Colocado em 2009-08-28 In Vida em Aliança

Em procissão empreendida ao Santuário com a Imagem Auxiliar

Jornada dos estudantes da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, de Bujumbura, ÁfricaBURUNDI, Raïssa-Sarah BIGENDAKO. Missionários da Mãe Peregrina de Schoenstatt, de Burundi e alguns outros jovens, no total de mais de 30 pessoas, sendo a maior parte delas, estudantes da Universidade Lumière, de Bujumbura, reuniram-se para participar de um curso de formação de vários dias de duração; estes fazem parte dos primeiros que saudaram a Auxiliar para Burundi, que havia chegado a seu país no início de junho derradeiro.

Esta jornada teve início no final da tarde de sexta-feira com a celebração da Santa Missa no Santuário de Schoenstatt, situado no Monte Sion Gikugu. Finda a apresentação dos participantes, foi exibido um filme acerca do apostolado da Mãe Peregrina de Schoenstatt.

Missionários da Mãe Peregrina de SchoenstattNa manhã seguinte todos os participantes já se haviam levantado cedo para participar da Santa Missa no Santuário. As conferências ficaram a cargo da ir. Marie Niyibizi e de Josette Ngendakumana. Na primeira conferência foi tratado o tema da coroação – a corrente que desde há três anos tem vindo a abranger toda a Família Schoenstattiana de Burundi, conduzindo à coroação de Nossa Senhora, sob o título: Rainha da Paz e da Reconciliação, a ocorrer no dia 15 de agosto próximo. Na segunda conferência tratou-se o tema referente à vida de Nossa Senhora, e na terceira conferência a respeito da história do Santuário da Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt e seu significado. Finda cada conferência, houve um tempo dedicado a perguntas e a troca de impressões.

O sentido do silêncio

A manhã do domingo principiou com os preparativos da Santa Missa. Em seguida, todos os participantes foram introduzidos em um período dedicado ao silêncio mediante o tema: o sentido do silêncio.

Na parte da tarde os participantes obtiveram informações referentes à Campanha da Mãe Três Vezes Admirável na Universidade Lumière, de Bujumbura.Danças tradicionais, cânticos e representações preencheram o fim da tarde, com que foi encerrada a jornada. Na manhã de segunda-feira, finda a Santa Missa e o serviço de limpeza, chegou então a hora dos participantes partirem para o seio do cotio!

Toda a jornada fora impressa por um bom ambiente e abertura; os participantes estavam entusiasmados pela cordial recepção obtida, sobretudo pelos conhecimentos adquiridos, pelo ambiente que os auxiliou a refletir e pela experiência do silêncio.

Tradução: Abadia da Ressurreição, Ponta Grossa, PR, Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *