Colocado em 3. Outubro 2018 In Campanha

Como vivemos a Jornada Nacional da Campanhazinha

PARAGUAI, Martín Pereira •

Dia 12 de agosto, umas 600 crianças de todo o Paraguai, todos eles missioneiros da Campanha da Mãe Peregrina, se encontraram, junto aos coordenadores, no Santuário Nacional de Tuparendá. Escolhemos alguns testemunhos que reflitam todas as atividades e vivências em torno de Maria. —

“A Jesus por Maria” e “Deixem que as crianças venham a mim” resumem quão importante foi o encontro da Campanhazinha do Terço. Não somente as crianças e seus responsáveis desfrutaram, mas todos somos encarregados das graças de nossa Mãe para poder seguir com a missão.

                                                                       Sandra Segovia – Colonia Fram, Itapúa

 

Foi no ano de 2016 quando a Virgenzinha entrou em minha vida, entrou em meu coração, e eu entrei na Campanhazinha. Não sabia muito rezar o terço e enquanto aprendia, a Mãe se tornava mais importante para mim. Obrigada a Ela agora tenho vivido muitas coisas que não é qualquer crianças que vive. Pude conhecer sua casa em Tuparendá, e quando entro ali, me sinto tão, tão abençoada que me vejo como um Santuário vivo. É que Ela mudou minha vida, esse é um grande milagre que Ela fez em mim.

Daniela Riquelme Nuñez – Pedro Juan Caballero, Amambay

 

Não posso dizer com palavras o que senti nesse momento: muita alegria e felicidade de poder estar no Santuário da Mãezinha. O que mais gostei foi abraçar o santuário porque nesse momento eu imaginei que todos os braços das crianças eram meus braços, e que eram tão compridos que sozinha conseguia o abraçar, e me senti muito feliz. Também gostei muito de louvar Jesus e conhecer o Padre Kentenich e Seu João. Eu sempre quero ser missioneiro da Mãe.

 Araceli Luján López – Santa Rita, Alto Paraná

 

Minha experiência em Tuparendá foi inesquecível. Foi lindo conhecer pessoas muito amáveis, que tem a mesma perspectiva que eu, buscar renascer e ser melhores seres humanos, íntegros, com valores, e encontrar-se espiritualmente com a Mãe já que Ela é a mãe de Jesus e de todos nós. Recomendo a quem se anime a fazer parte deste movimento, que será uma grande oportunidade para abrir seus corações a Mãe e a Deus e assim poder crer que, com fé, podemos obter nossos ideais.

 Thiago Cabrera – Encarnación, Itapúa

 

Fui a Tuparendá, um lugar lindo e muito grande. Ali há um pequeno museu do Padre Kentenich, e também um enorme e lindo templo. O que mais gostei da viagem é que conhecemos muitas crianças de diferentes pontos de todo o país. Tuparendá é um lugar muito lindo e espero voltar algum dia.

                                                           Carlos López – Ciudad del Este, Alto Paraná

 

Uns meses atrás, a coordenadora na Campanhazinha ao nível Nacional, Carolina, informou-me que se realizaria a 3ª Jornada Nacional da Campanhazinha em Tuparendá dia 12 de agosto. Quando transmiti esta notícia aos meus missioneirinhos, todos estavam muito entusiasmados para participar. Fizemos reunião de pais e começamos a realizar algumas atividades para arrecadas fundos, já que teríamos que viajar mais de 400 km. Saímos as 22:30 hs do dia anterior, e chegamos as 5:00 hs no Santuário. O caminho foi longo, cansativo, porém a vontade de compartilhar com outros missioneirinhos das diferentes comunidades e a oportunidade de  oferecer o dia à querida Mãe foi possível fazer um esforço a mais para que todos vivêssemos uma rica e linda experiência. As crianças aproveitaram ao máximo, desde a chegada, as boas-vindas, a formação dos grupos e as recreações. Como coordenadora da cidade de Horqueta, posso sentir o coração com alegria, por ser instrumento da Mãe e privilegiada por sentir-me escolhida, em muitos chamados que o Senhor faz, para que estas crianças sejam participantes de tão linda vivência. Sinto-me imensamente plena e realizada. Obrigada a Carolina e sua equipe pela oportunidade, pelo apoio que nos dão todo o momento. Ela é a grande missioneira, Ela fará milagres.

                                                                       Ortencia Machado – Horqueta, Concepción

 

Original: Espanhol, 30.08.2018. Tradução: João Pozzobon, Santa Maria, Brasil

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *