Colocado em 17. Junho 2019 In Schoenstatt em saída

Encerramento do Mês de Maria de Maio de 2019 no Santuário Monte Sião Gikungu

BURUNDI , Claudine Niyomwungere •

No Domingo, 26 de Maio de 2019, aquando do Encerramento do Mês de Maria, o Santuário Mariano de Schoenstatt do Monte Sião Gikungu acolheu muitos peregrinos de todas as Paróquias do Vicariato de Bujumbura e seus arredores, membros dos Movimentos da Acção Católica reagrupados no seio da Coordenação Diocesana para o Apostolado dos Leigos CEDAL. —

Uma grande procissão de fiéis e membros dos Movimentos da Acção Católica partiu do Hospital Militar de Kamenge. Cantos e danças em honra da Bem-Aventurada Virgem Maria acompanharam estes peregrinos.  A peregrinação foi celebrada sob o lema “Porque o Todo-Poderoso fez em mim grandes coisas, Santo é o seu nome” (Lc 1, 49).

 

« A nossa Rainha reina nos nossos corações »

As cerimónias do dia foram realçadas pela presença de Sua Excelência o Arcebispo da Arquidiocese de Bujumbura,  Monsenhor Gervais BANSHIMIYUBUSA, rodeado por cerca de dez sacerdotes concelebrantes.  No seu discurso de boas-vindas, o Pe. Félicien NIMBONA, Reitor do Santuário Mariano do Monte Sion Gikungu, recordou que, desde 2001, representantes dos Movimentos católicos tinham pedido ao Arcebispo de Bujumbura para marcar com a sua presença as cerimónias de Abertura e Encerramento do Mês de Maria.  Esta decisão tinha sido tomada numa altura em que as igrejas se estabeleciam aqui e ali, divulgando ensinamentos que manchavam a imagem da Bem-Aventurada Virgem Maria. Ele prosseguiu, dizendo que “A nossa Rainha reina nos nossos corações”.   O nosso país pertence à Santíssima Virgem Maria. O Arcebispo foi convidado a presidir à celebração Eucarística.

As bandeiras dos diferentes Movimentos ondulavam na Igreja da Santíssima Trindade do Monte Sião.  A celebração eucarística começou às 9h 30m com vários coros seleccionados para esse fim.

« O cristão deve ser um pacificador e deve transmitir a paz aos outros… »

Na sua Homilia, o Arcebispo de Bujumbura recordou que este último Domingo do Mês de Maria coincide com o dia em que Cristo fez um testamento de paz aos seus discípulos. Destacou a alegria que reinava no povo de Deus, entre os cristãos que escolheram Jesus e a Sua Mãe. A Sua preocupação é que todos os cristãos sejam testemunhas da paz nas suas vidas e ambientes. Insistiu no amor, lembrando aos cristãos que Deus é Amor e que este amor reina nos seus corações. O cristão deve ser um pacificador e deve transmitir a paz aos outros como Jesus nos deixou dito”, diz o Arcebispo.  Deixou claro que a paz tem três pilares: verdade, justiça e amor que nos levam ao perdão e à liberdade. Cada cristão é chamado a viver estes pilares da paz em toda a parte.  Quanto aos Movimentos da Acção Católica, eles ajudam os seus membros a serem cristãos modelo, caracterizados pela ajuda mútua.

No seu discurso, o Pe. Jeremie BUKENE, responsável pela Coordenação Diocesana do Apostolado dos Leigos (CDAL) Bujumbura que, em nome dos peregrinos agradeceu ao Bom Deus e à Bem-Aventurada Virgem Maria por tornarem possível a peregrinação. Também anunciou que os membros da Renovação Carismática começaram o Ano Jubilar. Agradeceu aos membros dos Movimentos da Acção Católica presentes por respeitarem as instruções e a sua disciplina. Para concluir, pediu a todos os fiéis que se mantivessem calmos, especialmente durante os próximos períodos políticos e eleitorais do nosso país.

Também cumprimentou alguns representantes da “Família Cálice” da Alemanha, membros do Ramo das Senhoras licenciadas (académicas), que ficariam cerca de três semanas no Burundi, onde este grupo foi recentemente fundado com cerca de 120 membros.

Depois da celebração eucarística, realizou-se uma procissão dos fiéis desde a grande igreja da Santíssima Trindade até ao Santuário Mariano, onde o Arcebispo deu a bênção final.

É importante lembrar que a Abertura deste Mês de Maria aconteceu no dia 28 de Abril de 2019, um dia marcado por três acontecimentos importantes:

  • Domingo da Misericórdia Divina (Oitava da Páscoa) ;
  • Abertura solene do Mês de Maria de 2019 ;
  • Ordenação Sacerdotal dos Diáconos Marcien NDAYIZEYE da Comunidade dos Padres de Schoenstatt e Olivier NDAYIKENGURUKIYE da Congregação dos Missionários da África (Padres Brancos).

No final da missa, os membros dos Movimentos da Acção Católica, num ambiente muito agradável, realizaram várias animações em frente do Santuário Mariano, para enriquecer a festa.

Original : francês (15/6/2019). Tradução : Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Fotos: Claudine Niyomwungere, Inge Wilhelm

 

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *