Colocado em 21. Janeiro 2017 In Campanha

A corrente das ermidas

Maria Fischer com Mercedes Bonorino •

A corrente das Ermidas que, se unem à missão da Mater a partir de Roma para chegar aos sítios mais amplos da Igreja e do mundo, segue a todo o vapor, em grande parte graças à criatividade e dedicação de Ana Echevarría e de Mercedes Bonorino com todo o círculo de Belmonte da Argentina.

Cada missionário que envia a fotografía da sua Ermida não só, passa a receber o Boletim de Belmonte para se manter a par, mas também, uma saudação pessoal com uma motivação para se vincular, em oração, e com Capital de Graças, com a missão de Belmonte para a Igreja.

Antes do Natal, Ana Echevarría e Mercedes Bonorino reenviaram a saudação de Natal do Mons. Peter Wolf com um link para o mundo da Campanha, a todos os missionários na Bolívia, Brasil, Chile, Alemanha, Argentina, Uruguai, Áustria e Portugal que tinham enviado uma fotografía das suas Ermidas, além de, a todos os dirigentes da Campanha na Argentina, assim como, aos participantes do Congresso Internacional da Campanha.

Entretanto, já há muito mais que cem Ermidas presentes no futuro grande mosaico digital na Sala Pozzobon em Belmonte, entre elas a de Falfurrias, Estados Unidos, que tem a forma de um Santuário. Our Hearts Delight, Shrine of Joy (Delícia dos nossos corações, Santuário da Alegria). É a primeira Ermida dos Estados Unidos que se une à corrente.

Mercedes Bonorino escreveu a todos: “Obrigada por estar a ajudar a formar o rosto da Mater em Belmonte, cada Ermida é uma enorme alegria e bênção, oxalá pudessem chegar todas!”

falfurrias

Ermita en Falfurrias, Texas, Estados Unidos

Recordações do primeiro Santuário visitado

Quando Cláudia Maria e Attílio Ferraro, de Taubaté, Brasil, receberam o Boletim de Natal, com muita emoção recordaram a visita que fizeram ao Santuário de Belmonte: “Agradecemos a mensagem enviada pelo Natal.Conhecemos BelMonte em maio de 2014, quando fomos em Peregrinação até Schoenstatt. Este  Santuário marcou nossa viagem pois foi o primeiro queconhecemos fora de nosso país(Brasil). Desde de lá nos encanta sua história e esperamos que um dia possamos voltar.

Que em 2017 todos os projetos  de BelMonte se realizem.

Unidos na Aliança de Amor.

Cláudia Maria e Attilio Ferraro”

Acompanharam este testemunho com uma fotografía da Cláudia junto à  estátua do Padre Kentenich. Não têm uma fotografía dos dois juntos em Belmonte pois fotografaram-se, mutuamente, à vez, com o telemóvel.

Nas últimas semanas procuraram as fotografías de muitas Ermidas em Taubaté, Santo António do Pinhal e Tremembé e, enviaram-nas para fazerem parte do mosaico da Mãe Peregrina na Sala Pozzobon.

20140506_145110

A primeira e única Ermida da cidade

Ao enviar a fotografia da “Ermida do Centenário”, em Santa Fé, Maria Cristina Nani comenta: Esta Ermida foi abençoada em 18 de Outubro de 2014 num terreno cedido por um particular que, depois foi expropriado pela Câmara de Santa Fé para a construção de um comboio urbano.

Por causa disto, foi trasladada para a sua localização actual na Praça Martín Fierro de dita cidade e abençoada pelo Sr. Arcebispo da Diocese José María Arancedo, no dia 27 de Junho de 2015, em honra de Seu João. É a nossa primeira e única Ermida na cidade.

 

Ermita del Centenario, Santa Fe, Argentina

Ermida do Centenário, Santa Fé, Argentina

O desembarque de Seu João neste cantinho de Belmonte

À medida que as fotos chegarem, serão reunidas, para que todas juntas, formem uma imagem da Mãe Peregrina de Schoenstatt. A imagem é a expressão da presença viva da Mãe Três Vezes Admirável em tantos cantos do mundo em todos os cinco continentes. Desta forma, cada país onde a Mãe Peregrina chegou estará presente neste canto de Belmonte, juntamente com João Pozzobon, que no seu próprio caminho configurou tantas  ermidas, e, desta forma transformou ruas e estradas em centros de influência de Maria.

Como disse o nosso Papa Francisco referindo-se ao futuro santo Cura Brochero, João Pozzobon é também “um pioneiro em sair para as periferias geográficas e existenciais, a fim de levar o amor e a misericórdia de Deus a todos.”

Como parceiro de aliança de amor com Maria partiu do santuário carregando a imagem peregrina no seu ombro e com o rosário na mão, e caminhou 140,000 km, a fim de visitar famílias, escolas, hospitais e prisões, e convidar todos a viver o Evangelho na aliança de amor com Maria. Desta forma, ele se tornou uma imagem viva do que o Papa nos desafia a encarnar como Igreja a caminho. Se Deus quiser, muitos que irão utilizar a sala que tem o seu nome irão irradiar fogo a partir do exemplo da sua vida e partirão de Belmonte para seguir os seus passos…

A vida transmite-se pela vida. Não podemos imaginar o que João Pozzobon nos trará a partir deste canto de Roma ….

Fonte: Boletim de Belmonte, Janeiro de 2017

 Original: espanhol. Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

www.pozzobon.roma-belmonte.info

Ao serviço da vida da Igreja: Com já mais de 100 Ermidas, a Campanha une-se à Sala João Pozzobon em Belmonte

Etiquetas: , , , , , , , , , , , ,