Colocado em 2017-06-21 In Projetos, Schoenstatt em saída

A serviço dos irmãos mais pobres tão perto de casa

PARAGUAI, Santino Constanzo •

“Quantas páginas da história, nestes dois mil anos, foram escritas por cristãos, que com toda simplicidade e humildade, e com o generoso talento da caridade, serviram a seus irmãos mais pobres”, escreve o Papa Francisco em sua mensagem para a Primeira Jornada Mundial dos Pobres, publicado este 13 de junho. Neste mesmo dia recebemos um testemunho justamente sobre este serviço por jovens da Juventude Masculina de Assunção, Paraguai, que querem compartilhar o que estiveram oferecendo neste sábado e domingo com a Juventude Masculina Secundária de Assunção.

Os secundários, todos os anos tentam oferecer um apostolado grande para uma comunidade em particular. Normalmente, construímos moradias de emergência nos chamados “Trabalhos de Inverno”, uma atividade apostólica da Juventude Masculina Secundária.

Como o Papa Francisco em sua visita a Paraguai – ao Bañado Norte

Este ano, não quisemos ir tão longe para oferecer este trabalho apostólico.

Na semana santa a Juventude Masculina Secundária foi em missões ao Bañado Norte, Bairro Tablada Nueva, onde nos deparamos com uma capela em mal estado. Nesta capela, é realizada catequese para crianças. Os moradores do bairro nos comentaram que esta capela surgiu da necessidade de formar as crianças pequenas e inocentes, porque a juventude do lugar está muito “estragada”.

Com a Cúpula de Chefes da JM Secundária e o Padre Santiago Cacavelos, pensamos na importância e necessidade de trabalhar por esta capela e pela comunidade, para que os integrantes da JM Secundária também percebam e observem estas realidades que compartilham tantas pessoas que não estão muito longe de nossas casas.

Seu desejo de crescer na fé

Foram dois dias de muita garra, entrega e sacrifício. Os próprios jovens e crianças do lugar trabalharam conosco demonstrando seu “desejo de crescer na fé”. A comunidade está muito feliz, e nós estamos muito contentes! Animo a que todos os ramos possam oferecer algum apostolado pelo lugar.  Se por um lado isso é necessário em muitas partes do interior do país, temos irmãos vizinhos que necessitam bastante também de uma mão amiga, que acenda o fogo nos corações das famílias.

 

 

“Se em nossa vizinhança vivem pobres que solicitam proteção e ajuda, aproximemo-nos deles: será o momento propício para encontrar ao Deus que buscamos. ” –Papa Francisco, Mensagem para a Jornada Mundial dos Pobres, 7–.

 

Original: Espanhol, 16.06.2017 – Tradução: Lena Ortiz, Ciudad del Este, Paraguai

 

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.