CMT

Colocado em 30. Setembro 2019 In Casa Mãe de Tuparendá, obras de misericórdia

Três anos da Casa Mãe de Tupãrenda e um nunca acabar de histórias de vida renovada

PARAGUAI, CMT, Ani Souberlich •

Com grandes olhos e um grande sorriso ouve-se um: “Ojeabrí che korasõ” (o meu coração abriu-se). Foi a expressão do Ricardo* quando viu a mãe, o irmão e os sobrinhos chegarem à cerimónia de formatura. Como é importante em todas as etapas da vida ver e sentir a proximidade e o acompanhamento da Família para superar os obstáculos da vida quotidiana. Apesar dos anos que se tenha, nas profundezas da alma permanece o desejo infinito de amar, de ser alguém importante para alguém. “Com laços humanos, atraí-te para mim”.—

Deus serve-Se das pessoas para nos dar o Seu amor e proximidade. Para uma criança, esse amor inquestionável e a proximidade do eterno reflectem-se no amor dos seus pais. Amor que a maioria dos nossos participantes não conhece, então aprender a confiar que há alguém para quem eu sou importante, que me ama e me aceita como sou é quase impossível de acreditar.

 

Exemplos vivos das graças do Santuário

Ricardo*

Vê-los hoje com este olhar que irradia alegria e este grande, brilhante, sincero sorriso com uma felicidade contagiante que os invade, faz tremer o coração com uma alegria silenciosa que enche a alma de serenidade ao ver o processo de crescimento, os passos gigantescos que deram nestes 9 meses e quão corajosos foram para que, tão jovens, tenham sido capazes de olhar para seu passado cheio de maus tratos, indiferença, abandono e apesar disso, olhar para frente e acreditar que uma vida melhor é possível. A vida de cada um dos formandos equivale a levantar-se das cinzas e voltar à vida… cada um deles é um milagre de transformação interior… em cada um deles se dão as três graças do Santuário onde a Mãe de Deus os acolhe quando chegam, transforma-os durante os nove meses e quando estão prontos envia-os para testemunhar que a reinserção social é possível e que se deixe de repetir “que eles não têm solução, que é uma perda de tempo cuidar deles”.

Três anos de uma obra de misericórdia à sombra do Santuário

Há 3 anos vimos chegar à Casa Mãe de Tuparenda (CMT) “corpos vazios, maltratados e feridos no corpo, alma e espírito”. E vemo-los partir com corpos resplandecentes, onde as feridas foram sarando pouco a pouco e onde, sem dúvida, a Mãe e o Pai sopraram para que já não doessem tanto.

Um rosto de felicidade que vale tudo o que é dado

Roberto*Os parentes estavam gratos por tudo o que o Padre Pedro e o CMT fizeram pelos seus filhos, que se sentiam aliviados porque voltaram ao caminho do bem. O pai de Roberto fazia anos e comentou que a formatura do seu filho e vê-lo tão bem era o melhor presente que ele podia receber… tal era a emoção que o abraçou e desfez-se em lágrimas, um momento que fez que mais de um de nós presentes também tivesse um nó na garganta.

Hoje foi um dia em que a graça pôde ser novamente tocada com as mãos, em que a presença e a proximidade do amor eterno era uma realidade e onde só a gratidão podia caber em todos aqueles que, dia após dia, põem alma, vida e coração para fazer o CMT continuar a servir a vida.

Roberto* é o afilhado de umas famílias da Bolívia, que com suas orações e doações o acompanharam, em sintonia com os esforços para construirem o seu Santuário-Lar com obras concretas.

O rosto feliz do outro graduado, Ricardo*, afilhado de pessoas da equipe base de schoenstatt.org, é um presente inigualável.

Graças a todas as pessoas daqui e de mais longe do outro lado do oceano que permitem que as portas da CMT permaneçam abertas, é uma luta de cada mês  para que a caixa não feche no vermelho e nós estamos a remar com todos vocês.

Hoje o grupo de famílias de Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, pode  orgulhar-se do Roberto* seu afilhado, pois ele também se formou graças às suas orações e doações. Uma contribuição inesquecível nos tempos de construção do seu Santuário-Lar.

O rosto feliz do outro graduado, Ricardo*, afilhado de pessoas da equipe base de schoenstatt.org, é um presente inigualável para eles quando recebem a foto através do WhatsApp.

 

A Casa Mãe de Tupãrenda completou 3 anos no dia 22 de Agosto e foi coroada com 2 novos graduados no dia 26/08/2019.

Felizes somos nós que, de uma forma ou de outra, fazemos parte deste trabalho ao serviço da vida.

 

*nomes mudados

 

Artigos sobre a Casa Mãe de Tupãrenda

 

Donativos (online, de momento, só é possível através de PayPal)



Para fazer Depósitos no Paraguai

Banco Familiar
SWIFT FAMIPYPAXXX
Conta à ordem 50 00408672
Em nome de: FUNDAPROVA
RUC 80079669-1

Para transferências bancárias a partir de outros países

Nome: Schönstatt-Patres International e. V.
IBAN: DE91 4006 0265 0003 1616 26
BIC/SWIFT: GENODEM1DKM
Ao cuidado de: Pe. Pedro Kühlcke, Casa Madre de Tupãrenda

 

Original: espanhol (29/8/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *