Fratelli Tutti

Colocado em 2020-12-12 In Fratelli Tutti, Schoenstatt em saída

Reuniu-se a Comunidade Internacional Schoensttateana que procura mudar a política na América Latina

AMÉRICA LATINA, Mayi Antillón •

Na passada segunda-feira 7/12  realizámos o fórum “A Boa Política na Encíclica Fratelli Tutti” do Papa Francisco.  É o segundo encontro da Comunidade de Schoenstatteanos no Serviço Público da América Latina. —              

O Padre Carlos Cox foi o orador principal e deu-nos reflexões profundas, começando pela conhecida frase do Papa Francisco, sobre a necessidade dos católicos, neste caso políticos, de “cheirarmos mais a ovelha”, aludindo à necessidade de se estar mais perto das pessoas, do rebanho.  “Peregrinar a pé com as pessoas”.  A participação na política, comentou, é uma das formas pela qual os leigos consagram as suas vidas ao bem comum.  Uma das funções vitais é assegurar um trabalho digno às pessoas, bem como recordar a importância de apoiar os mais frágeis, em referência directa aos migrantes. Não somos órfãos: “O Homem moderno esqueceu-se de que a única forma de ser irmão é reconhecer a procedência de um mesmo Pai”, concluiu.

O papel da política deve mudar, ouvindo mais os cidadãos

Temos como oradores principais Carolina Dell’ Oro, reconhecida académica chilena e Hugo Cáceres, Ministro da Presidência do Paraguai.

Carolina Dell’ Oro, comentou sobre o perigo da política baseada apenas em estatísticas, esquecendo-se do bem comum.  O político deve encantar, dar esperança, reconhecer a História, recuperar o sentido de Pátria onde todos estão representados. Alertou para esta crescente condição de anti-catolicismo, que pôs em perigo a incapacidade de reconhecermos que temos um Pai comum.

Finalmente, Hugo Cáceres, partilhou como utilizou a pedagogia dos vínculos de Schoenstatt para instrumentalizar a amizade social. Mencionou como se encomendaram a S. Tomás More no Diálogo Social no seu país para aprenderem a ouvir as necessidades dos cidadãos.  Concluiu comentando que, uma das suas prioridades, tendo em conta a crise social causada pela pandemia,  foi a reinvenção de novas formas de trabalho para apoiar alternativas de emprego.


Sobre a autora:

Mayi AntillonMayi Antillón, schoenstatteana, foi deputada e Ministra de Estado em duas ocasiões na Costa Rica. Ela colabora com o grupo, convencida que está,  do papel dos schoenstatteanos com vocação de serviço público.

 

 

Original: Espanhol (11/12/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *