Colocado em 2017-05-24 In Campanha

Primeiro ano da Mãe Peregrina em Riohacha, La Guajira -Colômbia

COLÔMBIA, Beatriz Cárdenas, Coordenadora da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt em Riohacha •

A Mãe Peregrina de Schoenstatt chegou em 17 de abril de 2016 em Riohacha, La Guajira, cidade localizada ao norte da Colômbia e na orla do mar do Caribe. Desde este dia, Ela tem guiado cada passo daqueles que iniciam o processo de entrega a seu serviço. Tem sido uma honra acompanhar uma tão diferente e doce visitante nestes terras maravilhosas. Ela tem participado de muitas atividades, recebendo o carinho dos devotos que cada dia sentem atraídos e acompanham-na quando Ela os solicita em seu mistério.

Sua chegada foi pela vontade de Deus, porque em Riohacha não conhecíamos nada sobre este título. Foi recebida como só Ela merece, acendeu o fogo em nosso coração de forma inexplicável. Tudo o que aconteceu neste dia foi milagroso, incluindo a chuva inesperada e volumosa em um lugar que chove pouco. Ela avançou sem contratempo até chegar ao lugar destinado para sua apresentação para a comunidade presente. Este feito se repetiu na mesma hora do ano anterior no dia 18 de abril de 2017, e voltou a chover desde as 17:30.

De novo, chuva torrencial

Iniciamos a celebração do ano da Peregrinação da Mãe Peregrina na segunda-feira 17 de abril de 2017, com a Vigilia e a Eucaristia. Na terça-feira 18, foi o grande encontro do primeiro ano com a Mãe. Todos realizamos cada atividade com devoção e como Ela quer: com nosso coração.

O dia esteve muito lindo e as horas, pouco a pouco, iam marcando o tempo do encontro. Inesperadamente, como no ano anterior, começou a chover torrencialmente. Isto foi uma surpresa e em silêncio repetimos com amor “Ela é a grande Missionário, Ela realizará Milagres”. Às 6:25 já se encontravam muitos devotos e peregrinos na Igreja e deram início ao Terço. Em seguida, as crianças do Colégio Marcelo Graziosi representaram muito bem a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. As famílias responderam com muito amor, apesar da chuva.

“Façam tudo o que Ele vos disser”

Surpreendentemente, o Biso Mons. Héctor Ignacio Salah Zuleta, já em cima da hora de iniciar a Eucaristia, chegou. A comunidade estava alegre, concelebrou com o Padre Heriberto Espinosa e três Diáconos. Mons. Héctor iniciou a homilia ressaltando a passagem do Evangelho das bodas de Caná, em que Maria diz: “Façam tudo o que Ele vos disser” (Jo 2, 1-11). “Este foi um conselho de seus lábios. Nos falta o vinho? Aí está Maria, confia nela sem limites, aprendam a abrir os sentidos para receber sua presença, para aprender a ter fé, para saber fazer as coisas e mostrar resultados. Deixemo-nos que Maria nos ame e respondamos ao seu amor, pratiquemos o fortalecimento da evangelização e a oração do Terço. ‘Amor com amor se paga’, Ela nos chama e move corações. Respondamos ao seu chamado voluntariamente por amor a Ela. Estamos sozinhos? Maria nos acompanha, porque somos seus filhos. Todos somos peregrinos, sigamos seus passos aonde quer que seja, Ela sabe a quem chegar, devemos ser seus olhos, suas mãos e por isso dizemos ‘utiliza-me como seu instrumento”, expressava o Bispo.

Durante toda Eucaristia vivemos um clima de devoção, amor e doçura; o tempo parou, passaram as horas sem perceber, era a satisfação de estar ali, com alegria e paz.

Chegastes em Riohacha para ficar, e de nós depende que assim seja

Obrigada, querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt por se estabelecer na paróquia São Judas Tadeu de Riohacha. Sua passagem foi muito fecunda e a missão segue. Obrigada Padre Heriberto Espinosa, quem evidencia seu compromisso cada dia; também pela Dra. Cristina (Diretora do Colégio Marcelo Graciozi), onde a Mãe recebeu muito amor; pelos missionários que através dos seus passos chegam aos lares com sua imagem; pelo grupo de música; pelos missionários e por todos os peregrinos que nos acompanham em cada dia 18 do mês para “encher as amplas naves” de nossa Santa Igreja de São Judas Tadeu na Eucaristia do encontro.

Obrigada Mons. Héctor Salah Zuleta, por seu apoio à Campanha e sua presença na Eucaristia do 18 de abril de 2017, apesar de que até o último minuto sua participação era quase impossível.

Te pedimos, Mãe, que nos olhe com bondade e atenda as intenções que te apresentamos como Capital de Graças, precisamos que vá ao nosso lado nos inspirando no cumprimento de nosso compromisso com fidelidade. Chegastes em Riohacha para ficar e de nós depende que assim seja. “Nada sem vós, nada sem nós”.

Mãe, também te dou graças pela equipe do Chile e Bogotá, que me apoiaram nesta misteriosa tarefa que me encomendastes, onde inexplicavelmente corações são atraídos. És a grande educadora, as crianças encontraram em ti oportunidades e participam ativamente em tua campanha. Em Riohacha, “Ela é a grande Missionária, Ela realizará milagres”.

Original: espanhol. Tradução: Isabel Lombardi, Guarapuava – PR, Brasil

Etiquetas: , , , , ,