Colocado em 2015-07-21 In Vida em Aliança

O Santuário de todos nós

ROMA-BELMONTE, Pe. Daniel Lozano e Maria Fischer •

“Junho foi um mês de muitas visitas: da Alemanha, Argentina, Uruguai, EUA, Chile, Brasil e de uma peregrinação de 80 romanos que passaram do Santuário Cor Ecclesia a Belmonte, missa, almoço e laser. Pelo menos para cerca de 50 foi a sua primeira visita a um santuário de Schoenstatt e a maioria foi a primeira vez que ouviu falar da nossa família. A missa teve também como primeiro convidado São José; com a imagem que se tinha levado à casa Domus P Kentenich no primeiro de maio, a quem confiei os operários e a condução da obra”, escreve o Pe. Daniel Lozano, reitor de Belmonte, na sua carta mensal. O Pe. Daniel Lozano informa, assim, a Família de Schoenstatt sobre os acontecimentos em torno do “Santuário de todos nós”, nome “recebido do povo” que tem o Santuário Matri Ecclesiae desde a sua bênção em setembro de 2004.

IMG_8408

São José Operário

Foram muitos os que se espantaram ao encontrar a estátua de São José no hall da Casa José Kentenich. A todos os que quiseram saber e também os que não quiseram, Gianni, o capataz e encarregado da manutenção da casa, explicou-lhes que cada vez que passa pela estátua, ajoelha-se e reza. Continua a carta do Pe. Daniel: ““Desde esse dia os trabalhos adquiriram um ritmo interessante. São José levou a sério o pedido que lhe fizemos. Cabe-nos a nós secundá-lo para reviver o “nada sem Ti, nada sem nós”.

Que bonito é viver esta experiência, levar adiante uma obra em união com o natural e o sobrenatural: o homem e Deus, a terra e o céu. Assim, não é que tudo pareça mais fácil, é mesmo mais fácil, mais suportável.

O meu coração enche-se de alegria ao ver como toda a família trabalha unida para fazer de Belmonte “o Santuário de todos nós”.

Convido-vos a não baixarem os braços e a continuarem a rezar para podermos concluir este sonho do Pai. Desde Belmonte rezo por vós, e desde o meu coração sacerdotal vai a bênção do Deus Uno e Trino.

Padre Daniel Lozano
rettore@romabelmonte.info

10464020_470655073098762_3016979850116294253_n

O Santuário de todos ao serviço de uma missionária em Trento

Onde poderia conseguir imagens de Nossa Senhora de Schoenstatt com o texto em italiano? Fazia esta pergunta uma jovem da zona de Trento, no norte de Itália, que há alguns meses é missionária da Mãe Peregrina.

Os seus sogros anunciaram-lhe a sua visita a Trento e quiseram fazer uma paragem em Roma. Gisela C. deu-lhes um conselho: em Roma existia um santuário mariano que de certeza ainda não conheciam, sem falta, tinham de peregrinar até lá. E se visitassem esse santuário, que por favor lhe levassem muitas imagens da Virgem Santíssima.

Há uns dias, Graciela C. escreveu: “Os meus sogros estiveram em Belmonte e gostaram muito. Agora tenho imagens suficientes com as orações schoenstattianas para todos os que são visitados, em Trento, pela Mãe Peregrina. Espero estar presente no dia 6 de setembro próximo durante o encontro da Família de Schoenstatt italiana e assim poder conhecer pessoalmente Belmonte”.

012

Época de férias em Belmonte

Julho e agosto são meses de férias em Roma. Mesmo férias. Quem pode, sai, porque o calor é insuportável. Por isso, será celebrada a última missa no Santuário, antes de se reiniciar as atividades no dia 6 de setembro, com o encontro da Família de Schoenstatt de Itália, com a presença de Mons. Ignazio Sanna, arcebispo de Oristano e membro do Instituto de sacerdotes diocesanos de Schoenstatt. Mas também durante esta época de férias o Santuário ficará aberto, durante estas semanas o acesso será feito pela entrada que está más abaixo, na Vía di Santa Gemma, próxima da Casa Padre Kentenich.

010

Em breve teremos a casa

“Quando teremos a casa pronta?”, perguntámos ao Pe. Daniel. “Esperamos que em dezembro já se possa usar” comenta, feliz. Ainda faltam recursos para terminar a obra, mas que bonito seria poder abrir a casa, justamente, nos cinquenta anos do encerramento do Concilio Vaticano II, da bênção simbólica da pedra fundamental do Santuário de todos nós, e dar assim um contributo, um presente de Schoenstatt ao Ano Jubilar da Misericórdia que começará nesse 8 de dezembro!

Como já se sabe, haverá algo único na Casa Padre Kentenich: os 31 quartos para peregrinos levarão os nomes dos países onde exista, pelo menos, um santuário de Schoenstatt. Outras salas serão dedicadas a personalidades de Schoenstatt: por agora Gertraud von Bullion, a primeira mulher em Schoenstatt, e o Pe. Franz Reinisch, o mártir da fidelidade à consciência.

Os schoenstattianos estão convidados a contribuir economicamente para os quartos do seu próprio país ou para os dos países que têm uma grande riqueza espiritual para oferecer, mas talvez não a tenham a nível económico. O mais importante, contudo, é o convite a “encher” estes quartos, estas salas, com o património espiritual de cada país, com as graças dos seus santuários, com a riqueza da sua cultura, com o que marca a identidade de Schoenstatt nesse país, e que esse país quer pôr à disposição do grande serviço à Igreja que é Belmonte.

Este contributo será expresso numa cruz, numa imagem da MTA e noutro símbolo típico que cada país doará ao quarto que terá o seu nome. Chegou a hora!

Perdida e encontrada : a imagem da Virgem Santíssima para o quarto das Filipinas

20150622_185432Em outubro de 2014 chegou a Belmonte a primeira imagem de Nossa Senhora de Schoenstatt para um dos quartos: trouxeram-na os peregrinos filipinos que participaram no jubileu, de modo a que ela pudesse lá estar no momento em que fossem inauguradas a casa e o “quarto filipino”. Um pequeno susto em junho: onde tinha ficado a imagem? Grande alivio e alegria quando a descobriram no quarto do reitor do Santuário… ele não tinha a menor ideia do tesouro que guardava no seu dormitório.. Em novembro também se lhe juntará a cruz desenhada nas Filipinas.

Uma boa notícia para o Chile: O Padre Erich H., da Alemanha, celebrou em 27 de junho as suas bodas de ouro sacerdotais. Dos presentes em dinheiro que recebeu, doou € 3.000 para o quarto do Chile em Belmonte!

Mantê-los-emos informados…

“Recebi hoje o Boletim e partilho-o com a Família do Santuário de San Isidro e com outros Santuários de Buenos Aires e da Argentina, faço parte do Secretariado Padre José Kentenich da Família de San Isidro e agradeço a sua oferta de material, Muito obrigada”, escreve Silvina Ravarini. “Conheço o Santuário de Belmonte já lá fui duas vezes em 2006 com a Família de Schoenstatt de Florencio Varela, e para os Cem Anos de Schoenstatt e impressionou-me o quanto cresceu o Santuário de Belmonte. Está lindo, tenho umas fotos muito bonitas que tirei para os 100 anos de Schoenstatt.”

O reitor, Pe. Daniel Lozano, e a equipa de comunicação de Belmonte querem partilhar, com este boletim mensal, a vida que surge em redor do “Santuário de todos nós”, informar acerca dos projetos e iniciativas conseguidas e entusiasmar os leitores para que tornem seu o sonho do Padre Kentenich: um Centro internacional de Schoenstatt no coração da Igreja.

Porque se Belmonte ainda não existisse, teria que ser criado. Um Santuário construido sobre os fundamentos do amor sacrificado à Igreja. Um Santuário para agora. Para a Igreja e nela Schoenstatt, na corrente de renovação do Papa Francisco à espera do Ano jubilar da Misericórdia.

IMG_8343

Se quer estar regularmente informado, pode pedi-lo aqui: subscrever o boletín

Para ler o boletim de Belmonte, junho 2015

Todos os boletins de Belmonte

Original: espanhol. Tradução. Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *