Colocado em 2017-06-21 In Vida em Aliança

Fogo e chama, celebração e festa

ALEMANHA, Wolfgang Fella •

Viver Pentecostes em todos os sentidos: foi o que aconteceu na Jornada de Pentecostes do Movimento de Schoenstatt em Marienhoehe de Wurzburgo. Depois de uma introdução, os numerosos participantes tiveram oportunidade de partilhar as próprias experiências de Pentecostes.

Foi celebrada uma missa e uma agradável noite passou a Família de Schoenstatt diocesana. Fogo e chama para Deus, celebração e festa.

Não há selfies de Pentecostes

A Ir. Renata M. Zürrlein comentou no início, que do Pentecostes de há 2.000 anos não se tem, lamentavelmente, nem fotos, nem selfies, nem mensagens de whatsapp com noticias em direto. Por isso tinham a ajuda do Novo Testamento e a narrativa deste acontecimento. Também podiam ajudar as vozes de hoje, ouvindo entrevistas feitas a gente jovem, nas quais contam o que é para eles a festividade de Pentecostes.

Coloridas ofertas do Espírito

O seguinte passo foi muito prático. Estavam disponíveis um grande número de ateliers, para entrar no espírito de Pentecostes. O Espírito esteve no centro. Houve cantos ao Espírito Santo, para criar um bom ambiente.

Pôde-se saborear o Espírito Santo, assim como descobrir o Espírito ecuménico ou seguir as pegadas do Espírito da Fidelidade. Também cada um podia olhar para a irrupção do Espírito na própria vida  e na Igreja. Quem melhor que o Papa Francisco para trazer aqui as correspondentes inspirações. E assim os seus pensamentos, partilhados numa caminhada pelas vinhas, fizeram refletir e interpelar.

Como viveu Maria o Pentecostes? Uma questão que se colocou numa “Entrevista com Maria” na missa de Pentecostes.

Frente ao Santuário se enviaram ao céu, deitando fogo a todos os pedidos pelos dons do Espírito que são necessários em todos os âmbitos da vida.

Depois esperava a todos os participantes uma mesa com saladas e um churrasco. Todos comeram bem e puderam permanecer sentados em convívio.

Esta noite ficará na memória de todos para que acolham conscientemente o Espírito Santo no dia a dia.

Original: alemão, 18.06.2017. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *