Colocado em 10. Junho 2018 In Vida em Aliança

Uma grande alegria para o futuro santuário do sul do Paraguai

PARAGUAI, Johnny e Sonia Zaracho •

Foi uma noticia que em minutos percorreu as redes de comunicação do Movimento de Schoenstatt de Encarnación, do sul, de todo o Paraguai e mais além: “Com o coração a transbordar que não cabe no nosso peito, comunicamo-vos oficialmente que a junta municipal acaba de aprovar por unanimidade a concessão de um terreno para o santuário do sul com os Padres de Schoenstatt.

O anseio e ilusão de todo o Movimento Apostólico de Schoenstatt no sul do Paraguai de contar com um santuário filial na cidade de Encarnación, aconteceu este 30 de maio de 2018, véspera do marco do 31 de maio, quando a nossa querida Mater três vezes admirável nos deu novamente o seu “sim” generoso ao indicar-nos que quer instalar-se nesta cidade, no terreno eleito por ela. Esta resolução definitiva chega depois de quase vinte anos do Movimento se instalar na cidade, pela mão dos nossos assessores laicos Alfredo e Nelly Ramírez, a pedido do então bispo da cidade.

Muitos passos administrativos

O projeto do acordo a subscrever com o município de Encarnación foi acompanhado por uma volumosa pasta com o anteprojeto do plano geográfico e diferentes obras de construção e paisagismo, com a informação da forma como ficariam instalados no terreno tanto a ermida como a cruz da unidade, o parque de estacionamento, um grande salão dividido para diferentes reuniões e a peculiar estrutura que servirá de base para o santuário do sul, com a sua pequena sacristia.

A apresentação do anteprojeto à Junta Municipal foi realizada pelo Arquiteto Jorge Hrisuk, primeiro chefe do Ramo Familiar do Sul, que explicou os melhoramentos que seriam introduzidos e o tempo que levariam a ser concluídos.

Em retrospetiva, os primeiros trâmites foram feitos pelo Pe Antonio Cosp com o acompanhamento de Blanca e Ricardo Franco. A audiência que teve lugar com o intendente nessa época não concluiu em nada por causa da mudança de autoridades.

Depois de uma espera prudente e com o acompanhamento do Pe. Tommy Nin Nitchell, tivemos uma reunião com o novo intendente municipal. Desta vez também não se chegou a acordo devido a estatutos regulamentares que impediam a utilização de um terreno de forma gratuita, pelo que se teve novamente um resultado negativo.

Um terreno conquistado por toda a família

Enquanto decorria este processo, acumulavam-se as missas, a reza de muitos terços e muito capital de graças de toda a família da diocese.

Depois de repetidos pedidos para obter um terreno para o futuro santuário, um vereador, aliado fiel da Mater, solicitou um terreno situado sobre a Avenida Roa Bastos, lado este, com uma superfície de 12.600 m2. O seu pedido foi aprovado com uma maioria qualificada de vereadores, em outubro do ano passado, com a condição de que se outorgasse ao bispado da diocese de Encarnación. Esta situação levou o bispo, Mons. Francisco Javier Pistilli, a apresentar uma nota sugerindo que o acordo fosse assinado diretamente com os Padres de Schoenstatt e que eles próprios cuidariam do santuário e dos melhoramentos projetados no terreno.

 

Mons. Francisco Pistilli, Bispo de Encarnación, Padre de Schoenstatt

O olhar do Padre Kentenich

Todas as informações necessárias foram apresentadas na reunião do concelho: O pré-acordo e a pasta com a apresentação dos Padres de Schoenstatt, assinado pelos padres Pedro Miraballes e o nosso padre assessor Santiago Cacavelos, acompanhados de planos projetados, elaborados pelos Arq. Celina e Iván Schulz, aliados da Mater, e outros documentos, construções e a execução por etapas do projeto. Além disso, a magnífica exposição dos padres e o parecer dos assessores jurídicos do município tiveram como resultado una aprovação por unanimidade de todos os vereadores municipais, sobre o tão esperado futuro santuário filial do sul. Essa aprovação constituiu um grande presente para toda a comunidade da Obra do Sul, com a ajuda de abundantes orações e capital de graças.

Cheios de emoção e no contexto deste 31 de maio, festa da Visitação e aniversário do 31 de maio de 1949, quando o Pe. Kentenich ofereceu audazmente  todo Schoenstatt à Igreja, e com o compromisso assumido de levar adiante a missão do nosso Pai Fundador, temos um trabalho árduo: a conquista espiritual do santuário, que se fará a passo firme e sem desfalecer, com o lema “Façamos deste lugar, um lar para a nossa querida Mater”, tendo muito presente o olhar do Pe. Kentenich, que desde a cidade de Posadas, na Argentina, olhou para o Paraguai, justamente para a cidade de Encarnación.

 

Encarnación

31 de maio no terreno do futuro santuário do sul do Paraguai

Foto de primeiro plano: 18 de outubro de 2017 na catedral de Encarnación

Original: espanhol. 02.06.2018. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *