Colocado em 2017-03-13 In Vida em Aliança

No encalço de Karl Leisner…em Belmonte e noutros sítios

ALEMANHA/ ROMA BELMONTE, Maria Fischer •

“Este é a mesma placa em relevo que temos no nosso Santuário”, diz o Pe. Rolando Gibert Montes de Oca Valero, da União de Sacerdotes de Cuba que, na actualidade, está a estudar Ciências da Comunicação, em Roma, quando visita a nova capela na Casa da Aliança, ao terminar o Primeiro Encontro da Comissão da Pastoral de Belmonte. “No nosso Santuário?” Pergunta-lhe um irmão brasileiro do Instituto dos Padres Diocesanos de Schoenstatt. “Está pendurado no nosso Santuário do Monte Moriah” – “No nosso Santuário de Marienau está a mesma placa em relevo deste jovem sacerdote santo”, ainda que não tenha sido canonizado mas, foi o primeiro schoenstatteano beatificado. E, acontece que, os dois jovens sacerdotes diocesanos que, rezam ao terminar a sua reunião de trabalho na capela Karl Leisner, com mais três Irmãs de Maria do Brasil, um Padre de Schoenstatt da Argentina e o Reitor, também do Brasil, têm razão: cópias da placa em relevo de Karl Leisner, realizadas em bronze sintético pelo escultor Johannes Raphael Potzler, encontram-se no Santuário Kanaan Patris, da União de Sacerdotes e no Santuário do Monte Moriah; na capela da casa do Arcebispo Emérito Robert Zollitsch, em Freiburg (no sul da Alemanha); na Casa de Reuniões pertencente ao Centro de Schoenstatt de Mannheim-Gartenstadt; no Santuário de Freiburg-Merzhausen; no Santuário de Stuttgart-Freiberg; em Kleve (casa natal de Karl Leisner); no Santuário de Münster-Gievenbeck e, claro, também no Centro Internacional de Schoenstatt em Belmonte, Roma E, nessa noite converte-se um pouco na “placa em relevo de Karl Leisner de todos nós”, em “Karl Leisner de todos nós”.

Lugares de encontro

Duas semanas antes, Christa Bockholt, do Círculo Internacional Karl Leisner que trabalha na compilação de lugares de encontro, relacionados com as cópias da placa em relevo de Karl Leisner, realizadas pelo escultor Johannes Raphael Potzler.

Escreve para o endereço que encontra na página web do Centro Internacional de Schoenstatt em Belmonte – Roma: “Actualmente, compilo informação para as páginas de internet do Círculo Internacional Karl Leisner (IKLK, siglas em alemão) CIKL – em português, sobre as diferentes maneiras de honrar o Beato Karl Leisner. As contribuições irão sendo publicadas na página do CIKL. À veneração corresponde também a placa em relevo de Karl Leisner, do escultor Johannes Potzler. O primeiro molde foi uma oferta do Curso Uniti Patri e está no Santuário dos Sacerdotes de Schoenstatt, no Monte Moriah, em Simmern”. A seguir, enumera os lugares acima descritos, onde se encontram as placas em relevo, para tirar fotografias e compilar informação. “O sexto molde da placa em relevo foi para o Centro Internacional de Schoenstatt em Belmonte – Roma. Como não estás nas minhas previsões ir a Roma, gostava de saber se a placa tem espaço próprio e onde… talvez, também, quem a ofereceu. Agradeço-vos toda e qualquer informação. Se me enviarem uma fotografia para eu publicar e, outra do Centro, ficar-vos-ia muito agradecida…”

O Reitor, Pe. Marcelo Cervi começa, imediatamente, uma investigação que, não só, nos traz informação sobre a placa, mas também, sobre outros tesouros que, durante o longo tempo das obras e das trocas de pessoas, ocorridos em Belmonte, tinham ficado escondidos até hoje. E, tudo desembocou na criação de uma capela dedicada a Karl Leisner, na Casa da Aliança. Depois de terem sido dedicadas três Salas na Domus Pater Kentenich, a três figuras proeminentes de Schoenstatt: Franz Reinisch, Gertraud von Bullion e João Pozzobon, há agora uma capela dedicada a este jovem sacerdote que, viveu profundamente e com alegria a Aliança de Amor, para conduzir muitas pessoas, sobretudo jovens, a Cristo, a sua grande paixão.

Arame farpado, guitarra e Eucaristia

Na página da internet do Círculo Internacional Karl Leisner, aparece desde 21 de Fevereiro:

Entretanto foi erigida na casa em anexo, uma capela, um lugar de oração dedicado a Karl Leisner. A placa em relevo está na parede da direita. Trata-se do sexto molde de uma placa em relevo, em bronze, oferecido pelo Curso Uniti Patri dos Padres de Schoenstatt para o Santuário dos Sacerdotes do Monte Moriah, em Simmern, por ocasião da beatificação de Karl Leisner, em 23 de Junho de 1996. A placa em relevo está ali desde Abril de 1997.

Na placa está representada, inequivocamente, a efígie de Karl Leisner, com a inscrição “VICTOR IN VINCULIS”, o ano do seu nascimento – 1915 – e os atributos: arame farpado, guitarra, a Sagrada Partícula e uma folha em branco, com a assinatura de Karl Leisner, símbolo da Carta -Branca.

O grupo de Schoenstatt, ao qual pertencia Karl Leisner, no Campo de Concentração de Dachau, orientado, primeiro por Heinz Dresbach e a seguir por Hermann Richarz, começou na Quaresma de 1944, com a procura do Ideal de grupo. O grupo decidiu-se pela proposta de Robert Pruszkowski “Victor in vinculis (Mariae)”. A procura do Ideal foi fortemente inspirada pela Piedade Instrumental Mariana, sobre a qual o Pe. Kentenich tinha falado na primavera de 1944. Trata.se da vinculação a Maria, no sentido do instrumento, da interligação. Maria é símbolo de Deus Trino. O Pe. Makarius Spiztig OSB esculpiu no Campo de Concentração de Dachau um Báculo com o escudo do Bispo Gabriel Piguet e a inscrição “Victor in vinculis”.

O arame farpado simboliza os cinco anos e meio que Karl Leisner esteve preso e os sofrimentos causados por uma tuberculose, vítima da qual veio a falecer em 12 de Agosto de 1945.

A guitarra na placa causa assombro e indica a natureza alegre de Karl Leisner, assim como, a sua maneira positiva de pensar e agir. Com a guitarra não só entusiasmava os jovens, mas também, os seus companheiros reclusos no Campo de Concentração de Dachau. Em 9 de Março de 1941 pediu que lhe enviassem a guitarra para o Campo de Concentração. Confirmou, mais tarde, a chegada da guitarra e a alegria que lhes deu, a ele e aos seus companheiros. Em 18 de Outubro de 1941 escreveu à família: Esta noite tocámos guitarra e cantámos; Heiho!

Sobre a Sagrada Partícula escreve Georg Egle, na edição de Dezembro de 1997 da revista mensal de Schoenstatt “Basis”. “Claramente se vê uma Sagrada Partícula na placa, Karl Leisner segura-A na sua mão direita. Fala do seu amor a Cristo, a sua paixão juvenil e a sua entrega sacerdotal a Cristo. Como Diácono dava a Comunhão aos doentes, pondo em risco a vida. É o único prisioneiro de um Campo de Concentração nazi que foi Ordenado sacerdote. Lá, celebrou a sua primeira e última Missa”.

Sobre a Carta – Branca escreve Egle: “Em baixo à esquerda vê-se uma folha com a assinatura de Karl Leisner. Em conjunto com os membros do seu grupo de Teologia de Münster, em 1939, Karl pôs, livremente, a vida à disposição de Nossa Senhora. Com esta atitude viveu na prisão e no Campo de Concentração”. Possivelmente, em 25 de Março de 1939, rezaram os schoenstatteanos com os Diáconos, entre os quais estava Karl Leisner, a seguinte oração de Consagração: Querida Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt: o Curso Münster 1939 agradece-Te a sua vocação para o sacerdócio e para a União. Em agradecimento, damos-Te pátrio poder e Carta- Branca sobre nós. Faz connosco o que quiseres e como quiseres. Leva-nos do Altar para o dia-a-dia e faz que vivamos sob a lei: Sacerdotem oportet offerre.

Roma vinculou, especialmente, Karl Leisner com a cabeça da Igreja, o Papa. O seu respeito por Pio XI e, mais tarde por Pio XII, reflecte-se nos apontamentos do seu diário. Em 1936 conheceu Roma durante uma viagem de Pentecostes, de 22/5 a 8/6, em companhia dos seus colegas Josef Köckemann e Max Terhorst. O momento culminante desta viagem foi a Audiência privada com o Papa Pio XI, cuja morte a 10 de Fevereiro de 1939, assim como, a eleição do seu sucessor, Eugénio Pacelli – Pio XII, comoveram Karl profundamente.”

Karl Leisner esteve em Roma…a cidade do Santo Padre. Ele está em Roma. Nós também.

 

Alguns links dos relatos publicados até agora sobre a placa em relevo de Karl Leisner, de Johannes Potzler (em alemão):

http://www.karl-leisner.de/simmernwesterwald-karl-leisner-plastik-im-priesterhaus-auf-berg-moriah/

http://www.karl-leisner.de/freiburg-karl-leisner-plastik-in-der-hauskapelle-von-erzbischof-em-dr-robert-zollitsch/

http://www.karl-leisner.de/000mannheim-karl-leisner-plastik-im-haus-der-begegnung-im-ortsteil-gartenstadt/

http://www.karl-leisner.de/000merzhausen-karl-leisner-relief-in-der-schoenstattkapelle/

http://www.karl-leisner.de/stuttgart-karl-leisner-plastik-im-schoenstattkapellchen-im-stadtteil-freiberg/

http://www.karl-leisner.de/vallendar-karl-leisner-haus-und-weitere-ehrungen-des-seligen-in-der-marienau-in-schoenstatt/

 

Original: alemão, 09.03.2017. Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , , ,