Colocado em 2017-04-16 In Vida em Aliança

“Tu comigo, eu contigo – juntos somos fortes” – Exercícios para casais

ALEMANHA, Regina e Matthias Hagmann •

Há seis casais à volta de uma mesa. Suave música de fundo. Junto a eles, uma mesa grande com material para trabalhos manuais, papel, tintas, telas… Pensam juntos como podem desenhar o quadro que os acompanhará nestes dias, de um modo pessoal, para o seu casamento. Ao finalizarem os exercícios, colocam os quadros sobre o altar do santuário e percebem: “Estamos os dois juntos no caminho, inter-relacionados e complementados, mas não idênticos. Estamos integrados nos nossos mundos vitais diferentes de família, trabalho, sociedade. O nosso centro é Deus, um centro que dá tranquilidade, força e luz. Juntos temos feito uma dinâmica, que é emocionante e quer comover”.

Juntos têm também a certeza de que estão chamados um para o outro. Porque no amor mutuo se reflete o amor de Deus, de forma totalmente individual, livre, ditosa e contagiosa.

Dedicados um ao outro e a Deus

Desde a Quarta-feira de Cinzas até ao domingo seguinte, realizaram-se exercícios para casais na Casa da Família, em Memhölz, Algovia. Foi um tempo, conscientemente sem crianças, totalmente dedicados um ao outro e a Deus: “Tu és meu e eu sou tua”.

O horário deixava muito tempo livre. Depois da oração da manhã, o pequeno-almoço e uma motivação, os casais tiveram tempo para si e para estar juntos. Foram-lhes dadas ideias e materiais, sugestões para o diálogo matrimonial, impulsos para a reflexão e a meditação. Também tiveram a possibilidade de ter direção espiritual com o Pe. Stefan Strecker. Antes do jantar celebravam a missa. À noite, havia um momento muito criativo para desenvolverem juntos o tema do dia. Durante as belas refeições, com mesas preparadas com muito esmero, ouvia-se suave música de fundo. Houve muito silêncio, mas motivou-se o intercâmbio matrimonial, que sempre é muito enriquecedor: “Em casa tenho sempre que esperar, até que o meu marido chegue a casa e então falar com ele. Aqui posso fazê-lo no momento”, disse uma participante.

Dinâmica interior

Durante os dias de exercícios desenvolveu-se um arco temático. Com olhar benevolente, tomaram em consideração o primeiro dia, de forma consciente, que sentimentos suscitavam a cada um, no silêncio e a que os impulsionavam. “Ah, sou assim, sinto assim, estou aqui e agora” e puderam perceber também, que “nadamos no mar do Amor de Deus”. No segundo dia puseram no centro as palavras de amor. Estavam dispostos a entrar de novo em conversa com Deus. Buscaram também palavras para o que havia neles de nostalgia ou de vida não vivida. E o terceiro dia teve como lema: “O amor transforma”. Porque transformação é mais que uma mudança. A transformação aproxima da imagem que Deus colocou em cada um. “Queremos deixar-nos transformar pelo amor de Deus”, expressaram.

No início, os participantes buscaram silêncio e tranquilidade, para sair do barulho do dia a dia. No fim, concluíram: “Foram dias em que crescemos juntos, em que sentimos que Deus e Maria caminham connosco”. “Tu comigo, eu contigo – juntos somos fortes”, disse um casal.

Para todos os casais, estes dias foram um presente do amor e da vida.

Informação:

Regina e Matthias Hagmann: [email protected]

Pe. Strecker: [email protected]

Original: alemão. 09.04.2017. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *