Colocado em 2020-09-08 In A Aliança de Amor Solidaria em tempos de coronavírus, Madrugadores

Rezando pelo fim da pandemia

ARGENTINA, Juan Barbosa

O já quase famoso “Terço 18PONTO30” (terço que desde o dia 31 de março de 2020 os Madrugadores rezam diariamente), chegou a seu número 150 e para esse momento foi preparado algo muito especial. Mais de 50 pessoas rezaram na plataforma e outros tantos por Youtube, unidos junto à Maria para rezar pelo fim desta pandemia que açoita o mundo inteiro e por muitas outras intenções. Os Madrugadores estavam felizes. —

Um rezar com muitos frutos

Conforme leituras prévias nesta mesma página, recordamos que este Terço, nascido de três Madrugadores de San Miguel Arcángel, uma das paróquias da cidade de Córdoba, Argentina (recordemos que a corrente de vida nasceu em Schoenstatt, mas é um presente para a Igreja), que se reuniram para implorar a Maria pelo fim da COVID-19 no mundo, cresceu exponencialmente. Juntaram-se a eles Madrugadores de diferentes províncias da Argentina, mas também do México, Costa Rica, Venezuela, Chile, Colômbia e do Peru. Hoje são, em média, mais de 30 homens que rezam diariamente (e várias vezes somam a idade de Cristo!) e o entusiasmo é cada vez maior. Chama a atenção ver que se conectam entre 15 e 20 minutos antes da hora de início, pois a vontade de integrar-se é enorme.

É para ressaltar a motivação que têm e sua disciplina. Os primeiros cinco minutos são de encontro, de alegria, de brincadeiras, de aproveitar o momento. Mas quando o moderador indica que este primeiro momento terminou, todos silenciam seus microfones e começa a oração do terço, com enorme concentração, respeito e devoção.

Deste Terço nasceu o “Terço semanal com Penitenciárias”, todas as quartas-feiras às 17:00h, ao qual continuam aderindo unidades carcerárias, hoje totalizado sete unidades. Originaram-se como “e-mateadas” (Em tempo: mateada é a reunião entre amigos na qual se bebe mate), um espaço de encontro no qual uma comunidade comenta sua realidade com os assistentes, que em poucos dias chegará à quinta edição. E o mais incrível é que foi no interior de uma província argentina, fruto desta oração e as organizações feitas por quem participa…. que uma nova comunidade física, de 40 homens, começou a madrugar!

Um mês antes vibravam “pelo 150”

A programação do Terço nº 150 foi muito meticulosa, já que o objetivo era: todas as comunidades devem participar. Para isso, quem começou, colocou-se um pouco de lado no momento da oração, deixando que outros participantes tomassem seu lugar. Participaram 18 homens e no começo, Mons. Raúl Martín, bispo de Santa Rosa, La Pampa, em uma saudação emotiva, deu sua bênção.

Claro que foram convidados o fundador dos Madrugadores, quem está sempre muito próximo, Octavio Galarce e o fundador dos Madrugadores da Argentina, Roberto Horat. Uma verdadeira festa para todos!

Produto de uma fatalidade (que todos conhecem o nome…), a transmissão teve alguns cortes, mas que de forma alguma resultou em interrupção e que foram contornados com perícia única. Só impediu que aproveitássemos completamente, entre mistério e mistério, de um louvor caribenho entoado pelos meninos da Costa Rica, com suas marimbas e maracas. Que lindo!

O momento final chegou com broche de ouro: assistir um vídeo com uma saudação e a bênção do bispo de Nueve de Julio, Mons. Ariel Torrado Mosconi.

A felicidade, denominador comum final

Rostos felizes, “lançados” ao futuro, foi o que se pôde ver no dia seguinte. Já atravessadas as tempestades “internáuticas” e as tensões que são próprias da organização, todos estavam radiantes pelo presente imenso que Maria, a querida Mãe de Deus, havia dado com este Terço nº 150. Ela não se cansa em ser generosa e pelo esforço que seus filhos realizam para chegar até outros homens… Premia-os e com abundância!

Nesta “pré-temporada”, como os Madrugadores chamam a quarentena, seu entusiasmo é enorme e uma frase que vários deles pronunciam sintetiza tudo: “Que lindo é ser Madrugador!”

 

Original: Espanhol (6/9/2020). Tradução: Luciana Rosas, Curitiba, Brasil

Etiquetas: , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *