Colocado em 12. Agosto 2018 In Vida em Aliança

Um Espírito novo sopra entre os sacerdotes no Caribe

REPUBLICA DOMINICANA, Pe. Rolando Montes de Oca •

Sopra um Espírito Novo na zona do Caribe e a União de Sacerdotes diocesanos de Schoenstatt quer segui-lo. Por esse motivo, de 23 a 27 de julho, os delegados internacionais da União encontram-se reunidos em Santo Domingo. Partilham a vida das suas comunidades locais, enfrentam desafios e dão mais um passo para a constituição internacional da União.—

O primeiro dom do encontro foi o cálido acolhimento dos dominicanos, que prepararam até ao último detalhe para que cada delegado se sentisse em casa e desfrutasse da beleza da sua cultura. A eleição da República Dominicana como sede do evento foi importante para os sacerdotes da sua união: “Isto enche-nos de uma imensa alegria – afirma o Pe. Neftalí Brito – significa que nos viram com olhos de esperança”.

A originalidade de um Schoenstatt que cativa

O calor da ilha, a riqueza natural do seu trópico e a fé do seu povo deixaram uma marca na originalidade de um Schoenstatt que cativa pela sua alegria e paixão missionária.

Como já é hábito, o primeiro dia do encontro foi dedicado à partilha com os membros da União de sacerdotes diocesanos do lugar. Aos 15 delegados internacionais juntaram-se 33 jovens sacerdotes e seminaristas dominicanos, que animaram a oração com cantos schoenstattianos e compartilharam a vida e os objetivos de uma comunidade sacerdotal com grande capacidade de crescimento.

Nove Alianças de Amor

Na primeira tarde, os participantes peregrinaram ao Santuário de Schoenstatt de la Victoria, bairro periférico de Santo Domingo. Acolhidos  pelas Irmãs de Maria e acompanhados por um grupo de peregrinos celebrou-se a Eucaristia, onde selaram a sua Aliança de Amor 4 sacerdotes e 5 seminaristas aspirantes a ser membros da união.

“Nunca se tinha celebrado neste santuário uma missa com tantos sacerdotes”, comentou emocionada a Irmã Lourdes Javier Flete, encarregada da casa de retiros. A Eucaristia foi presidida pelo Pe. Egon M. Zillekens, Secretário geral da união, o qual recebeu as novas alianças. No final da missa, continuou a celebração com um jantar e uma apresentação cultural.

Deixar-se envolver pela Mater

O seminarista Pedro Y. García, recém aliado, confessa que “selar a aliança de amor com a Mater foi responder a um chamamento de Deus” e comenta que “sem dúvida, era isto que Cristo queria de mim (…), graças à Mater agora estou mais unido a Ele e posso dar frutos em abundância”. Para o seminarista Adelso Guzmán, “caminhar com outros para a Aliança marcou a sua vocação e selar a aliança foi ter a Mater muito próxima, como abraçá-la e deixar-se envolver pelo seu amor”.

A  União de Sacerdotes diocesanos de Schoenstatt está presente na Alemanha, Suíça, Portugal, República Checa, Índia, Burundi, Chade, Argentina, Chile, Brasil, Peru, Bolívia, Equador, Cuba e República Dominicana.

 

Original: espanhol. 29.07.2018. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *