três perguntas Rótulo

Hoje responde: P. Alberto E. Eronti, Florencio Varela, Argentina, Padre de Schoenstatt da primeira geração em Argentina • Passado meio ano de peregrinar pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo, e na sua tarefa? Se o primeiro século de Schoenstatt, como alguns afirmam, foi o tempo da fundação, da estruturação e da consolidação; ao menos no início do segundo século deveremos acentuar mais a dimensão carismática e missionária da Família. Deveria ser um século deLeia mais
Hoje responde: Rafael Gualberto Ortiz Moreno, mais conhecido por Beto Ortiz, engenheiro. Sou membro do Curso 12 (Pilares do Santuário) da União das Famílias do Paraguai e primeiro Curso na Ciudad del Este. Casado com Magdalena (Lena) Barros Ortiz e pai de Tatiana, Rafael e Guillermo • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? Sonho com uma nova forma de evangelizar através de Nossa Senhora, comLeia mais
Hoje responde: Pe. Denis Foley, Sidney, Austrália, “respondendo como um australiano”, membro do Instituto de Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt, a força impulsionadora do compromisso do Movimento de Schoenstatt da Austrália com o Santuário de todos nós em Belmonte • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na igreja e no mundo, e na sua tarefa? Para pôr sobre rodas Schoenstatt na Austrália. Fazer frente aos seguintes objetivos: Somos vistos por estar na igreja, apesar de,Leia mais
Hoje responde: Sebastián Acha, Asunción, Paraguai, ex-chefe do ramo da Juventude Masculina Secundária na sua época, fundador de Patria Querida (partido político que nasceu de Schoenstatt) e ex deputado nacional pelos períodos •   A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor…Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na igreja e no mundo, e na sua tarefa? Não imagino a Igreja sem Schoenstatt e Schoenstatt fora da Igreja. O caminho do Padre Kentenich foi o da transformação a partir do próprio interior até aLeia mais
Hoje responde: Alejandro Blanco Araujo, Ph.D. Membro da Federação de Presbíteros de Schoenstatt (Schönstatt-Priesterbund) Região Argentina. Participa da Direção internacional da Federação (International-Bundesleitung). Assessor do movimento na Argentina. Assessor pedagógico no Instituto Estrada – City Bell (colégio kentenijiano). Professor de Filosofia da religião na Universidade de Salvador, Buenos Aires • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na igreja e no mundo, e na sua tarefa? Sonho com um Schoenstatt que liberta o carisma do PadreLeia mais
Hoje responde: o Pe. Daniel Lozano, membro da Direcção Geral do Instituto de Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt, natural do Rosário, Argentina. Desde Fevereiro de 2015, Reitor do Santuário Matri Ecclesiae, em Roma, Belmonte •   A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? Sonho-o como uma força que se abre ao mundo para sinalizar novos ventos na Igreja. Para chegarmos a cumprir este sonho o que éLeia mais
Hoje responde: Irmã M. Elizabet Parodi, Roma, da Argentina, a trabalhar na Congregação para a Causa dos Santos, no Vaticano • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? O sonho ancorado na confiança. Um Schoenstatt confiante em que Maria renovou a Aliança e, em que nós nos renovamos no primeiro amor a Ela, num amor capaz de vencer barreiras e, de sair, a oferecer o queLeia mais
Do Santuário de Tupãrenda, no Paraguai, uma saudação cordial para todos. Sou o Pe. Oscar Iván Saldívar, Padre de Schoenstatt paraguaio. Tenho 33 anos. Fui Ordenado Sacerdote em 9 de Novembro de 2013, na Igreja, em construção Santa Maria da Trindade, em Tupãrenda (Ypacaraí- Paraguai). Conheci o Movimento Apostólico de Schoenstatt, justamente em Tupãrenda, num 18 de Outubro de 2000. As minhas primeiras experiências em Schoenstatt ajudaram-me a perceber a Paternidade e a Misericórdia de Deus. Por isso, na Aliança de Amor com Maria – selei a minha Aliança comLeia mais
Hoje responde: Marcelo Luzardi – Membro da Liga Apostólica das Famílias – Director da Revista Tüparenda, órgão de difusão do Movimento no Paraguai • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? Sonho com um Movimento que, em contínua expansão, presenteia à Igreja e ao Mundo a sua vinculação especial a Maria e a sua rica pedagogia. Mas, um Movimento que, apesar de amplo, não perde aLeia mais
Olá, o meu nome é Duncan McVicar, eu sou da Escócia, Reino Unido, tenho 58 anos de idade, sou um Padre de Schoenstatt, ordenado no “Jubileu do centenário do nascimento do nosso Pai Fundador” em 1985. Estudei na Universidade de Münster e em Tuebingen, e também na Universidade de Loyola, em Chicago, nos EUA. Eu tive o prazer de trabalhar e viver em diferentes países, nomeadamente na Polónia, Índia, África do Sul e Argentina. Eu fiz parte da equipe que preparou o centenário da celebração do aniversário de nascimento doLeia mais