Colocado em 26. Janeiro 2017 In Vida em Aliança

Uma oração que une a todo Schoenstatt com a bênção do Santuário da Costa Rica

COSTA RICA, Maria Fischer com Gonzalo Vega •

Vozes da alma. Elemento constitutivo para o descobrimento da vontade de Deus na vida pessoal dos schoenstattianos e em todo Schoenstatt. Vozes da alma e a sua repercussão em outras almas, especialmente em almas com sintonia missionária. Discernimento na chave Kentenich. Foi por ocasião da bodas de prata da sua ordenação sacerdotal, que o Padre Kentenich, destacava que nada em Schoenstatt tinha surgido de maneira teórica, e sim, por centenas de contributos de indivíduos, dando o melhor de si… Quando no 18 de março se celebrar a bênção do Santuário da Costa Rica, haverá uma oração que se rezará nesse momento e nesse lugar. A mesma oração se rezará, possivelmente, em centenas de Santuários e ermidas durante a Missa ou o terço da Aliança. Esta inspiração vem de Renate S., uma senhora da Alemanha, ao encantar-se com o compromisso da família “tica” com o seu Santuário. Na Costa Rica emocionaram-se com o pedido de poderem unir-se em oração com eles, dedicaram-se a escrever esta oração solicitada e hoje, 20 de janeiro de 2017, oferece-se a toda a Família de Schoenstatt.

Os membros da Coordenação  Arquidiocesana de San José,  Costa Rica

Oração do “Santuário Família de Esperança”

Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt, Rainha da Esperança, a Ti vimos com um coração agradecido, pelo dom desta virtude, fonte inesgotável de alegria e de paz.

A Esperança reinou na Sagrada Família e acompanhou-te em cada dia da tua vida. A Ti vimos porque as nossas famílias necessitam viver na Esperança do Amor e com a Esperança da Fé.

Consolida a nossa família na unidade, no compromisso e no amor fraterno, com a Esperança de construir a Nova Comunidade pensada pelo nosso Pai Fundador.

Neste Santuário, a ESPERANÇA é a Graça para os peregrinos,

porque Tu, Mater, és Modelo e Mestra da Esperança.

A esperança em Deus faz-nos entrar no raio de ação da lembrança de Deus. 

Também o Papa Francisco parece unir-se a esta corrente de esperança que vem da Costa Rica. Desde o Advento, dedicou as suas catequeses nas audiências gerais à esperança. Na audiência geral de 11 de janeiro, disse:

“O Senhor lembra-se sempre. Também nos momentos maus. Ele lembra-se de nós. E esta é a nossa esperança. E a esperança não dececiona nunca. Nunca. Nunca. Os ídolos dececionam sempre: são fantasias, não são reais. Esta é a estupenda realidade da esperança: confiando no Senhor tornamo-nos como Ele, a sua bênção transforma-nos em seu filhos, que partilham a sua vida. A esperança em Deus faz-nos entrar, digamos, no raio de ação da sua lembrança, da sua memória que nos abençoa e salva. E então pode brotar o aleluia, o louvor ao Deus vivo e verdadeiro, que para nós nasceu de Maria, morreu na cruz e ressuscitou na glória. E neste Deus nós temos esperança, e este Deus –que não é um ídolo- não dececiona nunca”.

Para o Padre Kentenich, o que veio dos filhos mais jovens da família sempre teve um forte toque da voz de Deus. O Santuário mais jovem, o Santuário a ser abençoado em 18 de março, chama-nos a ser Família de Esperança.

Consolida a nossa família na unidade, no compromisso e no amor fraterno com a Esperança de construir a Nova Comunidade pensada pelo nosso Pai Fundador

Imaginam o que pode acontecer se em muitos, se em todos os Santuários do mundo, no 18 de março, com uma só voz, os schoenstattianos rezarem: Consolida a nossa família na unidade, no compromisso e no amor fraterno com a Esperança de construir a Nova Comunidade pensada pelo nosso Pai Fundador”…?

Se todos rezarem assim, e se todo Schoenstatt participar desta iniciativa, será um momento de graça que a Mater quererá oferecer a partir deste seu Santuário mais jovem… e tudo por causa de uma simples inspiração que teve uma senhora alemã, que se encantou com o compromisso e a alegria da família tica.

Com histórias reais da vida, Schoenstatt nunca é aborrecido.

Página oficial do Movimento de Schoenstatt na Costa Rica:  http://www.schoenstattcostarica.org/

Informações: [email protected]

Original: espanhol. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,