Christian Löhr Rótulo

ROMA BELMONTE, Pe. Christian Löhr,  Superior Geral do Instituto dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt • Em 9 de Maio recebi a visita de um Curso da União das Mães no Monte Moriah. Devido à história do seu Curso elas ardem por Belmonte e quiseram fazer parte do processo de Coroação de Nossa Senhora em Belmonte. Oferecem muito Capital de Graças para que o nosso Pai-Fundador, o Padre José Kentenich, seja reconhecido também pela Igreja universal através de Belmonte. As fotografias mostram o grupo no Santuário de Moriah. Eu levo aLeia mais
ROMA BELMONTE, Maria Fischer • 22 de Janeiro de 2017: Em Ranchos, Província de Buenos Aires (Argentina), começam as Missões Familiares 2017, apoiadas, em oração, por schoenstatteanos de vários continentes. Em Villa Cura Brochero, uns 75 jovens de vários países terminam a sua peregrinação ao túmulo do primeiro santo argentino, entregando-lhe as intenções de pessoas de mais países ainda. Em Roma e em todo o mundo, os Pallottinos celebram a Festa de S. Vicente Pallotti, o apóstolo do apostolado universal, cuja missão tanto fascinava o Padre Kentenich. Universalidade, internacionalidade: “ALeia mais
Do Pe. Stefan Keller, Presidente do Quinto Congresso Geral, e do Pe. Heinz-Martin Zipfel, Presidente da Comissão Eleitoral • O Dr. Christian Löhr foi eleito o novo Superior Geral da comunidade dos padres, no V Congresso Geral do Instituto dos Padres Diocesanos de Schoenstatt que decorreu na casa dos sacerdotes, no Monte Moriah, em Schoenstatt, na Alemanha. Helmut Rügamer foi eleito Reitor Geral dos Cursos. Outros membros também eleitos da Direção Geral são os Secretários: Dr. Francisco A. Jimenez, Stefan Keller e Dr. Denis Ndikumana. Helmut Rügamer, Dr. Denis Ndikumana,Leia mais
Uma entrevista ao Pe. Christian Löhr, Instituto de Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt • O que representa Belmonte? Como schoenstattianos dizemos imediatamente: é a visão de futuro do nosso Pai e Fundador o Padre José Kentenich. Mas hoje, durante a nossa reunião com os colaboradores profissionais de recolha de fundos e comunicação, percebemos, como responsáveis das obras e do funcionamento, que há que examiná-la pormenorizadamente: O que é então esta visão de futuro? Esta é a pergunta: como é a Igreja “futura”? Como se pode reordenar a colaboração entre sacerdotes eLeia mais