Colocado em 2015-07-15 In Projetos, Schoenstatt em saída

“María Ayuda”. Um olhar a partir de dentro

CHILE, pela redação de schoenstatt.org •

Quando se fala da projeção social de Schoenstatt, aparece logo “María Ayuda”. É um dos primeiros, se não o primeiro projeto de Schoenstatt que traduz o ensinamento do Padre Kentenich em matéria social, “um dos aspetos menos difundidos da sua enorme personalidade” (Carlos Ferré, no: “El santo social”, Editorial Patris Argentina, 2012), o compromisso social dos schoenstattianos com os mais necessitados, neste caso no Chile, com crianças abandonadas e vítimas de violência doméstica e de abuso.

Hoje “María Ayuda” está não só no Chile, mas também, entre outros países, em Burundi e em Espanha. Surgiram muitos projetos de compromisso social no decorrer do tempo e sempre num diálogo, num encontro entre as vozes do tempo expressas nas necessidades de homens concretos, e na vocação pessoal de schoenstattianos. Muitos deles encontram-se na tenda virtual da cultura de aliança, no campo da nova ordem social, na nossa página, e nas notícias da categoria “Schoenstatt em saída” desde grandes fundações como Dequení até novas iniciativas como a Pastoral carcelaria “Visitación de María”.

Há pouco tempo o Pe. Fernando Adriasola realizou um vídeo sobre a realidade atual da obra de “María Ayuda” e os desafios que apresenta, sobretudo no interior da comunidade. Mostra, através de testemunhos pessoais de colaboradores e voluntários, a tarefa e a obra de “María Ayuda” a partir de dentro.

“É um bonito testemunho da cultura de aliança através de alguém audaz…” , comenta o Pe. José María García, de Madrid. O audaz foi o P. Hernán Alessandri, que um dia sentiu e soube que fazia falta sair ao encontro dos irmãos necessitados, “sair para as periferias” como diria o Santo Padre.

Video

Página de María Ayuda

María Ayuda nas Tendas Virtuais da Cultura de Aliança

 

Original: espanhol. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *