reinserção social Rótulo

PARAGUAI, Maria Fischer • Nas cores azul e verde claro, e feito de maneira muito profissional – como corresponde em uma obra que quer devolver a dignidade as pessoas abandonadas e menosprezadas durante toda sua vida -, se apresenta a nova página institucional de uma das obras sociais mais jovens e mais impactantes de Schoenstatt: a Casa Mãe de Tupãrenda  (CMT), um programa socioeducativo de reinserção social e desenvolvimento pessoal de jovens e adolescentes, inspirado na espiritualidade do Movimento Apostólico de Schoenstatt e na pedagogia de seu fundador, o padreLeia mais
PARAGUAI, Ani Souberlich “No final do mês, graduaram os três primeiros jovens, que ao sair em liberdade, se acolheram voluntariamente ao programa de reinserção que proporciona o Ministério da Justiça em aliança com a Fundação para a promoção dos Valores e Prevenção da Violência (Fundaprova).” Assim começa um grande artigo no jornal La Nación sobre os primeiros graduados da Casa Mãe de Tuparendá (CMT). ” O programa de reinserção para jovens, que no passado tiveram algum conflito com a lei, pode receber até 20 meninos interessados em aprender ofícios deLeia mais
PARAGUAI, Ani Souberlich e Maria Fischer • Dia 12 de fevereiro completou um ano da bênção da pedra fundamental para começar a construir a Casa Mãe de Tuparendá (CMT) no Paraguai. Trata-se de um centro para reinserção social de adolescentes que infringiram alguma lei. Em apenas 6 meses a casa foi construída e imediatamente se abriram as portas para receber os participantes que hoje já são 19. Passaram seis meses em que, dia-a-dia, podemos ser testemunhos de “pequenos grandes milagres” na vida de cada um deles, seis meses de importantesLeia mais
PARAGUAI, P. Pedro Kühlcke • – Olá, Pepito! Já está de novo na cadeia? Que pena! Por quê? – Sim, perdão! Quatro meses aguentei lá fora. Mas não consegui trabalho em nenhum lugar, não tive apoio de ninguém; você sabe o caos que é minha família. A tentação foi mais forte e caí de novo. A dor: pouco tempo depois de sair, retornam novamente para a cadeia. Quando, há quase dois anos nos demos conta de que a MTA queria nos enviar a uma periferia tão existencial como é umaLeia mais