Colocado em 2016-05-31 In Vida em Aliança

Outros três Desmond Tutu no Santuário Monte Sião Gikungu

BURUNDI, Diomède Mujojoma •

Outros três Desmond Tutu reuniram-se no Santuário  de Schoenstatt Monte Sião Gikungu, no Domingo 22 de Maio de 2016, um, não qualquer, Domingo pois a Igreja Universal celebrava a Solenidade da Santíssima Trindade. Neste Santuário Mariano, havia uma tripla festa: em primeiro lugar, a Santíssima Trindade, depois o 14º aniversário da Dedicação da grande igreja que tem o nome de „Igreja da Santíssima Trindade“ e, finalmente, o encerramento do Mês de Maria, encerramento esse que reuniu todos os Movimentos da Acção Católica do Vicariato de Bujumbura, chegados em peregrinação, estandartes brandidos ao ritmo da charanga e do címbalo. Vinham acompanhados pelas suas autoridades eclesiais. O Arcebispo de Bujumbura, Mons. Evariste Ngoyagoye acompanhou os seus jovens, com os seus dois visitantes, o Cardeal Arcebispo de Addis Abeba na Etiopia e um Bispo do Sudão do Sul, todos enviados pela Conferência dos Bispos do Norte de África para visitarem o Burundi neste periodo de crise sócio- política. A Missa das nove e meia, no decurso da qual se desenrolaram todas estas cerimónias, teve início com a igreja a abarrotar. Até os degraus estavam já ocupados pelos peregrinos.

IMG_3426

Os dois prelados dedicaram as suas vidas à construção dum mundo pacificado e reconciliado

Nas suas palavras de boas-vindas, o Reitor do Santuário, o Pe. Félicien Nimbona, desejou, em inglês, as boas-vindas aos peregrinos, sobretudo, aos visitantes vindos do outro lado de África, o Cardeal Berhaneyesus Demerew Souraphiel, Arcebispo de Addis Abeba, na Etiópia e Mons. Paride Taban Abraham Kenyi, Bispo Emérito e Fundador da Aldeia da Paz da Santíssima Trindade, no Sudão do Sul. Os dois prelados dedicaram as suas vidas à construção dum mundo pacificado e reconciliado, pelo que, os dois são chamados, nos seus países, Desmond Tutu. O Mons. Evariste Ngoyagoye é, também, considerado pelos Prelados e povos do Sudão e da Etiópia, como o Desmond Tutu do Burundi, informou o Mons. Paride Taban Abraham Kenyi. É, por isso, que dizemos que, nesta Igreja da Santíssima Trindade, nesta Celebração Eucarística que recorda, também, o dia da sua Ordenação Sacerdotal, três Desmond Tutu se encontraram.

O Pe. Félicien também desejou as boas-vindas aos membros dos Movimentos da Acção Católica em peregrinação, lembrando, ao mesmo tempo, a tripla celebração deste Domingo: a Solenidade da Santíssima Trindade, o 14º aniversário da Dedicação à Santíssima Trindade, da igreja que albergava as cerimónias e o encerramento do Mês de Maria, razão pela qual os MAC se reuniram para este encerramento.

IMG_3437

Construir a unidade a exemplo da que existe entre Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo

Na sua Homilia, Mons. Evariste Ngoyagoye, Arcebispo de Bujumbura que presidiu à Celebração, começou por felicitar os peregrinos do Santuário de Monte Sião Gikungu pelo 14º aniversário da Igreja da Santíssima Trindade, na própria Solenidade da Santíssima Trindade, uma celebração que coincidiu com o encerramento do Mês de Maria, antecipado pois que, no dia 29 será a Solenidade do Corpo de Deus, comummente chamada do Santíssimo Sacramento. Informou, também, os fiéis sobre a missão dos dois visitantes de marca, sublinhando que tinham sido enviados pela Conferência Episcopal da Região do Norte de África para que viessem informar-se sobre a situação de segurança no Burundi.

O Mês de Maria, disse o Arcebispo, é uma oportunidade para recarregar baterias junto de Nossa Senhora, a Mãe da Sabedoria. Comentando as Sagradas Escrituras, Mons. Ngoyagoye insistiu na coragem que nos deve conduzir à apreensão de uma fé sólida na Santíssima Trindade, um Dogma cristão que nos é difícil compreender. Convidou os fiéis a construirem a unidade a exemplo da que existe entre Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo.

IMG_3433

Rezai pelas negociações em curso em Arusha…

Antes de concluir a Homilia, o Arcebispo de Bujumbura convidou os fiéis a rezarem pelas negociações em curso em Arusha, afim que, o Espírito Santo „visite“ os representantes da população Burundense, conduza a sua argumentação e que voltem com um resultado favorável para a paz e a segurança do Burundi.

No momento do Ofertório, foram oferecidos símbolos pelos MAC: uma vela, símbolo da luz que cada um de nós deve levar aos outros; um ramo de flores multicores, símbolo dos frutos que somos chamados a produzir na nossa vida; o globo terrestre para oferecer toda a Humanidade à Santíssima Trindade. Por fim, foram apresentadas 14 velas, símbolo dos 14 anos da Dedicação da igreja à Santíssima Trindade.

Assinalemos que, no fim da Celebração Eucarística, foram pronunciados discursos, um pelo representante do Apostolado dos Leigos e, outros dois, pelos dois Prelados em visita ao Burundi. Uma procissão rumo ao Santuário encerrou as cerimónias do dia e, a Bênção Final foi dada, em latim, por Mons. Evariste Ngoyagoye e pelos seus dois hóspedes. E o tambor ressoou para embelezar a festa, junto com uma animação folclórica dos membros do Movimento da Acção Católica.

Original: francês. Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Fonte: Clôture du mois marial au Sanctuaire Mont Sion Gikungu

Etiquetas: , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *