Colocado em 2020-10-20 In Madrugadores

Como vivi o regresso às Madrugadas presenciais

COSTA RICA – Hugo García •

Durante várias semanas, com grande anseio e alegria nos nossos corações, tínhamos estado à espera desta Madrugada de 17 de outubro , depois de nos ter sido dada a notícia de que, como parte das actividades de preparação para a celebração dos 106 anos de Schoenstatt, os Madrugadores da Costa Rica, assim como o Ramo dos Homens, teriam a honra de participar na Santa Missa celebrada pelo Padre José Luis Correa no Santuário Família de Esperança em San José, Costa Rica. —

Juntamente com o nosso coordenador geral de Madrugadores, Carlos Alfaro, e apoiados pelos coordenadores das 24 comunidades de Madrugadores no nosso país, e pelos membros do Ramo dos Homens, iniciámos a motivação de estarmos presentes no Santuário, apesar da situação nacional com a pandemia, e de demonstrarmos, com actos, à nossa Mãe Santíssima que A amamos e que queremos que Ela continue a educar-nos e a transformar-nos.

Missa, Mesa e Mundo: o nosso selo de Madrugadores

Tínhamos razões suficientes para estarmos presentes na missa desta manhã. Já há oito meses que não nos podíamos reunir, pessoalmente, no Santuário, período durante o qual a maioria das comunidades (algumas não conseguiram) continuou a perseverar com as Madrugadas de uma forma virtual. A nossa Madrugada de hoje foi precisamente isso, um reencontro maravilhoso com o nosso selo de Madrugadores: levantarmo-nos muito cedo e oferecermos as nossas alegrias, as nossas tristezas, as nossas preocupações e os nossos desejos à Mãe Santíssima e a nosso Senhor; entregarmos nas Suas mãos as nossas famílias, os nossos casamentos, os nossos filhos, o nosso trabalho e as nossas fraquezas para que, mais uma vez acendendo a chama das nossas vivências nas Madrugadas, possamos continuar a fazer aquele pequeno mas heróico gesto de vencer o calorzinho da cama e de nos levantarmos, para vivermos, intensamente com actos, as três dimensões dos Madrugadores, ou os 3M, como lhe chamamos: Missa, Mesa e Mundo.

Missa… que hoje, de forma providencial, foi uma missa completa, já que, por vezes, é o Santo Rosário, a oração de Laudes, a oração perante o Santíssimo Sacramento. É esse espaço de oração comunitária e pessoal perante nosso Senhor e a Sua mãe.

Mesa… onde partilhamos e nos conhecemos melhor; o que fazemos, a que nos dedicamos, do que gostamos, o momento em que nos tornamos verdadeiros irmãos na fé. Em algumas comunidades da Costa Rica, já somos irmãos há 13 anos. Hoje não tivemos uma mesa, mas em breve teremos uma novamente.

Mundo… onde durante os 15 dias que se seguem até à Madrugada seguinte, tentamos ser coerentes com o que fazemos nas nossas Madrugadas, tentando espelhar nosso Senhor no mundo.

Baterias bem carregadas até à próxima Madrugada

Este sábado tivemos a participação de irmãos de várias comunidades e, graças à tecnologia, fomos também acompanhados por irmãos de outras comunidades do país que, por várias razões, não puderam estar presentes. Também tivemos a boa sorte de ter, praticamente, todos os Madrugadores do Chile, Colômbia e Nicarágua.

Com as nossas baterias completamente recarregadas para mais uma nova Madrugada, anunciámos que poderemos voltar, novamente, a Madrugar, de modo presencial, com a nossa amada Mãe Santíssima no Santuário da Família de Esperança, para continuarmos a viver a nossa marca mariana, se Deus quiser, no próximo sábado, 24 de outubro, às 6 da manhã, onde de uma forma tranquila e simples, como homens comprometidos com a Igreja, tentaremos transformar-nos todos os dias em homens de maior fé e espiritualidade, procurando sempre levar mais homens aos pés de nosso Senhor e da MTA.

Continuamos a perseverar, continuamos em Aliança!

 

Original: Espanhol (18/10/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *