Colocado em 2020-05-17 In A Aliança de Amor Solidaria em tempos de coronavírus, Casa Mãe de Tuparendá

Com máscaras, muitos cuidados e ajudas, a CMT reabre as portas!

PARAGUAI, Ani Souberlich •

Graças à “Quarentena Inteligente” decretada pelo governo do Paraguai, na segunda-feira, 4 de maio, abrimos novamente as portas da CMT (Casa Mãe de Tupãrenda), “reinventando-nos” para podermos continuar a dar a oportunidade aos nossos participantes maiores de idade de voltarem a participar do programa e assim, juntos, podermos acentuar a produção de fornadas na padaria e de máscaras (com tanta procura neste momento do COVID-19) na área de Confecção Industrial. Por outro lado, começámos o trabalho no jardim com a limpeza dos tabuleiros para reactivar a produção de legumes e, posteriormente, vendê-los também. Toda esta nova aventura consiste em angariar fundos para o apoio da nossa Casa.—

 

¡Qué bueno que estamos de vuelta!

Iniciamos la semana con un grupo de cuatro participantes. Cada semana se irá incorporando otro grupo de manera aleatoria, evitando así la aglomeración de personas en las áreas de trabajo, siguiendo las indicaciones de la medida sanitaria.

Estaban ansiosos por retomar las actividades en sus respectivas áreas, por ver a sus compañeros, y volvieron realmente contentos, agradecidos por el esfuerzo que cada persona está haciendo para que la CMT siga dando oportunidades a muchos jóvenes. Tal fue el entusiasmo que se “lanzaron” a la huerta, la panadería y la costura, y cada sonrisa (detrás de las mascarillas), cada mirada, cada gesto y palabra mostraban: ¡Qué bueno que estamos de vuelta aquí!

É bom estar de volta!

Começámos a semana com um grupo de quatro participantes. Todas as semanas será incorporado outro grupo de maneira aleatória, evitando assim a aglomeração nas áreas de trabalho, seguindo as indicações das medidas de saúde.

Estavam ansiosos por retomar as actividades nas suas respectivas áreas, por ver os seus colegas de turma, e voltaram realmente felizes, gratos pelo esforço que, cada um está a fazer para que a CMT continue a dar oportunidades a muitos jovens. Tal foi o entusiasmo que eles “atiraram-se” para o jardim, para a padaria e para a costura, e cada sorriso (atrás das máscaras), cada olhar, cada gesto e cada palavra mostraram: Como é bom estar de volta aqui!

 

Fica em casa… fica entre quatro paredes de plástico sustentadas por paus…

É realmente admirável e digno de serem felicitados estes jovens, porque não é fácil cumprir o “ficar em casa” quando a maioria deles vive em extrema pobreza e as suas “casas” são quatro paredes de plástico, apoiadas por 4 paus e um telhado de chapa, e quando ficaram com a incerteza do que aconteceria agora com esta situação do COVID-19 tão incerta para todos.

Mas, mais uma vez depositaram toda a sua confiança nas palavras que, cada um dos educadores da CMT lhes disse e repetiu diariamente: “Durante este tempo de quarentena em casa, a CMT não vos abandonará, de uma forma ou de outra estaremos ao vosso lado, não vos faltará comida, confiança, rezemos para que a Mater nos ajude” e isso foi, verdadeiramente “o farol da esperança” para que cada um deles ultrapassasse esta prova.

 

Eles já não têm vinho

E Ela, a Mãe de Deus, está sempre presente como um grande sinal de esperança, dizendo novamente ao seu Filho “eles já não têm vinho”. E aqui, Jesus transformou a água em alimento, que através do grupo do Trabalho Familiar “Arco-Íris Misericordioso”, de Itauguá, chegou mesmo a tempo de ser entregue no dia 30 de Abril. Mais uma vez Ela não Se deixa vencer em generosidade quando se trata dos Seus filhos mais fracos…

“Eles já não têm vinho” foi também o apelo que os benfeitores “habituais” da Alemanha e da Suíça, que já se sentem parte da CMT, ouviram. Houve também almas generosas que, pela primeira vez, se deixaram tocar pelo desejo destes jovens que querem deixar para trás a sua história de abuso, abandono e roubo, para começar uma nova vida. Durante o mês de Abril, apenas através da plataforma “Betterplace”, chegaram mais de 1500 euros de donativos, aos quais os organizadores desta plataforma de angariação de fundos acrescentaram, para ajudar no tema da pandemia, cerca de 35 euros.

Uma tarde, uma senhora mais velha alemã chamada Maria Fischer. À sua pergunta: “Como estás? Espero que saudável…”, respondeu a senhora: “Não é por isso que estou a ligar. Quero saber como estão os nossos jovens na nossa Casa em Tupãrenda…e, se ainda têm a mesma conta bancária para donativos”. Sim, essa foi a resposta, sim, eles estão bem, recebem comida e acompanhamento, e sim, ainda há a mesma conta. Conta que, no mesmo dia, foi preenchida com um generoso donativo.

Mãe destes jovens, conta connosco

Ao depositarmos n’Ela a nossa confiança e na generosidade concreta de tantas pessoas aqui e para além do oceano, renovamos a nossa própria confiança:

“Sim Mãe, aqui estamos nós, conta connosco” para continuarmos a ser um pequeno reflexo de Ti, um farol de esperança na vida dos nossos jovens.

O Padre Pedro Kühlcke reza, em todas as Santas Missas por cada um dos benfeitores, suas famílias e amigos.

 

Não apenas sonhar com a renovação do mundo

Se o Movimento Apostólico de Schoenstatt, se, portanto, não nos introduzirmos com força e vigor nas engrenagens da época em que temos a oportunidade de o fazer, só teremos sonhado com um belo sonho de renovação do mundo. Falamos da renovação moral do mundo. A justiça e o amor fazem parte do código moral, pelo que devemos colaborar para que os problemas à nossa volta sejam resolvidos.

Daí o anseio dos santos que darão uma resposta à questão social, daqueles seres humanos que, estando bem unidos a Deus interiormente, estando ancorados em Deus, também têm a coragem de transformar o mundo numa aliança com Deus e de conduzir homens e mulheres para Deus, para Cristo e para a Igreja.

 

Pe. José Kentenich, 1927 (Zur sozialen Frage), pt: O desafio social, p. 136/137

 

 

 

Página oficial

Todos os artigos da Casa Mãe de Tupãrenda

 

Para fazer donativos – pois, realmente,  precisam:

Via PayPal



Para transferências bancárias

Nome: Schönstatt-Patres International e. V.
IBAN: DE91 4006 0265 0003 1616 26
BIC/SWIFT: GENODEM1DKM:

Destino:  Pe. Pedro Kühlcke, Casa Mãe de Tupãrenda

 

Original: espanhol (14/5/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *