Equipo de CMT en la carcel de menores

Colocado em 2022-03-13 In Casa Mãe de Tuparendá, obras de misericórdia, pastoral prisional, Projetos

Semeando esperança no Reformatório

PARAGUAI, Minerva Leguizamón e Lic. Alicia Gómez, equipa Casa Mãe de Tupãrenda •

Sábado, 5 de Março de 2022, não foi um dia normal de visita para os adolescentes privados da sua liberdade no Centro Educativo de Itauguá (CEI), alguns à espera da sua data de libertação e outros à espera da sua audiência. —

Todo o pessoal da Casa Mãe de Tupãrenda ou equipa CMT (abrevidamente chamada pela sigla do seu nome), participou nas visitas do Padre Pedro Kühlcke e da Pastoral Prisional, nas tardes de sábado para conversar e partilhar um lanche. Nesse dia em particular, os educadores da CMT chegaram para estender um convite a cada adolescente para aderir ao programa.

Nada se compara aos rostos alegres que prestam atenção a cada explicação do que a CMT, como programa, pode trazer às suas vidas com o objectivo de gerar mudança nas suas pessoas, no seu ambiente, obter um emprego decente e assim, finalmente, deixar as ruas.

Equipo de CMT en la carcel de menores

A equipa da CMT no Reformatório

Rostos familiares e novos…

Nesta segunda visita, o aumento da população de menores de 15 anos foi particularmente notável, uma percentagem mais elevada das quais não são reclusos pela primeira vez, ou seja, não é a primeira vez que são privados da sua liberdade. Um adolescente aproximou-se e disse:

Tia, quero ser como o meu irmão (José) que esteve no CMT e agora é um grande padeiro, será que poderei também, porque esta é a segunda vez que estou aqui em Itauguá”.

A expressão de preocupação por saber se teria uma oportunidade e depois de ouvir que sim, poderia ir à entrevista para se candidatar a participante, relaxou o sobrolho e os seus olhos iluminarem-se de esperança.

Além de rostos novos, também nos deparámos com rostos familiares mas ao mesmo tempo diferentes. Os jovens que passaram pela CMT durante pouco tempo, que tinham feições de crianças e que hoje em dia, devido às longas horas nas ruas a vaguear, a tomar drogas, a passar dias ao frio, chuva e intensas ondas de calor, geraram nelas o crescimento forçado pela adversidade, passaram de ter o rosto de crianças a ter o rosto de adultos num período de tempo tão curto.

A despedida

Quando chegou a altura de dizer adeus, depois de passar por cada zona do CEI (Centro Educativo Integral de Itauguá) e do CELE (Centro Educativo La Esperanza – semi-aberto), houve uma mistura de sentimentos quando vimos os rostos daqueles adolescentes que expressavam um convite: “Voltem em breve e obrigado pela visita”.

Participantes del programa en Tuparenda

Participantes do programa em Tupãrenda

Para continuar com o programa de visitas ao Reformatório, a equipa precisa de orações (muito), Capital de Graças (muito também) e donativos (alguns não tão poucos):

Donativos
Conta bancária no Paraguai
Banco GNB
SWIFT FAMIPYPAXXX
Conta corrente nº 001-065259-003
Em nome de: Congregación Padres de Schoenstatt

Conta bancária na Alemanha
Nome: Schönstatt-Patres International e. V.
IBAN: DE91 4006 0265 0003 1616 26
BIC/SWIFT: GENODEM1DKM
Ao cuidado de: Pe. Pedro Kühlcke, Pastoral Prisional

Original: espanhol (12/3/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

 

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.