Nueva Helvecia

Colocado em 2020-11-30 In Schoenstatt em saída

Um longo caminho para voltar ao lar

URUGUAI, Alfredo Schiaffino •

O ano de 2020 tem sido muito diferente de todos os outros anos em que vivemos. Houve muitos imprevistos que vieram com a pandemia e que nos fizeram mudar todas as nossas estruturas. Quase tudo o que dávamos por garantido deixou de ser assim de um momento a outro. —

Nueva Helvecia

No caminho a Nueva Helvecia

É incrível como tudo muda tão rapidamente, não é mesmo? É incrível como temos que ser criativos, saber aproveitar as circunstâncias e estar atentos aos desígnios do tempo.

Queremos voltar à casa da Mãe

Foi assim que, em setembro, não pudemos fazer a grande cruzada que sempre fazemos e certamente todos os jovens ficaram com na vontade. Mas havia muitas intenções para levar ao capital de graças, toda a Família de Schoenstatt tinha muitas coisas para agradecer à Mãe neste 18 de outubro. A Mãe de Deus queria ser visitada em seu Santuário e nós queríamos voltar para casa, queríamos renovar nossa Aliança de Amor no Santuário, queríamos nos permitir ser desafiados por Ela mais uma vez.

Primeiro fomos à sede do Movimento em Montevidéu, nosso lugar de origem e depois de uma rápida consagração começamos nossa marcha. No primeiro dia caminhamos do quilômetro 20 até Libertad, onde passamos a noite. A Mãe de Deus nos presenteou com um bonito momento com Pepe e Francisco, os sacerdotes Oblatos de Libertad que nos acolheram e compartilharam seu testemunho de vida.

Sob a chuva torrencial

O segundo dia foi muito intenso, as mochilas começaram a pesar e a chuva nos encontrou no caminho Andamos menos do que o planejado e Tony teve que vir em nosso auxílio para nos levar ao lugar onde passamos a noite, então no dia 18 tivemos que recuperar alguns quilômetros do dia anterior e sair ainda mais cedo do que planejado.

Chegar a Nueva Helvecia, chegar ao santuário, chegar em casa depois daqueles 105 km foi maravilhoso. É quase impossível traduzir em palavras o que um schoenstattiano sente quando entra em seu santuário. Parece uma loucura entender como nos sentimos plenos somente de dispor do nosso coração, permitindo que Ela reine nele.

Nueva Helvecia

No santuário de Nueva Helvecia, primeiro santuário filial do mundo

Fonte: www.schoenstatt.org.uy – com autorização do autor e dos Coordenadores Nacionais: Gabriela Boffano y Norberto Cánepa

Original: Espanhol (27/11/2020). Tradução: Luciana Rosas, Curitiba, Brasil

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *