Colocado em 25. Março 2016 In 100-casas-de-solidaridade, Aliança solidária, obras de misericórdia

Cem casas solidárias – cem casas da Misericórdia

PARAGUAI/INTERNACIONAL, por Maria Fischer •

“Chegaremos às cem?” – “Há que confiar na solidariedade de nossa gente.” – “Mas não chegaram respostas, ou quase nenhuma, a ideia… nem da nossa equipe, nem de fora…” – “Tranquilo, Deus talvez tenha outro tempo diferente do nosso…” – “Com certeza tem mais paciência, mas já estamos no Ano da Misericórdia, e nada…” – “Mas sinto que é algo do Espírito Santo… 100 casas solidárias…” – “Se não há resposta, devemos aceitá-lo…”

Um momento. Não estamos no ano 2013 no começo desta ideia louca que surgiu em torno da primeira aliança solidária com o Papa Francisco; aquela ideia de um pequeno grupo de schoenstatteanos comprometidos com a página schoenstatt.org. Como expressão desta aliança solidária com o Santo Padre Francisco, feita em 31 de maio de 2013, junto com a oração e o oferecimento em amor solidário de todos seus trabalhos e tarefas, lhe quiseram regalar 100 casas para famílias de escassos recursos nas periferias de Asunción, Paraguai. Entretanto, o diálogo poderia ser deste tempo quando houve muito entusiasmo, mas as respostas solidárias se fizeram esperar. Foi também, então, que surgiu a ideia de vincular as casas solidárias com os Santuários de Schoenstatt: 200 Euros é o custo de uma casa, temos 200 santuários, se cada santuário “constrói” uma casa solidária, já temos 100. Foi muito depois, e quando já uns 50, 60 santuários tiveram sua casa e os santuários do lar também haviam aderido a ideia, que alguém detectou o erro de cálculo… Em 8 de julho de 2014 chegava a 100° casa solidária e nesse mesmo dia chegaram 18 casas de Austrália, ficou claro que a iniciativa não ia terminar… Na audiência com o Papa Francisco em 25 de outubro de 2014, silenciosamente foram oferecidas ao Papa Francisco 130 casas solidárias. Mês a mês, chegaram umas casas mais… alcançando 155 no fim de 2015.

Voltando ao diálogo relatado acima, que aconteceu em janeiro de 2015. Do Brasil, de Argentina, dos próprios iniciadores havia chegado a mesma ideia tão louca como a que deu início a loucura de 100 casas: Não seria possível regalar ao Papa Francisco 100 casas mais, casas da misericórdia, como obra da misericórdia, neste Ano Santo da Misericórdia?

Chuvas, inundações, caminhos intransitáveis

A ideia foi lançada… a resposta: nenhuma. Enquanto isso, as chuvas torrenciais em Paraguai tornaram impossível seguir construindo, durante semanas. “Os caminhos estão intransitáveis”, comentava Ani Souberlich, iniciadora e promotora do projeto. Nem os víveres nem as sacolas de Natal, preparados com muito carinho, puderem ser entregues as famílias, nas casas solidárias.

No final de 2015, eram 158 casas, sendo a última a do Santuário de Ulm-Söflingen. A primeira também foi deste Santuário, quase dois anos antes.

material 2

Um aniversário, bodas de prata e de novo: Ulm-Söflingen

Chegou a última semana de janeiro de 2016. Pouco depois do diálogo mencionado acima e da decisão de esperar um sinal da MTA.

Uma benfeitora, doadora de umas 10 casas, chama. “Minha irmã quer fazer uma doação…” Quatro casas… as primeiras do ano 2016.

Na mesma semana, uma das colaboradoras de Schoenstatt.org e uma das pessoas mais comprometidas com as 100 casas, faz 75 anos. No convite que envia a seus familiares e amigos diz que quer de presente, casas… Casas solidárias, casas da misericórdia. Entre familiares, amigos e seu curso da União de Mães juntam o suficiente para doar para a construção de 7 casas.

Com onze casas num único mês, fica claro… lançamo-nos à aventura de novo e trabalharemos pelas 100 casas da misericórdia, como nossa contribuição ao Ano da Misericórdia, em aliança solidária com Francisco. Cem casas como obra de misericórdia. “Mediante as obras da misericórdia corporais tocamos a carne de Cristo nos irmãos e irmãs que necessitam ser nutridos, vestidos, alojados, visitados…”, diz o Papa Francisco. Com as 100 casas da misericórdia tocamos a carne de Cristo nas famílias que carecem de lar… e lhes damos esse lar que necessitam para ter a possibilidade de viver uma vida sã de família…

O dinheiro foi enviado a Paraguai, o material foi comprado, deu-se esperança a umas dez famílias… Enquanto ainda chovia e os materiais de construção eram comprados e se preparavam sacolas com alimentos, brinquedos e roupa, chegou uma nova doação para uma casa, em nome do Santuário de Ulm-Söflingen, de onde veio a primeira doação, no início, em 2013.

DSCF4901

Finalmente, de volta a construção

“No sábado cinco de março, finalmente conseguimos distribuir os víveres aleatoriamente, para as pessoas que encontramos pelo caminho. Estavam também os víveres comprados com a arrecadação da feira de livros, que tão generosamente organizou o matrimônio de Alberto e Alicia Miranda, da Comunidade de Luque, com livros doados por uma pessoa para a venda e para a compra de alimentos para famílias carentes”, comenta Ani Souberlich.

Nesse mesmo dia escreveu para a equipe de Schoenstatt.org: “O lindo de tudo isto é a generosidade das pessoas em dar e o brilho nos olhos dos que recebem: nisso as crianças são muito expressivas.

O coração transborda de gratidão e gozo da alma! Unidos a cada um de vocês toda esta obra se multiplica em bênção e graça! Unidos na entrega por amor no que cada um regala de seu tempo para que Schoenstat.org cresça e chegue a todo o mundo, dizemos Aguijé! Gracias! Obrigado! Merci! Dankeschön! Tante Gracie! Thank You!”

Isto é para todos que são parte deste projeto solidário.

Nossas primeiras “Casas da Misericórdia”

“Neste mesmo dia 5 de março, o tempo ajudou para ir ver nossas casas da Misericórdia. Com as distâncias entre as casas e o estado dos caminhos de terra, os mosquitos e o calor, com um sol que racha a terra paraguaia, a visita às casas se transforma em capital de graças.”

“Que melhor tempo litúrgico para entregar tudo com e por amor e com uma imensa misericórdia de corações generosos que oferecem o que têm para seguir regalando um lar físico para que ali possa crescer uma família sã e unida”, comenta Ani Souberlich ao voltar “morta de cansaço mas feliz”. Continua contando: “Sei que toda esta campanha das casas está conquistada e apoiada pela oração de muitos de vocês, creio que isso é o que dia após dia nos dá as forças para seguir remando contra a corrente e crer firmemente que não importa que pareça apenas uma gota no meio do mar… mas essa gota faz a diferença… e essa diferença a fazemos e queremos seguir fazendo com a fé no alvorecer!”

DSCF4905

Tocamos a carne de Cristo…

No meio de uma reunião de trabalho, uma jornalista – ela é do Movimento dos Focolares– me pergunta, de repente: Vocês, em Schoenstatt, o que fazem com o Ano da Misericórdia? “Construímos 100 casas para famílias pobres”, respondo. Silêncio, e depois: “Que concreto.”

Na vida real nos perguntam: Schoenstatt, o que faz? O que faz para nós? Não nos deve surpreender. Perguntam-nos se “tocamos a carne de Cristo nos irmãos e irmãs que necessitam ser nutridos, vestidos, alojados, visitados“. É o que Jesus nos perguntará, aquele dia.

E diremos: Jesus, construímos casas para teus preferidos, para 200 famílias tuas… Construímos casas para ti.

venta de tortas

ES_Button_Casas

 

 

A doação necessária para uma casa é 200 € / 250 US$

TRANSFERÊNCIA PARA A CONTA DE DOAÇÕES EM PARAGUAI

Ana Esperanza Souberlich Martinez
N° de conta: 7.0175419/0
BIC UBBRPYPX
Banco Itaú Paraguay S.A. Asunción
Paraguay

TRANSFERÊNCIA PARA A CONTA DE DOAÇÕES (SEPA) – Opção para doações desde Europa

M. Fischer
IBAN DE08400602650062268615
BIC GENODEM1DKM
Uso previsto: 100 casas

Temos outras soluções: [email protected]

Original:Espanhol.  Tradução: Lena Ortiz, Ciudad del Este, Paraguai

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,