrenda, e assim se inicia a jornada da festa nacional de Nossa Senhora de Schoenstatt, enquanto os voluntários e todos aqueles que servem nesse dia vão ocupando os seus respetivos lugares para dar a todos os peregrinos o melhor acolhimento. —

Com dois meses de antecedência uma equipa de 40 voluntários, chamada Equipa 18 reúne-se para organizar o acolhimento dos milhares de peregrinos que chegam no 18 de outubro de distintos pontos do país, assim como membros da grande família schoenstattiana do Paraguai e toda a imprensa e pessoas que queiram visitar a Rainha no seu dia.

Muitas histórias de amor

É uma grande alegria e bênção servir em Tupãrenda porque podemos ver como os peregrinos se vão aproximando do santuário e das 4 missas durante o dia para pedir pelo trabalho, pela juventude, pela saúde ou pela família, cada um com a sua história de amor, pedidos e contributos para o capital de graças. Uma senhora com a sua Peregrina foi gravada pelas câmaras de Telefuturo assegurando que a Mater lhe deu a saúde que ela tanto precisava e em agradecimento estava presente na missa das 9 da manhã.

Vivem-se muitas histórias de amor e agradecimento, e a todos os que participam nesta grande festa, quer seja como peregrinos, voluntários, sacerdotes ou membros da imprensa, vemo-los contentes, felizes e acolhidos pela Mater. Todos saem alegres de Tupãrenda, nesse e em todos os outros dias.

Original: espanhol. 04.11.2018. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *