jovens P. Pedro Kühlcke Rótulo

PARAGUAI, P. Pedro Kühlcke • – Olá, Pepito! Já está de novo na cadeia? Que pena! Por quê? – Sim, perdão! Quatro meses aguentei lá fora. Mas não consegui trabalho em nenhum lugar, não tive apoio de ninguém; você sabe o caos que é minha família. A tentação foi mais forte e caí de novo. A dor: pouco tempo depois de sair, retornam novamente para a cadeia. Quando, há quase dois anos nos demos conta de que a MTA queria nos enviar a uma periferia tão existencial como é umaLeia mais