Colocado em 2020-04-27 In A Aliança de Amor Solidaria em tempos de coronavírus, Aliança solidária

A nossa casa é onde podemos plantar a semente da santidade nos nossos filhos

MÉXICO, María Esther Aragón •

A situação que estamos a atravessar é verdadeiramente transcendental e tem-nos feito questionar muitas coisas e situações da nossa vida, mas a bandeira com que todos nós, todos nós que somos schoenstatteanos, marchamos por este caminho, é a Mater, nossa Três Vezes Admirável, Rainha e Vencedora de Schoenstatt. Porquê? Pois bem, porque Ela é o centro, a Rainha, o nosso caminho para Deus, para a santidade.  É um carisma que tem que ser vivido para o compreender.—

O nosso curso decidiu preparar e aderir à coroação da Mater como Rainha da Saúde e da Vida no dia 18 de Abril, o segundo dia da Aliança em quarentena, pois o Roy, um dos membros do grupo, partilhou uma frase que nos motivou: “A nossa casa é onde podemos plantar a semente da santidade nos nossos filhos”.

Experiências únicas e especiais em cada família

Roy e Cynthia, com os seus três filhos, já tinham coroado a Mater há alguns anos. Nessa ocasião, o padre que acompanhava o Ramo da Família explicou às crianças a importância de Maria reinar na nossa casa, fazendo uma comparação com o que acontece no filme de O Rei Leão. Quando o rei morre e Simba foge, tudo é cinzento e caótico, mas quando ele volta e reina, a beleza e a harmonia voltam. Da mesma forma, quando não temos Maria e Deus por perto, a nossa vida pode ser um deserto, mas quando Nossa Senhora reina e é o centro da nossa casa, a vida flui, é bela, a nossa casa torna-se uma experiência de beleza e harmonia que nos acompanha. Agora, com os filhos alguns anos mais velhos, coroaram-na novamente como Rainha da Saúde e da Vida.

Cada um coloca as suas necessidades na Sua coroa.

Fernando e Mayra têm três filhos pequenos. Para se prepararem, uns dias antes da coroação fizeram as coroas para a imagem da Mater que, cada um deles, tem no seu quarto. Isto ajudou-os a tomar consciência do que significa coroar a Mãe de Deus e por que razão Ela é a Rainha. Cada um se perguntou: Como quero coroá-la? No meu coração, em que é que eu quero que ela reine?

Embora a imagem no Santuário-Lar tenha sido coroada como Rainha da Saúde e da Vida, cada criança no seu quarto coroou a sua de acordo com as suas necessidades pessoais, como puderam compreender e desejar.

 

Vivemos a coroação na realidade da nossa vida quotidiana

Eduardo, Nayvi e os seus dois filhos, que são muito novos, tiveram uma experiência diferente porque, enquanto ouviam a Missa, as crianças brincavam à sua volta com os seus carrinhos. De repente, aproximaram-se, prestaram um pouco de atenção, mas voltaram às suas próprias coisas. São crianças! É difícil tê-los sentados em casa a ouvir uma Missa completa, mas, para surpresa dos pais, quando ouviram o Pai Nosso, aproximaram-se dos pais, seguraram as mãos e rezaram juntos. Foi uma experiência muito, muito bonita!

Estavam a fazer as suas coroas quando o mais velho percebeu que só havia duas imagens e perguntou: “Mãe, e a do Diego? Ela explicou-lhe que só havia duas fotografias da Mãe de Deus… Depois, ele correu para procurar numa gaveta onde tinha visto uma e levou-a para o seu irmão mais novo, para que cada um pudesse fazer a sua coroa.

Viva a Rainha Maria, Mãe de Schoenstatt!

Num lar cheio de amor por Ela, que se converteu no Seu Santuário há mais de quatro anos, Hector, Alma e os seus três filhinhos coroaram a Mater durante a bela Missa da coroação no Santuário Original, a 15 de Abril (claro, como é especial ouvi-la em tantas línguas e com cânticos que são desconhecidos e ao mesmo tempo conhecidos na sua essência). A preparação para o evento foi divertida e barulhenta: o seu bebé de um ano de idade estava a caminhar e a fazer excessos. Os pais recortavam no chão e conceberam com as filhas como fazer as coroas mais bonitas e responderam a um número interminável de perguntas inquietas, profundas ou engraçadas que fizeram sobre o evento há muito esperado e a Missa muito diferente que estavam a viver.  Mais tarde, no sábado, 18 de Abril, com mais clareza sobre o que significava coroá-la, reiteraram novamente o que tinham feito na quarta-feira anterior e, cheios de humildade, consagraram-lhe a Sua nova missão como Rainha da Unidade, da Vida e da Saúde.

Como schoenstatteanos, seguros do seu amor e do seu empenho de Aliança, como em todas as ocasiões de necessidade em que se voltaram para Ela para ser a sua intercessora perante o Seu amado Filho, para os ajudar a enfrentar estes momentos históricos em que todos nós vivemos uma pandemia nunca antes vista, acompanhada por uma enorme impotência devido à desordem política, social e económica. Como filhos queridos, sentem a necessidade de deixar nas mãos de Maria a unidade do mundo e a saúde da humanidade, bem como de proteger, santificar e tocar a vida de cada um deles com as suas graças divinas. Viva a Rainha Maria, Mãe de Schoenstatt!

 

Em processo, mas sempre em movimento!

Nós, Luis e Maria Esther, temos filhos de idade mediana. Um deles pertence aos Cruzados de Maria e, para eles, o tema da conquista é extremamente importante. A realidade é que não nos preparámos a tempo, não falámos com os nossos filhos, o dia da coroação chegou e decidimos deixá-lo como um desejo nos nossos corações, e iniciar o caminho para a Sua coroação procurando que, cada um dos nossos filhos tenha o seu espaço, que manifeste as suas necessidades e que procure o que quer fazer para alcançar esta conquista. A Mãe reina na nossa vida, a Mãe reina na nossa casa, mesmo que Ela ainda não tenha a Sua coroa.

E assim, cada um, a partir da sua casa, preparando-se de acordo com as características e necessidades da sua família, coroou a Mater. Ela agora reina e é o centro das nossas casas.

 

Original: espanhol (25/4/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *